Júlia Lemmertz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Julia Lemmertz)
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde outubro de 2011) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Julia Lemmertz
Julia em 2011.
Nome completo Julia Lemmertz Dias
Nascimento 18 de março de 1963 (54 anos)
Porto Alegre, RS
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1981—presente
Cônjuge Álvaro Osório (1987-1990)
Alexandre Borges (1993-2015) Inti Briones (2015 - presente)
IMDb: (inglês)

Julia Lemmertz Dias (Porto Alegre, 18 de março de 1963) é uma atriz brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atriz Julia Lemmertz em entrevista para TV Brasil.

Estreou na carreira de atriz ainda criança, tendo feito a sua primeira atuação no cinema, aos 5 anos de idade, ao lado da mãe, no filme As Amorosas, em 1968.[1] Mais tarde, em 1971, atuou no filme Cordélia, Cordélia.

Em 1981 fez sua estreia televisiva ao despontar como uma das protagonistas da novela Os Adolescentes, exibida pela Rede Bandeirantes, no papel de Bia, adolescente vítima da gravidez precoce. No ano seguinte, estreou no teatro com a peça Lição de Anatomia e, simultaneamente, participou da novela Ninho da Serpente.[1] Em 1983, fez sua última atuação na emissora ao participar da novela Sabor de Mel. Anterior a esse trabalho, chegou a prestar serviços para a Rede Globo, participando da minissérie Moinhos de Vento. No mesmo ano atuou em papel de destaque na novela Eu Prometo, e integrou o elenco da novela Amor com Amor se Paga e, em 1985, da minissérie Tenda dos Milagres.[1]

Em 1986 protagonizou mais uma troca de emissora, dedicando-se à dramaturgia, a partir de então, da extinta Rede Manchete. Nesse ano, co-protagonizou a novela Mania de Querer. Já no cinema, pela sua atuação no filme A Cor do Seu Destino, ganhou o prêmio de atriz coadjuvante no Festival de Brasília. Em seguida, novamente seria destaque em uma trama da emissora, ao encarnar a jovem apaixonada Micaela, da novela Carmem. Em 1989, esteve presente no relativo sucesso da Manchete, Kananga do Japão. Em 1990 participou da minissérie Mãe de Santo, e também do filme protagonizado por Xuxa, Lua de Cristal, como a vilã Lidinha (Maria Lidia).

Em 1991 protagonizou a minissérie Na Rede de Intrigas e, depois, participou da primeira fase da novela Amazônia, em um dos personagens centrais. Dois anos depois, conheceu seu atual marido, Alexandre Borges, ao protagonizar a novela Guerra sem Fim. Na trama, sua personagem era par de Borges (então estreante), com quem chegou a trabalhar também no teatro, nesse mesmo ano, na peça Hamlet, de William Shakespeare.

Apesar de nunca deixar de atuar na TV, a partir de meados dos anos 1990, voltou-se mais para o cinema, atuando em filmes como Jenipapo, de 1995. Em 1996 retornou à Globo, emissora na qual permanece contratada até os dias de hoje, para atuar na novela Quem é Você. Em 1997, co-antagonizou a novela Zazá e, em 1998, participou de dois filmes, Tiradentes e A Hora Mágica. Em 1999, mais uma vez esteve no cinema, atuando no longa-metragem Até que a Vida Nos Separe e no polêmico Um Copo de Cólera, que mostra ela e seu marido nus e em cenas de sexo. Ao mesmo tempo, viveu na TV a cômica Lúcia Helena de Andando nas Nuvens.

Em 2001 encarnou a beata Genésia da novela Porto dos Milagres, e participou da novela O Beijo do Vampiro, como a antagonista principal "Vampira Marta", Cláudia Raia interpretava Mina, que na sinopse seria a principais vilã, porém a personagem Marta foi considerada a principal vilã, e aterrorizava a vida do pessoal, principalmente a mocinha Lívia Flávia Alessandra. Em 2003 voltou a fazer par romântico com o marido, ao atuar na novela Celebridade. Também nesse ano, esteve dos filmes As Três Marias e Cristina Quer Casar.

