Khalifah bin Said de Zanzibar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Khalifa I bin Said de Zanzibar

Sayyid Khalifa I bin Said Al-Busaid, GCMG, (1852- 13 de fevereiro de 1890) (em árabe: خليفة بن سعيد البوسعيد) foi o terceiro Sultão de Zanzibar. Ele foi o sucessor de Barghash bin Said,[1] governou Zanzibar de 26 de março de 1888 à 13 de fevereiro de 1890, e foi sucedido por seu irmão, Ali bin Said Al-Busaid.

Durante seu governo, Zanzibar continuou sofrendo humilhantes perdas terrotoriais para os europeus: em troca de 200.000 libras esterlinas, ele cedeu a costa de Tanganica à Alemanha. Em 1890, o que sobrou do sultanato foi proclamado um protetorado britânico.[1]

Referências

  1. a b Governo da Tanzânia, National Website, History [em linha]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ruete, Emily, Ulrich Haarmann (Editor), E. Van Donzel (Editor), Leiden, Netherlands, (1992): An Arabian Princess Between Two Worlds: Memoirs, Letters Home, Sequels to the Memoirs, Syrian Customs and Usages. ISBN 90-04-09615-9
Precedido por
Barghash bin Said
Sultão de Zanzibar
1888–1890
Sucedido por
Ali bin Said