Kimiya Yui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kimiya Yui

Astronauta da JAXA
Nacionalidade Japão japonês
Nascimento 30 de janeiro de 1970 (48 anos)
Kawakami, Japão
Missões Soyuz TMA-17M, Expedição 44, Expedição 45
Insígnia da missão Soyuz-TMA-17M-Mission-Patch.png ISS Expedition 44 Patch.svg ISS Expedition 45 Patch.png

Kimiya Yui (Kawakami, 30 de janeiro de 1970) é um astronauta japonês.

Formado pela Academia Nacional de Defesa do Japão em 1992, ele alistou-se na Força Aérea e tornou-se piloto de testes de jatos F-16. Trabalhando posteriormente em planejamento de Defesa com a patente de tenente-coronel, foi selecionado para o curso de astronautas da JAXA, a agência espacial japonesa. Como nenhum astronauta japonês pode ter ligações com as Forças Armadas do país, de acordo com a política oficial do governo japonês que separa o campo científico civil do campo militar, Yui foi obrigado a passar para a reserva para poder se tornar efetivo e qualificado como astronauta da agência espacial, sendo o primeiro deles com raízes nas Forças Armadas. Em 2012 ele tornou-se membro ativo do projeto NEEMO, programa da NASA dedicado ao estudo da sobrevivência humana no laboratório submarino Aquarius, para preparação de tripulações para futuras explorações espaciais, passando 11 dias submerso.[1]

Foi ao espaço em 22 de julho de 2015, integrando a tripulação da nave russa Soyuz TMA-17M, para uma missão de longa duração de cerca de cinco meses a bordo da Estação Espacial Internacional, participando das Expedições 44 e 45.[2] Retornou em 11 de dezembro depois de passar 142 dias em órbita.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «NEEMO 16 - Status Report» (PDF). NASA. Consultado em 23 de julho de 2015. 
  2. «Soyuz Rocket Boosts Expedition 44 Crew to the International Space Station». NASA. Consultado em 23 de julho de 2015. 
  3. «Soyuz TMA-17M Return to Earth - December 11, 2015». spaceflight101live.com. Consultado em 26 de janeiro de 2016.