Kherson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Quersoneso.
Kherson
  Cidade  
Khersonkollage.jpg
Símbolos
Bandeira de Kherson
Bandeira
Brasão de armas de Kherson
Brasão de armas
Localização
Kherson está localizado em: Ucrânia
Kherson
Localização de Kherson na Ucrânia
Coordenadas 46° 38' N 32° 35' E
País Ucrânia (de jure)

Rússia (reividicado\de facto)

Oblast Kherson
Características geográficas
Área total 135,7 km²
População total (2020) 286 958 ​ hab.
Código postal 73000

Kherson, Cherson ou Quérson[1] (em ucraniano: Херсон) é uma cidade portuária no território sul da Ucrânia e atualmente está ocupada pela Russia. É o centro administrativo do óblast de Kherson. Kherson é um importante porto do mar Negro e do rio Dniepre, e sede de um importante conjunto de empresas de indústria naval. Tem 135,7 km² de área e sua população em 2020 foi estimada em 286.958 habitantes.[2]

Kherson (em ucraniano: Херсо́н , IPA: [xerˈsɔn]) é uma cidade no sul da Ucrânia. É o centro administrativo de Kherson Oblast e um centro econômico. Kherson é um importante porto no Mar Negro e no rio Dnieper, e o lar de uma importante indústria de construção naval. É o centro do raion de Kherson e abriga a administração da hromada urbana de Kherson, uma das hromadas da Ucrânia.[3]

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada por um decreto de Catarina, a Grande, em 18 de junho de 1778, na margem alta do Dnieper, como fortaleza central para a Frota do Mar Negro. Em 1783, a cidade recebeu os direitos para se tornar uma cidade distrital, com a abertura de um estaleiro local. No mesmo ano a Kherson Shipping Company iniciou suas operações. Em 1803, a cidade tornou-se a capital da província de Kherson. A cidade foi ocupada pelo Terceiro Reich de 19 de agosto de 1941 a 13 de março de 1944.

Desde 2014, Kherson abriga o escritório do representante do presidente ucraniano na Crimeia.[4]

Até 18 de julho de 2020, Kherson foi incorporada como uma cidade de importância oblast e o centro do município de Kherson. O município em si foi abolido em julho de 2020 como parte de uma reforma administrativa da Ucrânia, que reduziu o número de raions de Kherson Oblast para cinco. A área do município de Kherson foi incorporada ao recém-criado Kherson Raion.[5][6]

A cidade foi palco de intensos combates nos primeiros dias da invasão russa da Ucrânia em 2022 (ofensiva de Kherson).[7] A cidade foi ocupada pelos russos em 2 de março de 2022.[8] Em 1º de maio, a Rússia começou a trocar a moeda local para o rublo[9]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A cidade recebeu o nome da cidade-colônia de Quersonesos, localizada na Crimeia, sendo a primeira cidade do projeto grego de Grigory Potemkin e Catarina II. O antigo nome "Chersoneso" era da antiga palavra do dialeto grego chersonesos, que significava península, costa.[10][11] A versão bizantina, que aparece pela primeira vez nos dias do imperador Zenão, foi usada para o nome.

Idioma[editar | editar código-fonte]

línguas 1897[12] 2001[13]
ucraniano 19,6% 53,4%
russo 47,2% 45,3%
iídiche 29,1%
polonês 1,7%
alemão 0,7%

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é continental húmido (Dfa) na classificação climática de Köppen-Geiger[14].

Temperatura do ar (em ºC) [15]
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Máxima 15,0 18,6 22,1 32,0 37,7 39,5 40,5 40,7 33,3 32,0 21,8 16,5 40,7
Máximo Médio 1,4 2,2 7,7 15,7 22,3 26,4 29,3 28,9 22,8 15,6 7,8 2,8 15,3
Média −1,7 −1,3 3,2 10,1 16,1 20,4 22,9 22,3 16,7 10,4 4,1 −0,2 10,3
Mínimo Médio −4,5 −4,5 −0,5 5,0 10,1 14,6 16,8 16,0 11,3 5,9 1,0 −2,8 5,7
Mínima −26,3 −24,4 −20,2 −7,9 −1,5 5,8 9,2 6,6 −5 −7,6 −16,2 −22,2 −26,3

