Karina Barum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Karina Barum
Nome completo Karina Barum Lima
Nascimento 11 de agosto de 1970 (51 anos)
Brasília, DF
Ocupação Atriz
Atividade 1994–presente

Karina Barum Lima (Brasília, 11 de agosto de 1970) é uma atriz e professora de teatro brasileira.[1] Ganhou destaque em 1998 ao interpretar Shirley em Torre de Babel. Em 2006 mudou-se para Florianópolis para lecionar teatro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou no teatro infantil, em A Bela Adormecida. Sua carreira adulta começa com Os Menestréis em 1994. No mesmo ano, é chamada para sua primeira telenovela, 74.5: Uma Onda No Ar, na extinta Rede Manchete, e participou da série Confissões de Adolescente. Seguiu a carreira com peças e trabalhos na televisão e no cinema, estreando em filmes em O Monge e a Filha do Carrasco. Logo chegou a Rede Globo, fazendo a 3ª temporada de Malhação. Em 1998, viveu o auge da carreira ao interpretar Shirley em Torre de Babel, que seria sua única novela das oito. Para a personagem, que tinha problemas de locomoção devido a uma deficiência, chegou a usar bota ortopédica e fazer fisioterapia para entender melhor como Shirley se sentiria.[2][3][4][5]

Na sequência a protagonista de Louca Paixão, em 1999, e sua primeira antagonista em A Padroeira, em 2001.[6] Em 2000 tinha sido escalada para o papel de Bianca em O Cravo e a Rosa, mas foi substituída sem maiores explicações por Leandra Leal. Em 2004 interpretou Graziela na telenovela Esmeralda, no SBT. Após fez participações em Carga Pesada e Linha Direta. Em 2006 se mudou para Florianópolis, em Santa Catarina, e se tornou professora de teatro.[2][7] Durante este tempo fez os filmes Invasores (2012) e A Palavra (2019).[8] Em 2021 retornou retomou a carreira na televisão ao integrar a telenovela Gênesis.[9]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser brasiliense, Karina passou a adolescência em Porto Alegre, herdando do período um sotaque gaúcho, tendo se mudado para São Paulo apenas com 20 anos.[10] As visitas esporádicas a Florianópolis levariam, no futuro, a decisão de se mudar para a capital catarinense, onde mora desde 2011 no Campeche. Na cidade, ela dá aulas de interpretação em um grupo de teatro, atua em peças e faz filmes ocasionalmente.[6][11][12][13]

Tem uma irmã, a atriz e cantora Vanessa Barum. Teve um relacionamento com o diretor Luciano Luz entre 1998 e 2004. Os dois tiveram uma filha, Manuela, nascida em 2003. Atualmente é casada com o veterinário Luis Carlos Stein.[14][15]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1994 Confissões de Adolescente Fabíola Palmeira Episódio: "O Que Eu vou ser Quando Crescer"[16]
74.5: Uma Onda no Ar Tuca
1996 Você Decide Clara Episódio: "Justiça"[17]
1997 Malhação Débora Matos[18] Temporada 3
1998 Torre de Babel Shirley da Silva[19][20][21][22][23][24]
1999 Louca Paixão Letícia Moraes[25][26]
2001 A Padroeira Tiburcina Peixoto[27]
2004 Esmeralda Graziela Álvares Real
2006 Carga Pesada Selma Episódio: "Mistério no Trecho"
Linha Direta Genivalda Melo da Silva Episódio: "Cabo Anselmo"
2010 Tribunal na TV Alice Lourenço Episódio: "Até Que a Morte nos Separe!"
2011 Cláudia França Episódio: "Amantes do Pecado"
2021 Gênesis Zilpa
A3 Adalgisa [28]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1995 O Monge e a Filha do Carrasco Benedicta
1996 Buena Sorte Soraya
2004 O Quinze Conceição
2005 Três Pedras Nara Curta-metragem
2012 Invasores Carol[27]
2018 Anjo do Leste Francesca Curta-metragem
2019 A Palavra[29] Isadora

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1993 - A Bela Adormecida (infantil)
  • 1994 - Os Menestréis
  • 1995 - Deus
  • 1996 - Na Piscina dos teus Olhos
  • 2001 - Suburbia
  • 2003 - O Mistério de Gioconda (como atriz e produtora)
  • 2004 - De Alma Lavada (como atriz e produtora)
  • 2006 - Lolitas
  • 2008 - Herótica - Cartilha Feminina para Homens Machos
  • 2009 - E a Vida Continua
  • 2010 - Como Monitorar um Homem
  • 2010 - As Mentiras que os Homens Contam (baseada no livro homônimo de Luiz Fernando Veríssimo)
  • 2010 - Trair e Coçar É Só Começar[27]

