King (Art of Fighting)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: King (Art of Fighting)
King [1]
Informações gerais
Série Art of Fighting, The King of Fighters e SNK vs.
Primeiro jogo Art of Fighting

King (キング, Kinggu?) é uma personagem de videogame criada pela empresa fabricante de videogames SNK. Se fez presente nas séries Art of Fighting (onde é a única personagem feminina jogável), The King of Fighters e SNK vs.

História[editar | editar código-fonte]

Art of Fighting[editar | editar código-fonte]

A história de King começa na Tailândia. Quando era pequena, foi enviada para lá para aprender Muay Thai com seu irmão mais novo, Jan, do qual sempre cuidou como uma mãe. Demonstrou ser uma boa lutadora, podendo lutar sozinha. Mas não podia lutar em um torneio oficial porque era uma mulher.

No ano seguinte, um misterioso lutador de cabelo loiro e curto, vestindo camisa, inscreveu-se no torneio. Era King, disfarçada. Ela progrediu, chegando às finais, onde teria que lutar com o campeão atual. A luta era equilibrada, mas ela (o lutador apenas conhecido pelo pseudônimo King) foi levando vantagem. Com fúria, o campeão atual segurou a camisa de King, que chutou-o em retorno. A força do impacto rasgou a camisa. Logo, a multidão ficou pasma ao ver que King era uma mulher. Os organizadores do torneio consideraram a final inválida, e King foi expulsa. Humilhada, viajou para os Estados Unidos, onde começaria uma vida nova com Jan. Cinco anos antes dos eventos em Art of Fighting, ela sofre uma derrota humilhante quando é encontrada por Jack Turner e sua gangue de motociclistas.

Pobre e desempregada pelos seus atormentadores, King foi forçada a trabalhar para um misterioso homem chamado Mr. Big, como gerente e segurança em seu restaurante de luxo L´amour. Um dia, um homem chamado Ryo Sakazaki entrou em seu bar e exigiu informações sobre Mr. Big para encontrar Yuri, sua irmã seqüestrada. King se recusou a responder, e disse que se quisesse uma informação, teria de lutar. Ryo não sabendo que ela era mulher, lutou com toda a sua força. A luta estava equilibrada, mas num Ko'ou Ken desferido em seu peito, ela caiu longe, e mais uma vez sua camisa rasgou. Ryo se surpreendeu ao ver que King era mulher, ajudando-a a se levantar, e dizendo que sentia muito. Ninguém tinha tratado-a com tanto respeito antes. Desde então, por mais que se recusasse a aceitar, King gostou muito de vê-lo. Retribuindo o respeito, ajudou Ryo a encontrar Yuri, e logo parou de trabalhar para Mr. Big.

King abriu um bar em Southtown com Duck King como DJ. Também contratou as gêmeas Sally e Elizabeth como garçonetes.

The King of Fighters[editar | editar código-fonte]

Em 1994, King recebeu um convite para participar do novo torneio The King of Fighters, que introduzia um modo de batalha em equipes de três. Antes de decidir o que fazer com o convite, Yuri e a ninja Mai Shiranui apareceram para formar equipe. King aceitou, e formou a primeira equipe só de mulheres, o Women Fighters Team, que manteve sua formação também em 1995. Em 1996, Yuri teria que voltar à equipe de seu pai, Takuma. King recebeu a visita de Kasumi Todoh (filha de seu amigo Ryuhaku Todoh) no bar, logo aceitando-a no lugar de Yuri.

Embora Jan estivese doente, conseguiu se recuperar graças aos esforços da irmã e decidiu lutar, para no futuro se tornar um lutador como ela. Depois do torneio, King gostou de passar mais tempo com Jan, embora tenha sido convidada pela promotora do último torneio, Chizuru Kagura, a participar com ela no torneio de 1997. Chizuru disse que tomaria conta de Jan, para que King não se preocupasse.

