Joseph Frings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Joseph Frings
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Colônia
Protopresbítero
Escultura representando Joseph Frings
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Colônia
Nomeação 1 de maio de 1942
Predecessor Dom Karl Joseph Cardeal Schulte
Sucessor Dom Joseph Cardeal Höffner
Mandato 1942 - 1969
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 10 de agosto de 1910
por Dom Anton Hubert Cardeal Fischer
Nomeação episcopal 1 de maio de 1942
Ordenação episcopal 21 de junho de 1942
por Dom Cesare Orsenigo
Nomeado arcebispo 1 de maio de 1942
Cardinalato
Criação 18 de fevereiro de 1946
por Papa Pio XII
Ordem Cardeal-Presbítero
Título São João na Porta Latina
Brasão
Coat of arms of Joseph Frings.svg
Dados pessoais
Nascimento Neuss, Alemanha
6 de fevereiro de 1887
Morte Colônia, Alemanha
17 de dezembro de 1978 (91 anos)
Nacionalidade alemão
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Joseph Frings (Neuss, 6 de fevereiro de 1887Colônia, 17 de dezembro de 1978) foi um cardeal e arcebispo alemão. Foi nomeado Arcebispo de Colônia em 1º de maio de 1942 e elevado a dignidade de cardeal em 18 de fevereiro de 1946. Aposentou-se em 10 de fevereiro de 1969.

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, Joseph Frings declarou que roubar carvão das ferrovias para manter suas famílias aquecidas não era um pecado capital, e roubar comida daqueles que tinham em abundância para que sua família não passasse fome, também seria desconsiderado como um pecado capital. Em Colônia, quem roubasse carvão das ferrovias era então chamado de "Fringsen" (referência a Frings), o que era uma marca de sua grande popularidade. Também ficou conhecido por promover uma cerimônia muçulmana na catedral de Colônia por ocasião do Ramadan de 1965.

Ele, de conotação progressista, foi um dos participantes do Segundo Concílio do Vaticano, onde criticou o Santo Ofício (que tinha uma posição mais conservadora). No Concílio, ele era representado pelo seu consultor teológico (ou perito) Joseph Ratzinger (mais tarde Papa Bento XVI). Frings também era membro honorário da A.V. Rheinstein Köln, uma fraternidade estudantil católica que faz parte da Cartellverband der katholischen deutschen Studentenverbindungen.

Após a morte do Cardeal Adolf Bertram, o cardeal Frings se tornou no presidente da Conferência dos Bispos Catôlicos de Fulda entre os anos de 1945 e 1969 e assim sendo, o maior representante da Igreja Católica da Alemanha. O seu sucessor de presidente da futura Conferência dos Bispos Alemães foi Julius Döpfner.

Precedido por
Dom Karl Joseph Cardeal Schulte
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Colônia

1942-1969
Sucedido por
Dom Joseph Cardeal Höffner
Precedido por
Joseph MacRory
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-presbítero de
São João na Porta Latina

1946 - 1978
Sucedido por
Franciszek Macharski
Precedido por
Norman Thomas Gilroy
Brasão cardinalício.
Cardeal-Protopresbítero

1977-1978
Sucedido por
Antonio Caggiano