Justes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Justes 
  Freguesia portuguesa extinta  
Justes está localizado em: Portugal Continental
Justes
Localização de Justes em Portugal Continental
Coordenadas 41° 20' 56" N 7° 37' 11" O
Concelho primitivo Vila Real
Concelho (s) atual (is) Vila Real
Freguesia (s) atual (is) São Tomé do Castelo e Justes
Fundação 20 de Abril de 1956
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
- Total 8,64 km²
População (2011)
 - Total 333
    • Densidade 38,5 hab./km²
Orago Santa Maria Madalena

Justes foi uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real. Tinha 8,64 km² de área[1] e 333 habitantes (2011[2]). Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013,[3] sendo o seu território integrado na União das Freguesias de São Tomé do Castelo e Justes.

Possuía no seu território um único lugar (Justes).

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Justes (1960–2011)
1960

[4]

1970

[5]

1981

[6]

1991

[7]

2001

[8]

2011

[2]

638 506 561 482 432 333
Distribuição da População por Grupos Etários em 2001 e 2011
Idade 0-14 15-24 25-64 > 65 0-14 15-24 25-64 > 65
2001 43 50 210 129 10,0% 11,6% 48,6% 29,9%
2011 23 28 157 125 6,9% 8,4% 47,1% 37,5%

História[editar | editar código-fonte]

Teve povoamento pré-histórico (conforme comprovam achados arqueológicos datáveis do Neolítico e da Idade do Bronze), mas de Justes há notícias apenas na Idade Média, com uma carta de povoamento datada de 1 de Agosto de 1222.[9]

Pertenceu a São Lourenço de Ribapinhão (freguesia actualmente integrada no concelho de Sabrosa) e, pelo menos desde 1721 (data da Relação de Vila Real e seu Termo), a Lamares. Em 20 de Abril de 1956 foi desanexada desta, passando a constituir a sua própria freguesia.[10]

Na sequência da reorganização administrativa ditada pela Lei n.º 22/2012,[11] o seu território foi anexado ao da vizinha freguesia de São Tomé do Castelo, passando o conjunto a designar-se oficialmente União das Freguesias de São Tomé do Castelo e Justes.[3] Assim, "Justes" foi de facto extinta enquanto designação oficial de freguesia.

Património Cultural[editar | editar código-fonte]

  • Capela de Santa Maria Madalena [1]

Notas e Referências

  1. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1
  2. a b INE (2012) – "Censos 2011 (Dados Definitivos)", "Quadros de apuramento por freguesia" (tabelas anexas ao documento).
  3. a b Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  4. INE (1964) – "X Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes às 0 horas de 15 de Dezembro de 1960. Tomo I, volume I" (Censos 1960), p. 90 (ficheiro: p. 116).
  5. INE (1975) – "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: População e Alojamento por lugares: distrito de Vila Real", p. 42. (Ficheiro: "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: continente e ilhas" (Censos 1970), p. 1026.)
  6. INE (1983) – "XII Recenseamento Geral da População, II Recenseamento Geral da Habitação: Resultados Definitivos: Distrito de Vila Real" (Censos 1981), p. 5 (ficheiro: p. 15).
  7. INE (1993) – "Censos 91: Resultados Definitivos – Região do Norte", p. 34 (ficheiro: p. 32).
  8. INE (2003) – "Censos 2001: Resultados definitivos: XIV Recenseamento Geral da População, IV Recenseamento Geral da Habitação: Norte", p. 27 (ficheiro: p. 130).
  9. Ribeiro Aires (2007) — História das Freguesias do Concelho de Vila Real. Vila Real: Maronesa. pp. 297 ss.
  10. Decreto-Lei n.º 40 578, de 20 de Abril de 1956.
  11. Diário da República, Regime jurídico da reorganização administrativa territorial autárquica, Lei n.º 22/2012, de 30 de maio

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.