Saltar para o conteúdo

Kalidou Koulibaly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Kalidou Koulibaly
Kalidou Koulibaly
Koulibaly com a Seleção Senegalesa em 2021
Informações pessoais
Nome completo Kalidou Koulibaly
Data de nascimento 20 de junho de 1991 (33 anos)
Local de nascimento Saint-Dié-des-Vosges, França
Nacionalidade senegalês
francês
Altura 1,87 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Al-Hilal[1]
Número 3
Posição zagueiro
Clubes de juventude
1999–2003
2003–2006
2006–2009
2009–2010
Saint-Dié
Metz
Saint-Dié
Metz
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2011
2010–2012
2012–2014
2014–2022
2022–2023
2023–
Metz II
Metz
Genk
Napoli
Chelsea
Al-Hilal
00031 0000(2)
00046 0000(1)
00092 0000(3)
00317 000(14)
00032 0000(2)
00028 0000(1)
Seleção nacional3
2011–2012
2015–
França Sub-20
Senegal
00011 0000(0)
00074 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 21 de dezembro de 2023.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 21 de novembro de 2023.

Medalhas
Competidor do Senegal
Campeonato Africano das Nações
Ouro Camarões 2021 Jogador
Prata Egito 2019 Jogador

Kalidou Koulibaly (Saint-Dié-des-Vosges, 20 de junho de 1991) é um futebolista senegalês que atua como zagueiro. Atualmente joga pelo Al-Hilal.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Koulibaly nasceu em Saint-Dié-des-Vosges, na França, filho de pais senegaleses. Sua carreira no futebol começou no clube local SR Saint-Dié em 1999, em 2003 assinou um contrato com o Metz, onde ficou até 2013 quando foi contratado pelo Genk, da Bélgica.

Metz[editar | editar código-fonte]

Antes do início da temporada 2010–11, Koulibaly assinou seu primeiro contrato profissional concordando com um contrato de um ano. O zagueiro fez sua estreia profissional no dia 20 de agosto de 2010, saindo do banco de reservas na vitória de 1 a 0 contra o Vanne, em jogo válido pela Ligue 2.

Genk[editar | editar código-fonte]

Koulibaly ingressou no Genk no dia 29 de junho de 2012, depois de assinar um contrato de quatro anos. O zagueiro estreou pela equipe no dia 23 de agosto, numa derrota de 2 a 1 para Luzern, da Suíça, em partida válida pelos play-offs da Liga Europa da UEFA. Já no dia 23 de dezembro, Koulibaly marcou seu primeiro gol pelo Genk em uma derrota em casa por 4 a 2 para o Anderlecht.

Napoli[editar | editar código-fonte]

Koulibaly na UEFA Champions League 2019-20 jogando pelo Napoli

Koulibaly foi contratado pelo Napoli no dia 2 de julho de 2014, num contrato de cinco anos, por uma quantia de cerca de 6,5 milhões de libras.[3] Estreou no dia 19 de agosto, num empate de 1 a 1 com o Athletic Bilbao válido pelas fases preliminares da Liga dos Campeões da UEFA. Koulibaly marcou seu primeiro gol pela equipe no dia 24 de setembro, num empate de 3 a 3 com o Palermo.[4]

Após oito temporadas, titular absoluto e líder no setor defensivo Koulibaly deixou o Napoli onde disputou 317 jogos, ele é o 9º jogador com mais partidas pelo clube na história.[5]

Chelsea[editar | editar código-fonte]

Contratado pelo Chelsea em julho de 2022, Koulibaly estreou pelo novo clube no dia 6 de agosto, na vitória por 1 a 0 contra o Everton, fora de casa, em jogo válido pela Premier League.[6]Koulibaly marcou seu primeiro gol pelo Chelsea em sua estreia em casa em 14 de agosto, exibindo um voleio poderoso em um empate em casa por 2-2 contra o Tottenham.[7]

Após uma temporada com a camisa dos Blues, Koulibaly deixou Stamford Bridge, onde registrou 32 partidas, com dois gols marcados e uma assistência.[8]

