Juris Doctor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Juris Doctor (J.D.) é tradicionalmente entendido como um doutorado profissional[1] [2] [3] [4] [5] [6] obtido nos Estados Unidos e em outros países com tradição da common law. No sistema de alguns desses países, pode ser compreendido como o primeiro grau profissional, entendido como equivalente ao bacharelado (p. ex. em alguns países existe ainda o "bachelor of laws", caso da Inglaterra ou da África do Sul) [7] [8] , em outros países, é considerado como uma espécie de pós-graduação[9] [10] [11] em Direito.

História[editar | editar código-fonte]

O título foi concedido pela primeira vez pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, isso no final do século 19, e foi criado como uma nova versão da "licenciatura" em direito.[12] Proveniente de um movimento, ocorrido em Harvard no século 19 , voltado para um estudo mais científico do direito, constitue-se em um grau universitário ou acadêmico de direito que, em algumas jurisdições inseridas na tradição da common law, tem o objetivo de ser a principal preparação profissional dos advogados. Na maioria das regiões em que é adotado, trata-se de um programa de pós-graduação que dura três anos.[13] [14] Os alunos que buscam cursar o programa de pós-graduação e obter o grau de juris doctor, normalmente já obtiveram o seu bacharelado (bachelor's degree) em outra disciplina (p.ex. ciências políticas, sociologia, literatura ou filosofia). Este bacharelado anterior e obrigatório tem a duração, em média, de 3 ou 4 anos.

Referências

  1. Association of American Universities Data Exchange. «Glossary of Terms for Graduate Education». Consultado em 2010-09-01. 
  2. National Science Foundation (2006). «Time to Degree of U.S. Research Doctorate Recipients» (PDF). InfoBrief, Science Resource Statistics. NSF [S.l.: s.n.] 06-312: 7.  Under "Data notes" this article mentions that the J.D. is a professional doctorate.
  3. San Diego County Bar Association (1969). «Ethics Opinion 1969-5». Consultado em 2008-05-26. . Under "other references" differences between academic and professional doctorates, and contains a statement that the J.D. is a professional doctorate
  4. University of Utah (2006). «University of Utah – The Graduate School – Graduate Handbook». Consultado em 2008-05-28. 
  5. German Federal Ministry of Education. «U.S. Higher Education / Evaluation of the Almanac Chronicle of Higher Education» (PDF). Arquivado desde o original (PDF) em April 13, 2008. Consultado em 2008-05-26.  Report by the German Federal Ministry of Education analysing the Chronicle of Higher Education from the U.S. and stating that the J.D. is a professional doctorate.
  6. Encyclopædia Britannica 3 [S.l.: s.n.] 2002. p. 962:1a. 
  7. U.S. Department of Education (2008). «USNEI-Structure of U.S. Education - Graduate/Post Education Levels». Arquivado desde o original em 2007-12-14. Consultado em 2008-05-25. 
  8. College Blue Book (1999). Degrees Offered by College and Subject (New York: MacMillan). p. 817. 
  9. University of California, Berkeley. «General Catalog – Graduate Education – Graduate Degrees and Certificates». Consultado em 2008-05-25. 
  10. University of Southern California (1995). «Undergraduate and Graduate Degree Programs». Arquivado desde o original em 2008-04-22. Consultado em 2008-05-25. 
  11. University of Melbourne. «About Use - The Melbourne JD». Consultado em 2008-05-26. 
  12. Stevens, R. (1971). "Two Cheers For 1870: The American Law School", in Law in American History, eds. Donald Fleming and Bernard Bailyn. Boston: Little, Brown & Co., 1971, p. 427.
  13. University of Washington School of Law. «JD Program & Policies». Consultado em 2008-09-02. 
  14. Russo, Eugene (2004). «The Changing Length of PhDs». Nature [S.l.: s.n.] 431 (7006): 382–383. doi:10.1038/nj7006-382a. PMID 15372047. Consultado em 2008-09-02.