Referências

  1. KARINA Barum. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa491461/karina-barum. Acesso em: 31 de Ago. 2020. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7
  2. a b Lopes, Fernanda (21 de outubro de 2016). «Shirlei original, Karina Barum é esquecida pela TV e dá aula na praia». Notícias da TV. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  3. «Karina Barum, a Shirley 'manca', revê Danton Mello 20 anos depois». Hoje em Dia. 2 de outubro de 2018. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  4. Prado, Paulo Almeida (1 de novembro de 2016). «Por onde anda o elenco de Torre de Babel?». TV História. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  5. «Karina Barum, a Shirley 'manca', revê Danton Mello 20 anos depois». Istoé. 2 de outubro de 2018. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  6. a b Bernardo, André (16 de setembro de 2001). «Aprendiz de feiticeira». Folha de Londrina. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  7. «KARINA BARUM». Museu da TV. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  8. «Karina Barum ministra oficina de preparação artística». Arroz de Fyesta. 29 de abril de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  9. Goes, Tony (15 de novembro de 2019). «Depois de anos afastada da TV, Karina Barum volta em série de época». Folha de S.Paulo. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  10. «Karina Barum». Culturamix. Março de 2010. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  11. Silvia Vinhas (10 de Junho de 2009). «Karina Barum: Mãe e atriz». Consultado em 7 de Maio de 2012 
  12. Lopes, Cintia (1 de setembro de 2001). «Num passe de mágica». Folha da Região. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  13. Gutierrez, Luiza (26 de dezembro de 2015). «Na série Entrevista, um bate-papo com a atriz Karina Barum». ND Mais. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  14. «Karina Barum faz hidro enquanto o parto não chega». Vírgula. 8 de agosto de 2003. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  15. Santiago, Anna Luiza (21 de fevereiro de 2016). «Aos 45, Karina Barum fala da família e relembra Shirley Manca». O Globo. Patrícia Kogut. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  16. Elena Corrêa (17 de abril de 1994). «Emoções de uma estreante». O Dia. TV-Pesquisa. Consultado em 12 de julho de 2018 
  17. Otávio Grillo (4 de maio de 1997). «A nova romântica de 'Malhação'». O Estado de São Paulo. TV-Pesquisa. Consultado em 12 de julho de 2018 
  18. Patrícia Kogut (2 de fevereiro de 1997). «A doce namorada de Dado entra em cena nas férias». O Globo. TV-Pesquisa. Consultado em 12 de julho de 2018 
  19. «Assim na ficção como na vida real». O Globo. TV-Pesquisa. 14 de junho de 1998. Consultado em 12 de julho de 2018 
  20. «Entre o velho sonho e o novo amor». O Globo. TV-Pesquisa. 23 de agosto de 1998. Consultado em 12 de julho de 2018 
  21. Beatriz Coelho Silva (30 de agosto de 1998). «A Gata Borralheira mostra suas garras». O Estado de São Paulo. TV-Pesquisa. Consultado em 12 de julho de 2018 
  22. «Final feliz». Veja. TV-Pesquisa. 11 de novembro de 1998. Consultado em 12 de julho de 2018 
  23. «AACD ajuda Karina Barum a compor a Shirley de 'Torre'». Folha de S.Paulo. TV-Pesquisa. 29 de novembro de 1998. Consultado em 12 de julho de 2018 
  24. «Karina Barum e Cacá Carvalho: revelações». O Estado de São Paulo. TV-Pesquisa. 20 de dezembro de 1998. Consultado em 12 de julho de 2018 
  25. Giovannini, Deborah (14 de fevereiro de 1999). «Presídio vira estúdio da Record». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  26. Patrícia Kogut (2 de fevereiro de 1997). «A doce namorada de Dado entra em cena nas férias». O Globo. TV-Pesquisa. Consultado em 12 de julho de 2018 
  27. a b c «Karina Barum». KarinaBarum.com. Consultado em 12 de julho de 2018. Arquivado do original em 17 de agosto de 2018 
  28. «Série de época estrelada pela atriz Karina Barum dramatiza tabus da classe média». muitainformacao.com.br. Consultado em 22 de julho de 2021 
  29. «A Palavra, filmado em PE, tem pré-estreia no Recife, nesta segunda». NE10. 17 de setembro de 2017. Consultado em 31 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.