Al-Hilal[editar | editar código-fonte]

Na tarde de 25 de junho de 2023, o Al-Hilal anunciou a contratação de Kalidou Koulibaly, o clube árabe pagou 23 milhões de euros (aproximadamente R$ 120 milhões) aos Blues, um contrato válido por três temporadas. A expectativa é de que seu novo salário seja na casa de 25 milhões de euros (cerca de R$ 130 milhões) por ano.[9]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Koulibaly nasceu e foi criado na França por pais senegaleses e, portanto, era elegível para as duas nações. Ele jogou pela equipe Sub-20 da França a partir de 2011. No entanto, no início de setembro de 2015, apesar do interesse do treinador francês Didier Deschamps,[10] Koulibaly mudou de federação e passou a defender a Seleção Senegalesa. Ele estreou por Senegal no dia 5 de setembro, numa vitória por 2 a 0 contra a Namíbia. Dois anos depois foi convocado para a Copa das Nações Africanas de 2017.

Em maio de 2018, o zagueiro foi convocado para a Copa do Mundo FIFA realizada na Rússia.[11]

Quatro anos depois, já como capitão da equipe, Koulibaly fez parte da conquista do Campeonato Africano das Nações de 2021 (adiado para 2022 devido à pandemia de COVID-19). Na final, Senegal empatou por 0 a 0 com o Egito, mas venceu na disputa por pênaltis.[12]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Genk
Napoli
Al-Hilal
Seleção Senegalesa

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Al-Hilal anuncia Koulibaly, zagueiro ex-Chelsea». ge. 25 de junho de 2023. Consultado em 26 de junho de 2023 
  2. «Al-Hilal anuncia Koulibaly, zagueiro ex-Chelsea». ge. 25 de junho de 2023. Consultado em 26 de junho de 2023 
  3. «Napoli, arriva il primo colpo. Visite e firma per Koulibaly» (em italiano). la Repubblica. 19 de maio de 2014. Consultado em 11 de fevereiro de 2022 
  4. «Napoli 3-3 Palermo» (em inglês). ESPN. 24 de setembro de 2014. Consultado em 11 de fevereiro de 2022 
  5. «Chelsea assina contrato com Koulibaly, ex-Napoli». Primeiro Jornal. Consultado em 25 de junho de 2023 
  6. «Chelsea vence Everton fora de casa em sua estreia no Inglês». Terra. 6 de agosto de 2022 
  7. «Chelsea 2-2 Tottenham: Antonio Conte and Tuchel Tuchel sent off after Harry Kane's last-gasp equaliser» (em inglês). Sky sports. Consultado em 25 de junho de 2023 
  8. «Chelsea anuncia saída de Koulibaly para o Al Hilal, da Arábia Saudita». ESPN. Consultado em 25 de junho de 2023 
  9. «AO VIVO: KOULIBALY É ANUNCIADO NO AL-HILAL; BROZOVIC PERTO DO AL-NASSR». Onefootball. Consultado em 25 de junho de 2023 
  10. Leo Escudeiro (21 de fevereiro de 2016). «Deschamps pensa em Koulibaly na seleção. Só faltou lhe avisarem que ele já joga por Senegal». Trivela. Consultado em 11 de fevereiro de 2022 
  11. «Com Mané e Koulibaly, Senegal divulga os 23 convocados para Copa». Terra. 18 de maio de 2018. Consultado em 11 de fevereiro de 2022 
  12. «Senegal vence Egito nos pênaltis e é campeão da Copa Africana de Nações». UOL. 6 de fevereiro de 2022 
  13. Nelson Oliveira (10 de junho de 2019). «Chegou a hora de conhecer a seleção e os melhores da Serie A 2018/19». Trivela. Consultado em 21 de julho de 2022 
  14. «IFFHS MAN TEAM - CAF - OF THE DECADE 2011-2020» (em inglês). IFFHS. Consultado em 25 de julho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]