Katia Suman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Kátia Suman)
Ir para: navegação, pesquisa

Katia Suman (Salvador, 8 de julho de 1957) é uma jornalista, comunicadora e produtora cultural brasileira.

É graduada em Ciências Sociais pela PUCRS, Mestre em Comunicação Social pela Unisinos e doutoranda em Letras pela UFRGS.[1] Filha de Daurecy Fróes e Fernando Rui Suman, jogador de futebol conhecido pelo apelido de Gago, Katia nasceu em Salvador, onde seu pai atuava no Esporte Clube Vitória, mas com poucos meses de idade mudou-se com a família para Porto Alegre. Estudou no Colégio Júlio de Castilhos, onde fez um curso técnico de redatora publicitária. Com 18 anos começou a trabalhar com publicidade em São Paulo, onde viveria sete anos, iniciando também estudos superiores de Letras, que abandonou antes de concluir. No mesmo período fez algumas experiências com teatro.[2]

Nesta altura veio a conhecer a Rádio Bandeirantes (depois Rádio Ipanema FM) de Porto Alegre, que mantinha uma programação diferenciada. Apresentando uma proposta de trabalho privilegiando a música brasileira, foi contratada em 1983. Na Ipanema permaneceria por muitos anos, assumindo diversas funções e ganhando renome como locutora, comentarista e programadora musical, apoiando músicos e bandas emergentes e prestigiando na programação uma variedade de gêneros.[3][4] Contribuiu de forma importante para consolidar o prestígio da Rádio Ipanema, e nas palavras de Luiz Artur Ferraretto, a locutora era extremamente popular "graças à sua performance ao microfone nas noites dos 94,9 MHz, quando abre espaço para os, na sua expressão frequente, 'radiouvintes', em conversas que variam do hilário a uma profundidade 'papo-cabeça', não usual na programação jovem de consumo rápido de outras estações. Na gerência de programação da rádio, Katia aprofunda o posicionamento de mercado da emissora, que passa a se autodefinir como uma estação voltada ao 'segmento AB Rock Forever Young', em outras palavras: rock, a música, e atitude rock, a rebeldia, para todas as idades".[5]

Depois lançou uma emissora própria na internet, a Rádio Elétrica, centrada em temas ligados à sustentabilidade, consumo, comportamento, leis, política, ativismo e urbanismo; trabalhou na TV COM apresentando o Programa Camarote, na FM Cultura, na Pop Rock FM, e na Unisinos FM.[6][3]

Foi a idealizadora e desde o início tem sido um dos organizadores e apresentadores do Sarau Elétrico, projeto de música e literatura realizado desde 1999 no Bar Ocidente, que gerou um livro e ficou entre os finalistas do Prêmio VivaLeitura de 2014, promovido conjuntamente pela Organização dos Estados Ibero-Americanos, o Ministério da Cultura e o Ministério da Educação. Até aquela data havia realizado mais de 700 apresentações e alcançado cerca de 50 mil pessoas.[7] É membro fundador dos coletivos Ocupa Cais Mauá e Cais Mauá de Todos, que lutam para preservar o sítio histórico e paisagístico do Cais Mauá contra um projeto oficial de revitalização que tem causado uma grande polêmica.[8]

Katia Suman é considerada uma das vozes mais conhecidas do rádio rio-grandense.[9][4][10] Recebeu o Prêmio Joaquim Felizardo de 2007 na categoria Mídias Culturais/Rádio, homenagem que reconhece relevantes contribuições culturais;[11] foi uma das finalistas do Troféu Mulher IMPRENSA de 2011, na categoria Âncora de Rádio,[12] e uma das personalidades destacadas pelo projeto Vozes do Rádio, mantido pela Faculdade de Comunicação Social da PUCRS.[2] Foi jurada do Prêmio Açorianos de Literatura de 2009[13] e do concurso Poemas no Ônibus e no Trem de 2015, mantido pela Prefeitura,[14] e tem sido convidada de vários eventos artísticos e culturais. Sua forte ligação com a capital do estado e o trabalho cultural que desenvolve foram reconhecidos pela Câmara de Vereadores, que em 2010 lhe concedeu o título de Cidadã de Porto Alegre.[15]

Referências

  1. Seminário Contaí: curadores. Virada Sustentável, 2017
  2. a b Projeto Vozes do Rádio [Gabriela Klaus & Tiago Decker Medeiros]. "Kátia Suman: Apresentação". Famecos / PUCRS, mai/2016
  3. a b Ribeiro, Milton. "Katia Suman relembra papel da Ipanema em relação ao rock e garante: liberdade era total". Sul 21, 08/05/2015
  4. a b Teló, Luiz Paulo. "Katia Suman: Não tenho perfil para trabalhar em nenhuma rádio das que existem no FM hoje". Entrevista especial. Culturíssima, 27/09/2015
  5. Ferraretto, Luiz Artur. Rádio e Capitalismo no Rio Grande do Sul: as emissoras comerciais e suas estratégias de programação na segunda metade do século 20. Editora da ULBRA, 2007, p. 549
  6. "Katia Suman volta ao rádio com seu programa de entrevistas". Coletiva, 28/10/2015
  7. Sarau Elétrico. Prêmio VivaLeitura, 2014
  8. Pereira, Juliana. "Katia Suman: O espaço público precisa permanecer público". Jornalismo Ambiental, 15/07/2015
  9. Metz, Anahy. "Programa Primeira Pessoa deste sábado entrevista Kátia Suman". Redação Secom, 25/11/2011
  10. "Katia Suman volta a Ipanema e estreia Talk Radio". Revista Press, 08/07/2011
  11. "Emoção marca a entrega do II Prêmio Joaquim Felizardo". RS Virtual, 15/01/2008
  12. "Conheça as finalistas da categoria Âncora de Rádio do Troféu Mulher IMPRENSA 2011". Portal IMPRENSA, 03/02/2011
  13. Scomazzon, Carlos. "Prêmio Açorianos de Literatura 2009 escolhe finalistas". Wordpress, 14/11/2009
  14. "Portarias". Diário Oficial de Porto Alegre, 03/06/2015
  15. Oliveira, Leonardo. "Kátia Suman recebe título de Cidadã de Porto Alegre". Câmara Municipal de Porto Alegre, 15/10/2010