KaiOS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O KaiOS é um sistema operacional baseado em Linux de código aberto derivado do B2G OS que é o sucessor do Firefox OS, surgiu em 2017, sendo utilizado principalmente por telefones celulares mais básicos (chamados de feature phones).

O sistema suporta aplicações baseadas em HTML5, 4G LTE E, GPS e Wi-Fi, possui uma loja de aplicativos própria (KaiStore), em 2018 recebeu um investimento de 22 milhões de dólares da Google.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Sebastien Codeville, CEO da KaiOS Technologies (com sede em Hong Kong), monta um time de desenvolvedores com o objetivo de criar um novo sistema operacional para celulares simples, usando como base o fracassado FireFox OS, da Mozilla. O foco era otimizar o sistema para o teclado físico dos celulares comuns, mas principalmente, oferecer conectividade 4G e um ecossistema de apps nesses aparelhos.

O primeiro celular com o sistema é lançado em 2017, o Alcatel GO FLIP, claramente voltado para o público mais idoso.

O aparelho foi um sucesso, e isso acabou chamando a atenção de grandes companhias como a Nokia/HMD, a gigante indiana Jio, e até o Google.

No ano seguinte, a Nokia lança o famoso “Banana Phone” rodando KaiOS durante o MWC 2018, e a Jio lança o Jio Phone na Índia. Ambos fizeram tanto sucesso, que o Google decidiu entrar com tudo no projeto, fazendo um investimento de 22 milhões de dólares para o desenvolvimento do sistema.

Obviamente, o maior interesse do Google nesse negócio era levar os seus serviços – Google Assistente, YouTube, Maps, entre outros – para todos os usuários que ainda estavam fora do mundo digital.

Mais recentemente, o mesmo interesse surgiu no Facebook, que correu para disponibilizar a rede social e o WhatsApp no sistema.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. https://techcrunch.com/2018/02/26/kaios/
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 19 de abril de 2019. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]