King Ralph

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
King Ralph
King Ralph - O Primeiro Rei Americano (PT)
Rei Por Acaso (BR)
 Estados Unidos
1991 •  cor •  97 min 
Direção David S. Ward
Produção Jack Brodsky
Roteiro David S. Ward
baseado no livro Headlong de Emlyn Williams
Elenco John Goodman
Peter O'Toole
John Hurt
Gênero comédia
Música James Newton Howard
Cinematografia Kenneth MacMillan
Edição John Jympson
Companhia(s) produtora(s) Mirage Enterprises
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 15 de fevereiro de 1991
Portugal 12 de julho de 1991
Idioma inglês
Orçamento US$ 23 milhões
Receita US$ 52,487,045
Página no IMDb (em inglês)

King Ralph (Rei Por Acaso BRA ou King Ralph - O Primeiro Rei Americano POR) é um filme de comédia anglo-estadunidense estrelando John Goodman no papel-título Ralph Jones.[1] O filme também é estrelado por Peter O'Toole como secretário particular do rei, Sir Cedric Willingham, Camille Coduri como namorada de Ralph Miranda Greene e John Hurt como o britânico Percival Graves, que faz esquemas para reclamar o trono para si mesmo.

A história é vagamente baseado no romance Headlong de Emlyn Williams. Muito pouco da história sobreviveu à transição para a tela, personagens foram alterados e a história feita em uma comédia. O filme foi um sucesso de caixa menor.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Quando toda a família real britânica é eliminada num acidente, a busca por um herdeiro do trono chega até Ralph Jones, cantor de bares em Las Vegas que recebe as orientações de seu secretário privado Willingham e precisa enfrentar Lord Graves que quer a coroa, ao mesmo tempo em que se apaixona por Miranda, uma stripper.

Erros[editar | editar código-fonte]

  • Ao citar a Lei de Traição de 1702 como sua justificativa em ordenar a prisão de Lord Graves, alegando que Graves havia interferido com a sucessão do rei Ralph ao trono, o rei Ralph havia mencionado (depois silenciosamente passando pelo verso Mnemónica), que foi aprovada pelo Rei Guilherme III de Inglaterra, quando na verdade foi aprovada no primeiro ano do reinado da rainha Ana da Grã-Bretanha.
  • O filme retrata incorretamente a Finlândia como sendo uma monarquia. De 1249-1809, a Finlândia foi parte do Reino da Suécia, em seguida, tornou-se um ducado quando a Rússia venceu a Guerra Finlandesa. Finlândia declarou sua independência em 1917, e adotou uma constituição republicana em 1919. No entanto, é provável que os criadores do filme escolheu um país sem monarquia da vida real para evitar causar ofensa ao retratar uma família real.
  • O nome do rei da Finlândia é Gustav. "Gustav" (Gustavo, em português) é tipicamente um nome sueco. Isso não é necessariamente um erro já que a maioria dos finlandeses de língua sueca têm nomes suecos. No entanto, entre os finlandeses étnicos, a versão sueca do nome Gustav não é utilizado. A versão finlandesa do nome é "Kustaa", mas esse nome é raro.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]