Köprülü Fazıl Ahmet Paşa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Köprülü Fazıl Ahmet Paşa
Nascimento 1635
Veles
Morte 3 de novembro de 1676 (40–41 anos)
Edirne
Sepultamento Istambul
Cidadania Império Otomano
Etnia Albaneses
Progenitores
  • Köprülü Mehmed Pasha
Irmão(s) Köprülü Fazıl Mustafa Pasha
Ocupação político,

Köprülü Fazıl Ahmet Paşa era grão-vizir do Império Otomano, filho de Köprülü Mehmet Paşa e fundador da Família Köprülü. No final de seu reinado, o Império Otomano atingiu sua maior expansão territorial da história. A única vez na história do Império Otomano em que o posto de Grão-Vizir foi herdado de pai para filho.[1]

Fazıl Ahmet Paşa dá continuidade à política de controle administrativo e disciplina financeira implacável de seu pai. Ao contrário de seu pai, ele não é tão rígido em revelar casos de corrupção, mas não hesita em punir com a morte. Políticas e ações intransigentes para estabilizar o estado, junto com o patrocínio, fizeram de Fazil Ahmet Paşa um dos maiores estadistas otomanos.

Fazıl Ahmet Paşa também entra na história por ter contribuído para uma das maiores humilhações da história do Judaísmo, após a negação pública do Messias e a conversão de Sabbatai Zevi ao Islã. Sob Fazil Ahmet Paşa, foi realizado o último Sínodo de Jerusalém (1672) da Igreja Ortodoxa.

Na arte, sua regra se reflete na pintura “Cossacos escrevem carta ao Sultão turco (Repin)”. O filme búlgaro “Tempo de divisão”, baseado no romance de mesmo nome, reflete artisticamente eventos do período do grande vizirado de Fazil Ahmet Paşa. O filme foi escolhido pelos telespectadores da Televisão Nacional da Bulgária como o filme búlgaro mais querido de todos os tempos. [2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A ́goston, Ga ́bor; Masters, Bruce Alan (21 de maio de 2010). Encyclopedia of the Ottoman Empire (em inglês). [S.l.]: Infobase Publishing 
  2. "Tempo de divisão" é o filme favorito dos espectadores búlgaros (em búlgaro)