IPE KW2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de KW-2 Biguá)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IPE KW2
Planador
Descrição
Tipo / Missão Planador de uso civil
País de origem  Brasil
Fabricante IPE Aeronaves
Período de produção 1975-76?
Primeiro voo em 1976 (43 anos)
Tripulação 1
Passageiros 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 7,9 m (25,9 ft)
Envergadura 16,6 m (54,5 ft)
Área das asas 17,8  (192 ft²)
Alongamento 15.5
Peso(s)
Peso vazio 260 kg (573 lb)
Peso carregado 450 kg (992 lb)
Razão máxima de planeio 1:28 à 70 km/h (43,5 mph)

KW2 Biguá - é um planador experimental, biplace, dotado de asas com enflechamento negativo,[1] construído no Brasil. O seu protótipo for projetado pelo engenheiro Kuno Widmaier.[2] Ele foi construído em parte por uma empresa paranaense, a IPE Aeronaves,[3] e com o apoio do Aeroclube de Novo Hamburgo, tendo voado pela primeira vez em 19 de Dezembro de 1974. Tendo o DAC adquirido o projeto do Quero-quero, também a aquisição do projeto do KW2 "Biguá" (nome de uma ave da região sul do Brasil) [1] foi considerada pelo DAC, em continuidade ao projeto de equipar os aeroclubes do Brasil com planadores de construção nacional. Mas o Biguá foi preterido em favor do modelo IPE Nhapecan, inteiramente projetado e construído pela IPE. Ele foi utilizado para instrução primária [3] em Novo Hamburgo. Apenas um protótipo foi construído.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b História da construção aeronáutica no Brasil. [S.l.]: Aquarius Editora e Distribuidora de Livros, pág. 224. 1982  Adicionado em 28 de Junho de 2019.
  2. Simons, Martin (1976). Sailplanes: 1965-2000. [S.l.]: EQIP, pág. 20  (em inglês) Adicionado em 28 de Junho de 2019.
  3. a b Pereira de Andrade, Roberto (1976). A construção aeronáutica no Brasil, 1910-1976. [S.l.]: Editora Brasiliense, págs. 235-236  Adicionado em 28 de Junho de 2019.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]