Principais pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

Catedral de Santa Catarina, Kherson
  • A Igreja de Santa Catarina, construída na década de 1780, supostamente segundo os projetos de Ivan Starov, que abriga o túmulo do príncipe Potemkin .
  • Cemitério judaico – Kherson tem uma grande comunidade judaica que foi estabelecida em meados do século XIX.[16] De 1959 a 1990 não havia sinagoga em Kherson. Desde então, tanto a vida judaica quanto Kherson cresceram e se desenvolveram em uma atmosfera de paz.[17] Em 6 de abril de 2012, ocorreu um ato de vandalismo no cemitério judaico em uma das festas mais importantes do calendário judaico, a festa da Páscoa . O fogo, que foi provocado intencionalmente, espalhou-se imediatamente por uma área de cerca de 700 metros quadrados e causou graves danos às sepulturas e lápides.[18]
  • Torre de TV Kherson
  • Farol Adziogol, uma estrutura hiperbolóide projetada por Vladimir Shukhov em 1911

Pessoas importantes[editar | editar código-fonte]

Cidades gêmeas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Rocha, Carlos (29 de março de 2022). «Topónimos da Ucrânia». Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Consultado em 29 de março de 2022 
  2. «Чисельність наявного населення України (População Atual da Ucrânia)» (PDF) (em ucraniano). Serviço Estatal de Estatísticas da Ucrânia. Consultado em 9 de julho de 2021 
  3. «Херсонская громада» (em russo). Портал об'єднаних громад України. Consultado em 26 de setembro de 2021. Arquivado do original em 27 de agosto de 2021 
  4. Official website Arquivado 3 março 2016 no Wayback Machine.
  5. «Про утворення та ліквідацію районів. Постанова Верховної Ради України № 807-ІХ.». Голос України (em ucraniano). 18 de julho de 2020. Consultado em 3 de outubro de 2020. Arquivado do original em 9 de julho de 2021 
  6. «Нові райони: карти + склад» (em Ukrainian). Міністерство розвитку громад та територій України. 17 de julho de 2020. Consultado em 26 de setembro de 2021. Arquivado do original em 2 de março de 2021 
  7. Reuters (26 de fevereiro de 2022). «Fighting under way near Kherson, Mykolaiv, Odessa - Ukrainian official». Reuters (em inglês). Consultado em 26 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2022 
  8. «Vladimir Putin set to 'cut Ukraine in two' as key city of Kherson falls to Russians». Consultado em 3 de março de 2022 
  9. «Ukraine war: Resistance to Russian rouble in Kherson». BBC News (em inglês). 1 de maio de 2022. Consultado em 30 de maio de 2022 
  10. Янко М.Т. (1998). Топонімічний словник України: словник-довідник. [S.l.: s.n.] 
  11. Лучик В.В. (2014). Етимологічний словник топонімів України. [S.l.: s.n.] 
  12. Национальный состав населения городов (по языку) Arquivado 13 agosto 2015 no Wayback Machine Всероссийская перепись населения 1897
  13. Ukrainian census in Kherson Oblast[ligação inativa].
  14. «Köppen Climate Classification System | National Geographic Society». education.nationalgeographic.org. Consultado em 2 de junho de 2022 
  15. «Климат Херсона - Погода и климат». www.pogodaiklimat.ru. Consultado em 19 de junho de 2022 
  16. «KHERSON». JewishEncyclopedia.com. Consultado em 19 de agosto de 2012. Arquivado do original em 22 de setembro de 2012 
  17. Zalman, Nelson (24 de fevereiro de 2009). «Anti-Semitic Incitement, Poor Economy Have Kherson's Jews Worried». Merkos L'Inyonei Chinuch. Consultado em 19 de agosto de 2012. Arquivado do original em 15 de outubro de 2012 
  18. «Вандалы подпортили светлый еврейский праздник Песах». Bagnet.org. Consultado em 19 de agosto de 2012. Arquivado do original em 10 de abril de 2012 
  19. Levy, Clifford J. "Georgi A. Arbatov, a Bridge Between Cold War Superpowers, Is Dead at 87" Arquivado 6 fevereiro 2015 no Wayback Machine, The New York Times, 2 October 2010.
  20. «Self-destructive dance superstar Sergei Polunin: 'Ukraine put me on a list of terrorists'». TheGuardian.com. 7 de março de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Kherson
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Ucrânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.