Kim Wall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kim Wall
Kim Isabel Fredrika Wall
Nascimento 23 de março de 1987
Suécia Trelleborg
Morte 10 de agosto de 2017
Nacionalidade sueca
Alma mater Reino Unido London School of Economics and Political Science
Estados Unidos Universidade de Columbia
Ocupação Jornalista
Página oficial
https://kim-wall.com/
Twitter
https://twitter.com/kimw4ll

Kim Wall (Trelleborg, 23 de março de 198710 de agosto de 2017) foi uma jornalista independente sueca. A sua morte ocorreu a bordo do mini-submarino particular UC3 Nautilus, propriedade do inventor dinamarquês Peter Madsen.[1][2][3]

Kim Wall nasceu na proximidade da cidade de Trelleborg, na província histórica sueca da Escânia. Passou a sua infância e juventude na cidade de Malmö. Estudou “Paz e conflito” na Universidade de Lund (2007-2008). Estudou “Relações internacionais” e graduou-se na London School of Economics and Political Science (2011). Depois de uma passagem pela Universidade da Sorbonne de Paris, formou-se em “Jornalismo” e em “Assuntos Internacionais” pela Universidade de Columbia, nos Estados Unidos.[2]
Como jornalista, escreveu artigos publicados nos jornais The Guardian, New York Times e TIME. Trabalhou em sítios considerados perigosos, e dedicou-se a temas como o feminismo, a pobreza e a política externa. Fez reportagens a partir do Haiti, do Uganda, de Sri Lanka e das Ilhas Marshall. Em 2016, recebeu o Prémio Hansel Mieth para a “Melhor reportagem digital”.[2]

Referências

  1. DN/Lusa (23 de agosto de 2017). «Suspeito da morte de jornalista sueca mantém a versão de "acidente"». Diário de Notícias. ISSN 0870-1954. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  2. a b c Simon Lundberg. «Journalisten Kim Wall blev bara 30 år – så var hennes liv» (em sueco). Nyheter 24. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  3. «Polícia confirma que corpo mutilado é de jornalista que desapareceu em submarino». O Globo. Consultado em 24 de agosto de 2017