King voltou a seu bar mais uma vez para dar uma olhada. Tudo parecia calmo, até que chegou um convite para o torneio de 1999. Seria mais difícil formar um time, agora que era necessário mais um integrante.[a] Mai foi lutar ao lado de Andy e Chizuru havia voltado ao seu templo para levar sua vida em paz com o poder de Orochi novamente selado. Blue Mary procura King para mais uma de suas investigações pois está sem time,já que Mai entrou na equipe dos Lobos Solitarios e seus parceiros Billy e Ryuji haviam sumido sem motivo aparente,King informa que precisam de mais 2 membros e Elas decidem ir a area Chinesa de SouthTown. Lá,encontram com Kasumi e Li Xiangfei quase brigando devido a Kasumi comer e não pagar a conta.Mary paga as contas e King recruta Kasumi e Li Xiangfei.

Assim que o King of Fighters de 1999 acabou, King retornou ao bar e continuou trabalhando. A clientela diminuiu por causa de uma má influência do cartel NESTS nos negócios. Uma noite, Ryo e Yuri foram visitá-la, e encontrou o bar destruído. Perguntou o porquê, mas King apenas queria saber do que a maldade seria capaz agora. Incapaz de ver seu sofrimento,Yuri convida-a para a equipe Kyokugen para participar do torneio de 2000. King perguntou por se ela não participaria e ela disse que ja tinha tudo planejado junto com Mai,para o espanto de Ryo(Na verdade ela queria era um pouco de descanso de seu irmão e seu pai,e também juntar um pouco mais King de Ryo). King consegue finalmente uma chance com os homens, lutar ao lado de Ryo e vingar-se da NESTS. Mas ela se depara com a oposição de seu colega Robert Garcia, que não aceita o fato de que Yuri o deixou, e agora recusa-se a aceitar uma moça estranha vestida de homem como parceira, afinal não é sua velha amiga e nem faria jus ao time por lutar Muay Thai, que ele considerava inferior ao Caratê Kyokugenryu. Depois de uma longa luta, em que ambos se cansaram, Robert aceitou o valor de King como lutadora e portanto, sua entrada no time.

As rajadas do Canhão Zero em Southtown deixaram o bar bastante destruído, embora ainda estivesse de pé. King decidiu que era hora de ajudar a cidade que lhe acolheu quando ela era praticamente uma criança perdida. Ficou para reconstruir seu bar em Southtown, mas tinha esquecido-se do próximo torneio. Sem preocupações, Xiangfei e Mai foram ao bar para formar equipe. King não sabia o que fazer quando Hinako, colega de Mai e Yuri no último torneio, interrompeu a conversa. Estava em uma excursão escolar em Southtown, e decidiu acompanhá-las, ajudar todos que sofreram na cidade. King não só foi forçada a entrar no torneio novamente, como também a oferecer um jantar a Hinako, suas amigas e Xiangfei (com um apetite incontestável).