Em 2004 participou da programação de final de ano da Rede Globo, ao encarnar a bruxa Morgana da microssérie infantil O Pequeno Alquimista. No cinema, atuou no último filme feito pela dupla de cantores Sandy & Júnior, Acquaria. Em 2005 deu vida a professora Cleyde, da novela Alma Gêmea, também contriubuiu para o cinema ao atuar no longa Jogo Subterrâneo e ainda esteve em cartaz com a peça Molly Sweeney - Rastro de Luz. Em 2006 interpretou Dona Júlia, a mãe do presidente brasileiro Juscelino Kubitschek, na minissérie JK e, também esteve no filme Gatão de Meia Idade, protagonizado por seu marido. Em 2007 participou de mais uma minissérie na emissora, Amazônia, de Galvez a Chico Mendes. Atuou ainda no filme Onde Andará Dulce Veiga? e na novela Desejo Proibido.

Em 2008 anunciou que daria um tempo nas novelas ao recusar convites para atuar em Três Irmãs e Caminho das Índias, alegando que gostaria de dedicar-se mais ao cinema e teatro, tendo atuado nos filmes Meu Nome Não É Johnny, Mulheres Sexo Verdades Mentira, e, em 2009, Bela Noite Para Voar e o polêmico, Do Começo ao Fim, em que vive Julieta, mãe dos jovens Thomás e Francisco, que após a morte da mãe tornam-se amantes. Também em 2009 foi protagonista da série Tudo Novo de Novo e esteve em cartaz com a peça Maria Stuart. É torcedora do Internacional.[2][3]

Em 2010, interpretou Maria Amélia em Araguaia de Walther Negrão, fazendo par romântico com Thiago Fragoso. Em 2011, na novela Fina Estampa, interpretou um papel importante em sua carreira: a estilista Esther Wolkoff, que queria engravidar, indo contra as ideias do marido, Paulo Dan Stulbach. A personagem tentou então uma inseminação artificial. O núcleo da personagem foi um dos pontos altos que alavancaram a audiência da trama.[carece de fontes?]

Já em 2014, estreia a novela Em Família de Manoel Carlos como sua primeira protagonista do gênero, a geniosa Helena. A atriz foi escolhida especialmente pelo autor em homenagem à sua falecida mãe, Lílian Lemmertz, que interpretou a primeira "Helena" em uma novela de mesma autoria, Baila Comigo, de 1981.[4] Seu personagem gerou bastantes críticas do público, essencialmente. No entanto, seu desempenho foi elogiado. Em 2015 é uma das protagonistas da novela das seis "Além do Tempo" de Elizabeth Jhin, fazendo a mãe da personagem de Paolla Oliveira. Estrela o longa Pequeno Segredo, filme escolhido para representar o Brasil no Oscar 2017, ao lado de Marcello Antony, Maria Flor e Mariana Goulart.

Em Julho de 2017, entra para o elenco da novela Novo Mundo como a áustriaca Greta Schwarz que se envolverá com Ferdinando, papel de Ricardo Pereira.[5]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Filha dos atores Lineu Dias e Lílian Lemmertz[1]. Gaúcha e descendente de alemães por parte materna, foi casada duas vezes: casou-se em 1987 com Álvaro Osório, um executivo da Globo, e com ele teve sua filha, chamada Luiza, nascida no mesmo ano. Separaram-se em 1990 e no ano seguinte conheceu o ator Alexandre Borges. Casaram-se em 1993 e em 2000 nasceu o único filho do casal, Miguel. Em várias entrevistas e algumas no programa como o "Alta Horas" da Rede Globo Julia fala com orgulho da infância na cidade de Capão da Canoa no Rio Grande do Sul, onde adorava passear pela Rua Poti, caminhando pela praia e se divertindo nos Shoppings!

