Kh-59 Ovod

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Kh-59 Ovod
(OTAN: AS-13 'Kingbolt')
Kh-59M Ovod-M (AS-18 'Kazoo')
Kh-59MK2 maks2009.jpg
Kh-59MK2 no MACS em 2009
Tipo Míssil ar-terra
Míssil antinavio
Local de origem  União Soviética/ Rússia
História operacional
Em serviço 1980-presente
Utilizadores Rússia, China, Índia, Argélia
Histórico de produção
Criador Raduga
Fabricante Tactical Missiles Corporation
Especificações
Peso 930 kg (2 050 lb)[1]
Comprimento 570 cm (220 in) [1]
Ogiva Fragmentação [1]
Motor Kh-59 :foguete de dois estágios
Kh-59ME : foguete e turbofan
Envergadura 130 cm (51 2 in) [1]
Alcance
Operacional
Kh-59ME(export) :115 km (62 nmi)[1]
Kh-59ME : 200 km (110 nmi)
Kh-59MK : 285 km (150 nmi)
Velocidade Mach 0.72-0.88[1]
Sistema de
orientação
Sistemas de navegação inercial (além de TGM-Sistema de guia por TV), Extremely high frequency busca ativa por radar (Kh-59MK, Kh-59MK2 nas versões de ataque ao solo)[3]
Plataforma de
lançamento
Kh-59ME: Su-30MK[1]
Kh-59 : Su-24M, MiG-27, Su-17M3/22M4, HAL Tejas, Sukhoi Su-25, Sukhoi Su-30, Sukhoi Su-35, Sukhoi Su-37[4]

O Kh-59 Ovod (em russo: Х-59 Овод 'Gadfly'; AS-13 'Kingbolt') é um Míssil de cruzeiro russo guiado por TV com uma variante com maior ogiva e motor turbofan. Inicialmente era um míssil para ataque ao solo, mas a variante Kh-59MK é antinavio. [3]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Foi baseado inicialmente no Raduga Kh-58 (AS-11 'Kilter'), porém foi abandonado devido a velocidade muito alta para visualização de aquisição de alvos.

A Raduga OKB desenvolveu o Kh-59 nos anos de 1970 como uma versão de longo alcance do para o Kh-25 (AS-10 'Karen'),[5] como armamento padrão de precisão para o Su-24M e últimos modelos de MiG-27.[4] Os sensores elétrico-opticos para essas e outras armas, caso do Kh-29 (AS-14 'Kedge') e bombas matriz KAB-500 Kr, foram desenvolvidos pela S A Zverev NPO em Krasnogorsk.[5]

Acredita-se que o desenvolvimento da Kh-59M começou nos anos 1980. [3] Detalhes do Kh-59M foram revelados no início dos anos de 1990.[3]

Design[editar | editar código-fonte]

O Kh-59 original é propulsionado por combustível sólido de foguete, e incorpora a aceleração pela cauda. Os estabilizadores dobráveis estão localizados na frente do míssil, com asas e leme na parte traseira. Os Kh-59 em cruzeiro ficam na altitude entre 7 metros acima da água ou 100-1.000 metros acima do solo com a ajuda de um radioaltímetro. Ele pode ser lançado à velocidade de 600 até 1,000 km/h em altitudes de 0,2 a 11 km e tem possibilidade de erro aproximado de 2 a 3 metros.[2] É lançado de um pilone aeronáutico AKU-58-1.[4]

O Kh-59ME possui um motor turbofan abaixo do corpo, apenas na frente das asas traseiras, porém mantém o acelerador pós combustível. Possui sistema duplo para navegação, consistindo em um inercial até a área do alvo e um de televisão para guia-lo até o alvo em si. [1]

As coordenadas de alvo são determinadas antes do lançamento do míssil, e a primeira fase do voo é conduzida sobre orientação inercial. Na distância de 10 km do alvo, o sistema de controle por tv é ativado. O operador dentro da aeronave identifica o alvo visualmente e trava o míssil nele.