Depois do torneio de 2003, no qual formou time com Blue Mary e Mai, na introdução não canonica antes de chegar no primeiro chefe, King se espanta ao ver que era Chizuru, Mai também fica espantada ao verem sua antiga companheira como anfitriam do torneio, só que de uma forma maldosa, sem escolha, elas decidem lutar contra Chizuru e Maki e com a ajuda de Blue Mary, as derrotam, depois disso então King foi visitar um Takuma supostamente ferido no hospital, levando flores. O que King não imaginava é que eram apenas exames comuns (colesterol, fígado), que Takuma usou como pretexto para fazê-la entrar no Time Kyokugen novamente. Robert não estaria disponível para entrar no The King of Fighters XI - ele teria que se envolver em um projeto de sua companhia - assim só restaram Ryo e Yuri. Ryo estava conversando com King sobre o torneio - ele seria o provável sucessor do dojo Kyokugen, por isso desistiria de entrar no torneio naquele ano para se preparar. Mas King disse que se ele quisesse chegar ao Kyokugen (que significa, em sua tradução, limite máximo, teria de lutar num torneio de bom nível como o The King of Fighters. Ryo contou com sua ajuda, e formou-se o Time Kyokugen do torneio XI: King, Ryo e Yuri. Em KOF XIII, King recebe um convite para um novo torneio, mas sem esfoços, conseguer ter a ajuda de suas primeiras companheira do seu primeiro jogo, Mai e Yuri, juntas novamente, elas lutam até chegar a final, no torneio, elas lutam contra Saiki e após uma terrivel e cruel luta, ele é derrotado, mas Saiki as chama de insolentes e diz que não se espanta com a derrota, pois pederia tentar seu plano novamente com o portal do tempo, King, Yuri e Mai dizem que vão tentar pegar os três tesouros sagrados roubados por Ash, enquanto Elizabeth e sua equipe vão atrás de Saiki, agora possuido Ash, depois disso, com a morte de Saiki e o desaparecimento de Ash, elas vão a um bar e comemorar a vitória sobre Saiki, mas o que elas não imaginavam e que todas as personagens femininas que apareceram nos jogos anteriores estavam lá também, uma querendo se achar mais bonita e poderosa do que a outra, acaba havendo uma confusão e briga entre todas elas, mas as três acabam vencendo e se retiram da briga sem mais e nem menos!!!!

Personalidade[editar | editar código-fonte]

King é uma mulher generosa e de confiança com seus amigos, mas não perdoa seus inimigos. Ela sempre foi muito reservada, e não gosta de agir como mulher ao lado de homens fortes. Sempre tente falar e agir como um homem, mas seu lado feminino sempre é visto quando expõe seus sentimentos. Gosta de beber alguns drinks, mas nunca ficou bêbada. Adora seu irmão Jan, e está sempre cuidando dele. Ela se sente segura apenas ao lado de Ryo, o único homem importante para ela.

Estilo[editar | editar código-fonte]

King usa um estilo próprio de Muay Thai, baseado na fusão de golpes e técnicas de duas artes marciais: o Savate (Boxe Francês ou Kickboxing Francês) e o Muay Thai (Boxe Tailandês).

Histórico de times[editar | editar código-fonte]

  • '94: Yuri, Mai, King (Women Fighters Team)
  • '95: Yuri, Mai, King (Women Fighters Team)
  • '96: Kasumi, Mai, King (Women Fighters Team)
  • '97: Chizuru, Mai, King (Women Fighters Team)
  • '98: Chizuru, Mai, King (Women Fighters Team)
  • '99: King, Blue Mary, Kasumi, Xiangfei, (Women Fighters Team)
  • 2000: Ryo, Robert, King, Takuma (Art of Fighting Team)
  • 2001: King, Mai, Hinako, Xiangfei (Women Fighters Team)
  • 2003: King, Mai, Blue Mary (Women Fighters Team)
  • XI: Ryo, Yuri, King (Art of Fighting Team)
  • XIII: Yuri, Mai, King (Women Fighters Team)
  • XIV: King, Mai, Alice (Women Fighters Team)

Aparência e vestuário[editar | editar código-fonte]

Em todos os jogos, King permanece com um penteado curto e veste um elegante tipo de smoking, com variações ao longo dos anos.

Art of Fighting[editar | editar código-fonte]

No primeiro jogo da série, aparece sem casaco, apenas com luvas pretas, uma calça de cor clara e uma camisa, com gravata e alguns detalhes. Em Art of Fighting 2, sua calça torna-se azul, e inclui-se um casaco branco, com detalhes da cor de sua calça, além de passar a usar brincos.

