Kathy Kirby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Kathy Kirby (nome verdadeiro: Kathleen O'Rourke, (20 de outubro de 1938 - 19 de maio de 2011),[1][2], Ilford, Essex) foi uma cantora britânica que atingiu a sua popularidade durante os anos 1960.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Kirby tornou-se numa das estrelas britânicas em meados dos anos 1960, surgindo no "Royal Variety Performance" e em três séries da BBC. Kirby representou o Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1965, onde terminou em segundo lugar com a canção "I Belong". O historiador John Kennedy O'Connor descreve aquela canção como sendo represetnante dos gostos atuais gostos musicais que outras canções desse festival,[3] mas ela foi derrotada pela cantora francesa France Gall que representou o Luxemburgo. Kirby cantou o tema principal da série da BBC Adam Adamant Lives!.

A sua popularidade começou a diminuir depois dos meados dos anos 60, Gravou 12 e um álbum entre 1967 e 1973, mas foram um fracasso de vendas. Continuou a surgir em vários programas como em 1974 no programa The Wheeltappers and Shunters Social Club, um show de variedades. Em 31 de dezembro de 1976, cantou o êxito Secret Love.

Durante a década de 1970, Kirby viu-se a braços com a bancarrota e com alguns problemas mentais, mas fez várias aparências na televisão e participou nalguns concertos. Em dezembro de 1983,[2] retirou-se do mundo do show business.

Kirby passou seus últimos anos em South Kensington, área de Londres. Vivia numa situação triste, com problemas físicos e mentais.[4][5]. Nunca mais cantou em público, mas em 2005 gravou de forma amadora uma versão da canção "She de Charles Aznavour", que pode ser descarregada online [6].

Sucessos[editar | editar código-fonte]

Ano Título Top de vendas
UK Singles Chart
1963 "Dance On" 11
"Secret Love" 4
1964 "Let Me Go, Lover!" 10
"You're The One" 17
1965 "I Belong" 36

[7]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

A sobrinha de Kirby Sarah Jane Thatcher é casada com o filho de Margaret Thatcher's Mark.

Referências

  1. «In search of Kathy Kirby, the star who fell to Earth - Yorkshire Post». Consultado em 28 de junho de 2010 
  2. a b Kathy Kirby - Biography
  3. O'Connor, John Kennedy. The Eurovision Song Contest - The Official History. Carlton Books, UK. 2007. ISBN 978-1-84442-994-3
  4. Tragic Tale Of Kathy - Bradford Telegraph and Argus)
  5. http://www.express.co.uk/posts/view/67135/No-comeback-for-pop-legend-Kathy-Kirby
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de junho de 2010. Arquivado do original em 28 de maio de 2009 
  7. Roberts, David (2006). British Hit Singles & Albums 19ª ed. Londres: Guinness World Records Limited. p. 304. ISBN 1-904994-10-5 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prêmios e realizações
Precedido por
Matt Monro
com "I Love the Little Things"
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção
1965
Sucedido por
Kenneth McKellar
com "A Man Without Love"