Caonze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de K-11)
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Caonze é um bairro nobre do município brasileiro de Nova Iguaçu.[1] A prefeitura de Nova Iguaçu considera a grafia correta Caonze mas na prática a grafia "K-11" é mais usada.

Geografia[editar | editar código-fonte]

É um bairro predominantemente residencial, com uma taxa de endereços residenciais da ordem de 93,35%.[2]

Delimitação[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Decreto Municipal de Nova Iguaçu 6629 de 2003

005 – CAONZE - Começa no encontro do prolongamento da Rua Lopes Trovão com o Ramal Ferroviário de Passageiros da Flumitrens. O limite segue pelo eixo deste ramal até a Divisa municipal com o Município de Mesquita – Lei n.º 3253, de 25 de setembro de 1999, segue por esta divisa até a Cota Altimétrica de 100(cem) metros, segue por esta cota altimétrica até o prolongamento da Rua Lopes Trovão, segue por esta e por seu prolongamento (excluída) até o ponto inicial desta descrição.

História[editar | editar código-fonte]

Há relatos, muitos provenientes da tradição oral, acerca da existência de um antigo quilombo na região onde atualmente localiza-se o Caonze. Há também a existência da "Pedra do Quilombo", acidente geográfico localizado no bairro.[3] O nome “Quanza” aparece formalmente pela primeira vez no testamento de Luiz Manoel da Cunha, em 1799[3], sendo uma referência ao Kwanza (Kuanza ou Cuanza), como era chamado pelos negros, numa referência ao maior rio de Angola. O local era situado próximo à Maxambomba, que posteriormente seria chamada Nova Iguaçu.[3] Com o tempo, o Kwanza foi gradativamente se transformando em K-11 pela transformação da língua.

Em 1940, foi fundado o Lar de Jesus no bairro, pelo Professor Leopoldo, proprietário do tradicional Colégio Leopoldo, situado no Centro.[4]

Atualmente, o K-11 é conhecido como "bairro nobre de Nova Iguaçu" por causa dos belos prédios que se tem ali por perto. As luxuosas casas daquela região fazem parte do bairro K-11, como muitos acham, e até moradores de lá se identificam.

É comum a identificação do K-11 como tudo que for do lado sul da linha do trem, porém o K-11 só se estende da passarela do Leopoldo (Rua vereador Helcio Chambarelli) até a fronteira com Mesquita.

Os principais pontos de referencia do bairro são os grandes prédios Azul e Amarelo (D. Pedro I e II), a praça central, a antiga secretária de saúde e a caixa d'água que servia para abastecer a cidade.

O unico ônibus que passa no bairro é o Mirante Nova Iguaçu - K11 1001

Referências

  1. Prefeitura de Nova Iguaçu. «Bairros». Consultado em 14 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  2. consultarcep. «Caonze, Nova Iguaçu - RJ». Consultado em 19 de dezembro de 2012 
  3. a b c Jornal Folha do Iguassu. blogspot.com.br/2011/12/bairro-k-11-teria-sido-um-quilombo.html «Bairro K-11 teria sido um Quilombo?» Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 19 de dezembro de 2012 
  4. Colégio Leopoldo. «Nossa Memória». Consultado em 19 de dezembro de 2012 
Brasão de Nova Iguaçu.svg Este artigo é um esboço sobre a cidade de Nova Iguaçu. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.