Kim Petras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kim Petras
Kim Petras no GayMat 2012
Informação geral
Nome completo Kim Petras
Também conhecido(a) como Princesa do Pop Adolescente
Nascimento 27 de agosto de 1992 (24 anos)
Origem Colônia
País  Alemanha
Gênero(s) Pop
Ocupação(ões) 2017 (cantora) presente
2007 (modelo) presente
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 2007 – presente
Gravadora(s) BunHead (2017 - presente)
Afiliação(ões) Klaas
Influência(s) Belinda
Britney Spears
Demi Lovato
JoJo
Página oficial Site Oficial

Kim Petras, (Colônia, 27 de agosto de 1992) é uma cantora, compositora, modelo, e dançarina alemã. Alguns críticos a denominam como Princesa do Pop Adolescente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

1992— 07: Primeiros anos e início da carreira[editar | editar código-fonte]

Kim Petras nasceu em 27 de Agosto de 1992, com o nome de Tim Petras. Seus pais, Lutz e Konni, disseram que a partir de dois anos de idade, ela começou insistindo que era uma menina. Pouco a pouco, se tornou aparente que "não era apenas uma fase". Os pais procuraram ajuda profissional, mas não foi fácil encontrar pessoas conhecedoras sobre o assunto, até encontrarem o Dr. Bernd Meyenburg da Universidade de Frankfurt que foi chefe de uma clínica para crianças e havia estudado transexualidade desde os anos 1970. Em 2006, Petras, então com treze anos, fez sua primeira aparição significativa na mídia em um programa na TV Stern. Nele, ela descreveu sua transição de gênero e o tratamento médico que recebeu no o Endokrinologikum (endocrinologia centro) em Hamburgo pelo Dr. Achim Wusthof. No entanto, foi somente no ano seguinte, com quatorze anos, que Petras ganhou atenção mundial dos meios de comunicação. Isso aconteceu depois que ela apareceu em um documentário da televisão alemã e um talk show lutando para obter a permissão para a cirurgia de readequação sexual aos dezesseis anos. De acordo com a lei alemã, a pessoa deve ter no mínimo 18 para ser autorizada a submeter-se a esse tipo de cirurgia. Em 2007, a publicidade gerada resultou em aparições na TV em matérias sobre sua transição de gênero aos doze anos, e descrevendo-a como "a mais jovem transexual do mundo". Esta afirmação, no entanto, é imprecisa, como transtornos de identidade de gênero muitas vezes são diagnosticados na infância e a transição em menores de doze anos, embora incomum, não é desconhecida. No entanto, Petras pode ter sido uma das mais jovens na época a receber tratamentos hormonais femininos. Em setembro de 2007, Kim foi contratada como modelo para uma rede nacional de salões de beleza alemães.

2008— 16: Operação, Publicidade e Pausa na Carreira[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2008, Kim Petras anunciou em seu blog que tinha feito finalmente a cirurgia de readequação sexual [1]. A história chegou aos meios de comunicação em 4 de Fevereiro de 2009 e apareceu nos jornais de todo o mundo, inclusive na primeira página de alguns. O que atraiu a atenção da mídia mundial é que Kim pode ter sido a pessoa mais jovem do mundo a submeter-se a cirurgia para mudança de sexo. Em 2010, como modelo, foi fotografada por Philipp Paulus, para a grife de Lennart Wronkowitz. Em meados de 2011, realizava videos para o youtube, contando sobre sua vida pessoal, viagens realizadas, cobrindo eventos, entrevistando artistas como Justin Bieber e a banda Tokio Hotel. Ao decorrer dos anos, realizou covers de artistas como Britney Spears, Chris Brown e Demi Lovato, obtendo muitos fãs ao longo dos anos, por sua voz e talento. Em 2013, realiza alguns duetos com Klaas e anuncia em suas redes sociais "pausa na carreira" para cuidar de assuntos pessoais. Em 2014, com a pausa em sua carreira para cuidar de assuntos pessoais, esteve focada em buscar inspirações para um novo projeto. No segundo semestre de 2015, anunciou que esteve ausente de suas redes sociais, pois esteve de mudança para Los Angeles, juntamente com a sua irmã mais velha para viver novas experiências. Em 2016, esteve realizando várias composições, em busca de gravadoras e produtores para a apresentação de suas canções.

2017— Atualmente: Mudanças e Retorno[editar | editar código-fonte]

Após três anos, buscando inspirações, produtores e gravadoras, em agosto de 2017, retorna a música com o seu primeiro single "I Don't Want It At All"[2], faixa produzida por Dr. Luke[3], o mesmo produtor dos hits de Cirkut e Kesha, disponibilizada nas plataformas digitais, a faixa ficou em primeiro lugar na playlist "United States Viral 50" do spotify charts e foi criticada positivamente pelo blogueiro Perez Hilton. Atualmente, está finalizando a produção de seu primeiro álbum de estúdio.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2017 TBA
Singles
Ano Título Álbum
2017 I Don't Want It At All I Don't Want It At All - Single

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kim Petras

Referências

  1. «Transexual finaliza troca de sexo iniciada aos 12 anos». CidadeVerde.com. 4 de fevereiro de 2009. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  2. «A Little Sip Of This And A Hit Of That». PerezHilton.com. 4 de agosto de 2017. Consultado em 15 de agosto de 2017 
  3. «Kim Petras Shares Debut Dr. Luke-Produced Single». Out.com. 2 de agosto de 2017. Consultado em 15 de agosto de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.