King Records

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
King Records
Parentesco Starday King
Fundação 1943
Fechamento 1968
Fundador(es) Syd Nathan
Gênero(s) Funk / Soul
País de origem Estados Unidos EUA
Localização Cincinnati, Ohio
Página oficial Site não oficial

King Records foi um selo de gravação fundado em 1943 por Syd Nathan em Cincinnati, Ohio. O selo foi um dos primeiros a enxergar potencial na música negra. Foi vendido em 1968 para Starday Records, mudando seu nome para Starday King. Em 1971 a Starday vendeu o contrato de James Brown (um dos seus principais artistas) para a Polydor Records. Em 1975, um selo chamado Gusto relançou algum dos discos do catálogo da King, com selos e a arte dos discos fiéis aos originais.

História[editar | editar código-fonte]

No início, a King era especializada em música country, na época conhecida como hillbilly music. King anunciava: "If it's a King, It's a Hillbilly – If it's a Hillbilly, it's a King."[1] Um dos sucessos da gravadora era "I'm Using My Bible for a Road Map" de Reno and Smiley. Gravações importantes neste campo eram feitas por Delmore Brothers e Wayne Raney. Os Delmores e Moon Mullican tocavam um estilo conhecido como country-boogie, similar ao rockabilly. Diversos artistas da King, tais como Bill Beach, estão no Rockabilly Hall of Fame. Canções populares da gravadora incluíam "I'll Sail My Ship Alone", "Blues Stay Away from Me", "Chew Tobacco Rag", "Eight More Miles to Louisville", "Sweeter Than the Flowers" e "Cherokee Boogie".

Artistas[editar | editar código-fonte]

Selos associados com a King Records[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]