Juvénal Habyarimana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Juvénal Habyarimana
Habyarimana em 1980
3 º Presidente de Ruanda
Período 5 de julho de 1973 a 6 de abril de 1994
Antecessor(a) Grégoire Kayibanda
Sucessor(a) Théodore Sindikubwabo
Dados pessoais
Nascimento 8 de março de 1937
Ruanda-Urundi
Morte 6 de abril de 1994 (57 anos)
Kigali, Ruanda
Cônjuge Agathe Habyarimana
Partido Movimento Republicano Nacional por Democracia e Desenvolvimento
Religião Católico[1]

Juvénal Habyarimana (8 de março de 1937 - 6 de abril de 1994) foi o terceiro presidente da República de Ruanda, cargo que ocupou mais tempo do que qualquer outro presidente até o momento, de 1973 até 1994. Durante seu mandato de 20 anos, favoreceu o seu próprio grupo étnico, os hutus, e apoiou a maioria hutu no vizinho Burundi contra o governo tutsi.[carece de fontes?] Ele foi apelidado de "Kinani", uma palavra Kinyarwanda que significa "invencível".

Habyarimana foi descrito pelos críticos como um ditador,[2] que citam o fato de ser reeleito por unanimidade, com 98,99% dos votos em 24 de dezembro de 1978, 99,97% dos votos em 19 de dezembro de 1983, e 99,98% dos votos em 19 de dezembro de 1988.[2] Durante o seu governo, Ruanda tornou-se um Estado totalitário em que os dirigentes do partido Movimento Republicano Nacional por Democracia e Desenvolvimento exigiam que as pessoas cantassem e dançassem em bajulação ao presidente em concursos de massas de "animação" política.[2] Embora no país, em geral, a pobreza cresceu um pouco menos durante o mandato de Habyarimana, a grande maioria dos ruandeses permaneceu em situação de extrema pobreza.[2]

Em 6 de abril de 1994, ele foi morto quando seu avião, transportando também o presidente do Burundi, Cyprien Ntaryamira, foi derrubado perto do Aeroporto Internacional de Kigali. Seu assassinato inflamou as tensões étnicas na região e ajudou a desencadear o genocídio de Ruanda.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Stearns, Jason K. Dancing in the Glory of Monsters: The Collapse of the Congo and the Great War of Africa, p. 158
  2. a b c d Philip Gourevitch (1998). We Wish to Inform You That Tomorrow We Will Be Killed With Our Families. [S.l.: s.n.] 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Cargos políticos


Precedido por
Grégoire Kayibanda
Presidente de Ruanda
5 de julho de 1973 – 6 de abril de 1994
Sucedido por
Théodore Sindikubwabo