Seu casamento com Alexandre Borges durou 22 anos[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
1981 Os Adolescentes Bianca (Bia)
1982 Ninho da Serpente Mariana
1983 Moinhos de Vento Milena
1983 Sabor de Mel Beatriz
1983 Eu Prometo Adriana Cantomaia
1983 Caso Especial Desdêmona Episódio: "Otelo de Oliveira"
1984 Amor com Amor se Paga Ângela
1985 Tenda dos Milagres Luísa
1985 Ti Ti Ti Cecília Spina (jovem) Participação
1986 Mania de Querer Carolina
1987 Carmem Micaela
1989 Kananga do Japão Sílvia
1990 Mãe de Santo
1991 Ilha das Bruxas Jéssica
1991 Na Rede de Intrigas Teresa
1991 Amazônia Maria Luísa
1993 Guerra sem Fim Flávia
1995–96 Você Decide Episódio: "A Dama de Ferro"
Episódio: "Amor à Vida"
1995–2012 Revista do Cinema Brasileiro Apresentadora[1]
1996 Quem É Você? Débora
1997 Mangueira: Amor À Primeira Vista Joana
1997 Zazá Fabiana Dumont
1998 Você Decide Episódio: "Trabalho Escravo"
1999 Mangueira: Amor que Fica Joana
1999 Andando nas Nuvens Lúcia Helena
2001 Porto dos Milagres Genésia Pereira
2001–03 Os Normais Helena
Sílvia
Aninha
Episódio: "Um Pouco de Cultura é Normal"
Episódio: "Um Programinha Normal"
Episódio: "A Vingança da CDF"
2002 Mangueira: Amor Quase Perfeito Joana
2002 Esperança Geovanna Tornatore
2002 O Beijo do Vampiro Marta Morta
2003 Celebridade Noêmia Assunção
2004 O Pequeno Alquimista Morgana
2004 A Diarista Surya Episódio: "O Namorado de uma Patroa Minha"
2005 Alma Gêmea Cleide Episódios: "21–23 de junho de 2005"
2006 JK Dona Júlia
2006–07 Minha Nada Mole Vida Ivana
Ivana
Wanda Maxuel
Episódio: "Tem Sentido Isso!"
Episódio: "A Chave Mestra"
Episódio: "Imprevistos Acontecem"
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Risoleta
2007 Desejo Proibido Dona Belinda Botiquário
2008 Casos e Acasos Carla Episódio: "A Vaga, a Entrevista e o Cachorro-Quente"
2008 Nada Fofa Ema
2009 Tudo Novo de Novo Clara
2010 Araguaia Maria Amélia Martinez
2011 Fina Estampa Esther Wolkoff Siqueira
2013 A Grande Família Sônia Episódio: "Um Misterioso Assassinato em Curicica"
2013 Guerra dos Sexos Blanche Paes Leme Episódios: "6–12 de fevereiro de 2013"
2014 Em Família Helena Fernandes Machado (Leninha)
2015 Além do Tempo Dorotéia Borghini / Dorotéia Sampaio [7]
2016 Tá no Ar: A TV na TV Helena Fernandes Machado[8] Episódio: "5 de abril de 2013"
2017 Novo Mundo Greta Schwarz

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1982 As Aventuras de Mário Fofoca
1984 Patriamada
1984 Mal Star
1986 A Cor do Seu Destino Patrícia
1990 Lua de Cristal Lidinha (Maria Lídia)
1990 Vaidade
1993 Amor Materno
1995 Jenipapo Júlia
1997 Glaura
1997 Mangueira - Amor à Primeira Vista Joana
1998 A Hora Mágica Lúcia
1999 Um Copo de Cólera
1999 Até que a Vida Nos Separe Maria
1999 Amor Que Fica Joana
1999 Tiradentes Antônia
2001 Nelson Gonçalves Lourdinha Bittencourt
2002 Joana e Marcelo, Amor (Quase) Perfeito
2002 Poeta de Sete Faces
2003 Acquária Nara [9]
2003 Cristina Quer Casar Bia
2003 As Três Marias Maria Francisca
2005 Jogo Subterrâneo Laura
2006 Gatão de Meia Idade Betty
2007 Onde Andará Dulce Veiga? Lídia
2008 Mulheres Sexo Verdades Mentira Laura
2008 Meu Nome Não É Johnny Maria Lu
2009 Bela Noite Para Voar Letícia
2009 Do Começo ao Fim Julieta
2011 Amor? Alice
2016 Mogli - O Menino Lobo Raksha (voz)
2016 Pequeno Segredo  Heloísa Schurmann