The King of Fighters[editar | editar código-fonte]

No jogo de '94, o smoking passa a ser mais tradicional, com casaco e calça de mesma cor e uma faixa amarela. Em vez do azul, a cor padrão torna-se bordô, que permanece até hoje. Em '96, o casaco é substituído por um colete abotoado e as luvas, antes pretas, agora ficam na cor padrão.[b]

Em '98, suas vestimentas tornam-se semelhantes às de Art of Fighting 2, apenas permanecendo a cor bordô. Em 2000, ela volta a usar uma roupa semelhante à de '94, mudando apenas o estilo da luva, que antes era sem dedos e agora é branca, cobrindo os dedos. No artwork oficial de 2001, é a única vez em que usa maquiagem. A roupa de 2000 é a que continua até hoje (pode-se ver em sua última aparição, em The King of Fighters XI).

Trívia[editar | editar código-fonte]

  • O rasgar da camisa de King é retratado em Art of Fighting, The King of Fighters '94 e '95 . Quando derrotada com um ataque especial, sua camisa abre.
  • King aparece no longa-metragem Art of Fighting. Mesmo aparecendo como capanga de Mr. Big, condizendo com a história original, muitas outras partes da história foram alteradas. Como o fato de King, em vez de lutar com Ryo, lutar com Robert. Ela tenta atingi-lo com um Surprise Rose, mas Robert chuta seu estômago.
  • Em The King of Fighters 96, 98, 2002 e também KOF XIII, King parece ter alguma ligação com Mature e Vice, pois como ambas tem profissão, uma é garçonete e as outras duas são secretárias, ela conversa com as duas e até as comprimenta, demostrando ter algum respeito por elas, é possivel que se conheça, desde muito antes ou foram amigas de infância.
  • Sally e Elizabeth podem ser vistas em alguns cenários. Sally também aparece servindo um drink para King em uma de suas introduções.
  • O final secreto do Time Kyokugen em The King of Fighters 2000 mostra algo duvidoso: Takuma salva King de uma rajada do canhão Zero, desviando-a com um Haoh Shikou Ken, e ela agradece. Na frente de Ryo e Robert (já impressionados com a verdadeira força do Kyokugen), Takuma diz algo como "Não seja boba, eu não deixaria a mãe de um herdeiro Kyokugen morrer". Tanto Ryo e Robert quanto King ficaram confusos. Isso apenas evidenciava o fato de Takuma apoiar (de maneira um tanto explícita) o relacionamento de Ryo e King.
  • King teve ausência em The King of Fighters 2002, tendo como substituta May Lee e aparecendo apenas nas versões de Dreamcast e Playstation 2 do jogo, como personagem secreta.
  • No final secreto de The King of Fighters XI do Time Kyokugen, que se passa num restaurante, não só se vê que King está mais feminina - usando um vestido rosa - como também a sua relação com Ryo vai ficando mais evidente - Robert, Yuri e Takuma, disfarçados de garçons e gerente, respectivamente, planejam entregar a chave de uma suíte de luxo aos dois. O disfarce era evidente, e King, raivosa, vira a mesa.
  • King é uma lutadora habilidoso que ganhou fama no início da carreira ao derrotar um famoso campeão tailandês de Muay Thai. Por vários anos, como para esconder sua verdadeira identidade, ela fez esforços para retratar-se como um homem para se defender dos perigos de Southtown.
  • King usa um estilo de Muay Thai muito distinto do Kickboxing Ocidental e do Muay Thai tailandês. Ela usa saltos acrobáticos e vários chutes altos que não são utilizados tanto por lutadores tailandeses de Muay Thai. Seu estilo de luta é muito parecido com o estilo coreano de kickboxing conhecido como Kun Do Gek. Por ser francesa de nascimento, é mais do que provável que ela também empregue as técnicas do Savate (Boxe Francês ou Kickboxing Francês) em suas lutas.
  • Diz-se que a criação de King foi inspirada pela atriz e artista marcial Cynthia Rothrock.

Jogos e personagens relacionados[editar | editar código-fonte]

Jogos[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Notas e referêncais[editar | editar código-fonte]

a : Nos jogos da saga NESTS ('99 a 2001), os times são de quatro lutadores, em vez de três.
b : King veste-se da mesma forma também em Capcom vs. SNK e Capcom vs. SNK 2.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]