Julia Reda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Julia Reda
Nascimento 30 de novembro de 1986 (33 anos)
Bonn
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade de Mainz
Ocupação política
Página oficial
https://juliareda.eu

Julia Reda (Bonn, 30 de novembro de 1986) é uma política alemã e membro do Parlamento Europeu (MEP) da Alemanha. É membro do Partido Pirata da Alemanha , parte do grupo Verdes– Aliança Livre Europeia. Ela é vice-presidente do grupo Verdes / ALE desde 2014. [1] Ela também foi anteriormente a presidente da Juventude Pirata da Europa. [2]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Reda tornou-se membro do Partido Social-Democrata da Alemanha, decentro-esquerda, quando tinha 16 anos. [3] Ela estudou política e ciências da publicidade na Universidade de Mainz. [2] Em 2009, Reda começou a se tornar ativa no Partido Pirata nacional e de 2010 a 2012 foi presidente dos Jovens Piratas ( Junge Piraten ). Em 2013, foi uma das co-fundadoras dos Jovens Piratas da Europa. Em janeiro de 2014, foi escolhida para liderar a lista de candidatos para as eleições europeias do Partido Pirata da Alemanha , que posteriormente ganhou uma vaga. [4]

No Parlamento Europeu , Reda juntou-se ao grupo dos Verdes / ALE. É membro da Comissão dos Assuntos Jurídicos , bem como membro suplente das comissões do Mercado Interno e da Protecção dos Consumidores e das Petições . [5] É membro do Comité Directivo do intergrupo da Agenda Digital , um fórum de deputados interessados em questões digitais. [6]

Reforma dos direitos autorais[editar | editar código-fonte]

A MEP Reda em reunião informal em Washington, DC, sobre questões de direitos autorais nos Estados Unidos.

Ela declarou que a reforma dos direitos autorais será seu foco para o mandato legislativo. [7]

Em novembro de 2014, Reda foi nomeada relatora da revisão do Parlamento da Diretiva de Direitos Autorais de 2001. [8] O seu projecto de relatório [9] recomendava a harmonização à escala da UE das excepções aos direitos de autor , uma redução da duração dos mandatos , amplas excepções para fins educativos [10] e um reforço da posição de negociação dos autores em relação aos editores, entre outras medidas. [11]

A reação das partes interessadas foi variada: a coalizão de artistas alemães Urheberrecht, de um modo geral, congratulou-se com o projecto [12] enquanto a sociedade de arrecadação francesa SACD disse que era "inaceitável"; [13] o autor e ativista dos direitos autorais Cory Doctorow condiderou as propostas "incrivelmente sensatas", [14] enquanto a ex -pirata sueca MEP Amelia Andersdotter as criticou por serem muito conservadoras. [15]

Em 2015, o relatório de Reda foi aprovado pelo comitê de assuntos legais, mas com uma emenda que recomendava restringir a liberdade de panorama na Europa. [16] Reda se opôs fortemente a essa emenda e fez campanha contra ela. [17] A emenda foi posteriormente rejeitada pelo plenário do Parlamento Europeu. [18]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Bureau». Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 23 de maio de 2013 
  2. a b «Julia Reda» (em alemão) 
  3. «Gebürtige Bonnerin ist Spitzenkandidatin der Piraten für Europawahlen». General-Anzeiger Bonn (em alemão) 
  4. «Pirate Party runs aground in European Parliamentary elections» 
  5. «Member profile» 
  6. «Steering Committee». Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 3 de julho de 2015 
  7. «I will continue the cooperation with Greens/EFA» 
  8. «In Europe, Pirates Are Writing The Copyright Law». TorrentFreak 
  9. «Draft Report on the implementation of Directive 2001/29/EC of the European Parliament and of the Council of 22 May 2001 on the harmonisation of certain aspects of copyright and related rights in the information society - PE 546.580v02-00» 
  10. «The Pirate Party's lone MEP might just fix copyright across the EU» 
  11. «Major copyright law reform on the EU agenda» 
  12. «EU-Urheberrecht: Oettinger und Reda auf der Suche». Initiative Urheberrecht (em alemão) 
  13. «Copyright: an unacceptable draft report at the European Parliament» (em francês). Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 3 de julho de 2015 
  14. «They put a Pirate Party MEP in charge of EU copyright reform: you won't believe awesomesauce that followed». Boing Boing 
  15. «Pirate Party MEP fails to deliver true copyright reform». TorrentFreak 
  16. «Freedom of panorama: EU proposal could mean holiday snaps breach copyright» 
  17. «Freedom of Panorama under threat» 
  18. «European Parliament as it happened: 9 July 2015». BBC News Online 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]