O motor turbofan 36MT foi desenvolvido para a classe de mísseis Kh-59M, sendo produzidos pela NPO Saturn da Rússia. [6]


História Operacional[editar | editar código-fonte]

O Kh-59 pode ser carregado pelo MiG-27, Su-17M3, Su-22M4, Su-24M, Su-25 e pela família Sukhoi Su-30 com o pod APK-9; mas só foi colocado em serviço no Su-24M pela Rússia. [4]

Variantes[editar | editar código-fonte]

Kh-59ME
  • Kh-59 (AS-13 'Kingbolt') - versão original com dois foguetes de combustível sólido. Apresentados em 1991; exportados como Kh-59 ou Kh-59E.[5]
  • Kh-59M (AS-18 'Kazoo') - motor turbofan e ogiva maior. Alcande de 115 km.[1]
  • Kh-59ME - 200 km de alcance para variante de exportação em 1999.[3]
  • Kh-59MK - 285 km-range, variante antinavio com turbofan e sistema de radar ativo ARGS-59.[3]
  • Kh-59MK2 - Variante para ataque ao solo do Kh-59MK (fire-and-forget).[3]
  • Kh-59M2 - Kh-59M/Kh-59MK com novos sistemas de guia de TV/IIR, apresentados em 2004.[3]
  • Kh-20 - possível nome para variante nuclear carregada por aviões da família Su-27.[3]
  • Kh-59L - variante com guia a laser.[4]
  • Kh-59T - variante com guia por TV no lugar de laser.
  • Kh-59MK2 - AS-22 versão invisível, com propulsão de foguete ou turbofan, apresentada no MAKS 2015. A versão leve e compacta possui alcance de 290km (para exportação) e 550km (para mercado interno). Rumores sobre uma versão "especial" para Índia com alcance estendido para 350km.

Houve propostas de desenvolvimento para desenvolvimento do Kh-59M/ME com outras cargas, porém seu status de desenvolvimento é incerto.[4][7]

Operadores[editar | editar código-fonte]

Operadores militares do Kh-59:
  Operadores
  Ex-operadores

Operadores atuais[editar | editar código-fonte]

Ex-operadores[editar | editar código-fonte]

 União Soviética
Força Aérea Soviética

Armas similares[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i Rosoboronexport Air Force Department and Media & PR Service, AEROSPACE SYSTEMS export catalogue (PDF), Rosoboronexport State Corporation, p. 124 
  2. a b «Raduga Kh-59 (AS-13 Kingbolt) e Kh-59M (AS-18 Kazoo)». Consultado em 22 de dezembro de 2008. 
  3. a b c d e f g h i «Kh-59M, Kh-59ME Ovod-M (AS-18 'Kazoo')», Jane's Air-Launched Weapons, 3 de dezembro de 2010, consultado em 28 de abril de 2011. 
  4. a b c d e f Kh-59 Ovod (AS-13 'Kingbolt'), 24 de outubro de 2007, consultado em 3 de fevereiro de 2009. 
  5. a b c «Kh-59 (AS-13 'Kingbolt'/Ovod)», Jane's Strategic Weapon Systems, 9 de setembro de 2008, consultado em 3 de fevereiro de 2009. 
  6. «Saturn military engines for unmanned aerial vehicles». NPO Saturn website. Consultado em 28 de abril de 2011. 
  7. Wiebe, Virgil; Titus Peachey (2000). «Clusters of Death». The Mennonite Central Committee Global Report on Cluster Bomb Production and Use. Mennonite Central Committee. Consultado em 28 de abril de 2011.. Also known as the Kh-59M Ovod-M, the AS-18 is modernized version of AS-13 Kingbolt ... The warhead can be either a 705-lb high explosive or 617-lb cluster submunitions. 
  8. http://armstrade.sipri.org/armstrade/page/trade_register.php
  9. 2011 Annual Report of Tactical Missile Corporation, http://bmpd.livejournal.com/290141.html