José Martinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de José martinho)
Ir para: navegação, pesquisa

José Martinho (Lisboa, 1950) é um psicanalista de formação lacaniana[1] português.[2][3]

José Martinho é professor do Departamento de Psicologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, no Campo Grande, e director do seu Centro de Estudos de Psicanálise.[4]

É o presidente da Antena do Campo Freudiano e membro da Associação Mundial de Psicanálise, é também autor de dezenas de artigos e vários livros internacionalmente conhecidos, como os que nomeamos abaixo.[5]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Conjuntamente com o Círculo de Pesquisas da Universidade de Paris XII: Actes des Journées Maupertuis, (Vrin, Paris, 1975)
  • Organização e Prefácio de: Joyce, o Sintoma (Escher, Coimbra, 1986)
  • Organização e Prefácio de: Lacan: Shakespeare, Duras, Wedekind, Joyce (Assírio & Alvim, Lisboa, 1989)
  • O Que É um Pai? (Assírio & Alvim, Lisboa, 1990)[6]
  • Organização e Posfácio de Freud: Esquecimento e Fantasma (Assírio & Alvim, Lisboa, 1991)
  • A Minha Psicanálise (Fim de Século, Lisboa, 1ª Ed. 1997/ 2ª Ed. 2000)[7]
  • Ditos (Fim de Século, Lisboa, 1999)
  • Gozo (Fim de Século, Lisboa, 1999)
  • Freud & Companhia (Almedina, Coimbra, 2001)[8]
  • Pessoa e a Psicanálise (Almedina, Coimbra, 2002)[9]
  • Ditos II (Fim de Século, Lisboa, 2003)
  • Organização e Prefácio de: Facetas da Psicanálise (Edições Universitárias Lusófonas, 2003).
  • Persona (Edições Universitárias Lusófonas, 2004)
  • Ditos III (Fim de Século, 2005)[10]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.