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1982 Lição de Anatomia
1983 Gemini
1986 O Que o Mordomo Viu?
1989 Orlando
1991 Ela Odeia Mel
1992 Viagem ao Centro da Terra
1993 Hamlet
1994 Eu Sei Que Vou Te Amar
1999 As Três Irmãs
2005 Molly Sweeney - Rastro de Luz
2009 Maria Stuart
2010–13 Deus da Carnificina
2016 A Tragédia Latino-Americana
2016 Comédia Latino-Americana

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
1986 Festival de Brasília do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante A Cor do Seu Destino Venceu [1]
2000 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Um Copo de Cólera Indicado [1]
2002 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Nelson Gonçalves Indicado [10]
Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Coadjuvante O Beijo do Vampiro Venceu
2003 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz Indicado
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz As Três Marias Indicado
2007 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Jogo Subterrâneo Indicado
2008 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Coadjuvante Meu Nome Não É Johnny Indicado [11]
2009 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Venceu [12]
Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz em Série Tudo Novo de Novo Venceu [13]
2010 Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz Deus da Carnificina Venceu [14]
2011 Prêmio APTR Melhor Atriz Venceu [15]
2011 Melhores do Ano Melhor Atriz Coadjuvante Fina Estampa Indicado [16]
2014 Prêmio Extra de Televisão Melhor Atriz Em Família Indicada [17]
2016 Prêmio Quem de Cinema Melhor Atriz Pequeno Segredo Venceu [18]
2017 Grande Prêmio Cinema Brasileiro Melhor Atriz Pendente [19]

Referências

  1. a b c d e f g «Desde 1995, Júlia Lemmertz apresenta o programa Revista do Cinema Brasileiro». Fundação Catarinense. Consultado em 20 de julho de 2017 
  2. «Júlia Lemmertz se torna consulesa cultural do Inter». Internacional.com.br 
  3. «Meu Jogo Inesquecível: a colorada paixão de Julia Lemmertz em 3 atos». Globo.com. Globoesporte.globo.com 
  4. http://gshow.globo.com/novelas/em-familia/extras/noticia/2014/01/lemmertz-se-emociona-por-fazer-papel-que-foi-da-mae-como-se-ela-estivesse-comigo.html
  5. Rafaela Santos (30 de junho de 2017). [hh «Julia Lemmertz muda os cabelos para entrar em 'Novo Mundo'»] Verifique valor |url= (ajuda). Blog Patrícia Kogut. Consultado em 4 de julho de 2017 
  6. http://ego.globo.com/famosos/noticia/2015/07/termina-casamento-de-alexandre-borges-e-julia-lemmertz.html
  7. Gshow (21 de maio de 2015). «Dorotéia, personagem de Júlia Lemmertz, sofrerá preconceito por parte da Condessa Vitória, personagem de Irene Ravache, em "Além do Tempo"». Foi Dada a Largada. Consultado em 26 de maio de 2015 
  8. «Histórico! "Tá no Ar" promove encontro de todas as Helenas de Manoel Carlos» 
  9. «Acquária». Cinemateca Brasileira 
  10. «Premiação do Oscar brasileiro acontece dia 12». Diário do Grande ABC. Consultado em 23 de julho de 2017 
  11. «Categoria Cinema - 2008 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Qualidade Brasil. Consultado em 23 de julho de 2017 
  12. «Selton Mello, Júlia Lemmertz e Leandra Leal faturam troféus em prêmio de cinema». Ego. Consultado em 23 de julho de 2017 
  13. «Categoria Televisão - 2009 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Qualidade Brasil. Consultado em 23 de julho de 2017 
  14. «4° Prêmio QUEM 2010: Conheça os grandes vencedores». Revista Quem. Consultado em 23 de julho de 2017 
  15. «Bibi Ferreira: Prêmio APTR de Teatro». www.bibi-piaf.com. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  16. «Confira a lista dos vencedores dos Melhores do Ano do Domingão». Ofuxico. Consultado em 23 de julho de 2017 
  17. «4° Prêmio QUEM 2010: Conheça os grandes vencedores». Revista Quem. Consultado em 23 de julho de 2017 
  18. «Vote na melhor atriz de Cinema de 2016». Revista Quem. Consultado em 23 de julho de 2017 
  19. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2017 anuncia indicados; veja a lista». G1. Consultado em 23 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.