Kiss Me Kate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kiss Me Kate
Beija-Me Catarina (PRT)
Dá-Me Um Beijo (BRA)
 Estados Unidos
1953 •  ansco color •  109 min 
Direção George Sidney
Produção Jack Cummings
Roteiro Dorothy Kingsley
Sam Spewack
Bella Spewack
William Shakespeare
(peça)
Elenco Kathryn Grayson
Howard Keel
Ann Miller
Gênero comédia musical
Direção de fotografia Charles Rosher
Direção de arte Cedric Gibbons
Urie McCleary
Efeitos especiais Warren Newcombe
Figurino Walter Plunkett
Edição Ralph E. Winters
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 26 de novembro de 1953
Portugal 17 de junho de 1954
Idioma inglês
francês
italiano
Orçamento US$ 1 981 000[1]
Receita US$ 3 117 000[1]

Kiss Me Kate (bra: Dá-Me Um Beijo /prt: Beija-Me Catarina) é um filme norte-americano de 1953, do gênero comédia musical, dirigido por George Sidney e estrelado por Kathryn Grayson, Howard Keel e Ann Miller.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

Kiss Me Kate é a versão para o cinema do musical homônimo de Cole Porter, que teve 1077 apresentações na Broadway entre 1948 e 1951[2] e outras 881 quanso reapresentada entre 1999 e 2001.[3]

Grande sucesso nas bilheterias, o filme é um musical dentro de um musical, isto é, os personagens planejam uma versão musical da comédia "A Megera Domada", de Shakespeare. Os personagens e a ação são definidos pelas letras e melodias de Porter.[4]

O musical de Porter foi transposto praticamente intacto para as telas. Todas as quatorze canções foram aproveitadas (algumas com ligeiros cortes nas letras). Porter ainda acrescentou "From This Moment On" (dançada por Bob Fosse), que era de outra peça -- Out of This World -- e que passou a fazer parte de todas as montagens posteriores.[5]

Porter nunca compôs nada melhor,[6] com melodias que vão do moderno ao elizabetano (nas sequências da peça de Shakespeare). Os maiores destaques são "Too Darn Hot" e "Why Can't You Behave", cantadas por Ann Miller, e "So in Love" e "Wunderbar", duetos de Kathryn Grayson e Howard Keel. E ainda "Brush Up Your Shakespeare" (maravilhoso dueto de Keenan Wynn e James Whitmore,[7] "Always True to You in My Fashion" e a própria "Kiss Me Kate". Pode-se afirmar que o filme é mais lembrado pelas suas canções.[8]

Kiss Me Kate foi filmado em 3D, mas lançado pelo sistema convencional, já que aquela novidade estava em declínio quando da estreia.[9] Mas foi relançado pelo sistema original, o que deu aos espectadores a oportunidade de se desviar de todos os objetos -- cadeiras, pratos, fruteiras -- que Kathryn Grayson e Howard Keel atiram em direção à câmera, em suas muitas batalhas domésticas...[5]

Kiss Me Kate foi o último trabalho conjunto da dupla Grayson-Keel, e o melhor de todos, segundo Ken Wlaschin.[10] Eles já haviam brilhado em Show Boat (1951) e Lovely to Look At (1952).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Lilli Vanessi e Fred Graham, famosa dupla da Broadway, não cantam juntos desde que se divorciaram. Fred e Cole Porter trabalham em uma versão musical de A Megera Domada, de Shakespeare, e concordam que a tempestuosa Catarian só pode ser interpretada por uma pessoa: Lilli! Porém, Lilli não está a fim de aceitar, principalmente após descobrir que Lois Lane, a mais recente amante de Fred, também está no elenco. Além do mais, ela está para se aposentar e casar-se com Tex Callaway. É quando aparecem dois gângsters, que cobram de Fred uma dívida feita, na verdade, pelo dançarino Bill Calhoun. Quando Lilli dá sinais de que pode mudar de ideia, Fred vai enrolando os bandidos para ganhar tempo. Estes, exasperados, forçam Lilli a contracenar com Fred para, assim, receberem o dinheiro. Entretanto, as coisas evoluem de tal forma que esses celerados acabam incluídos no espetáculo.[5]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Trilha Sonora
(Filme Musical)
Indicado
Writers Guild of America WGA Melhor Roteiro Americano
(Musicais)
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Kathryn Grayson Lilli Vanessi 'Catarina'
Howard Keel Fred Graham 'Petruchio'
Ann Miller Lois Lane 'Bianca'
Keenan Wynn Lippy
Bobby Van Gremio
Tommy Rall Bill Calhoun 'Lucentio'
James Whitmore Slug
Kurt Kasznar Batista
Bob Fosse Hortensio
Ron Randell Cole Porter
Willard Parker Tex Callaway
Dave O'Brien Ralph
Claud Allister Paul
Ann Codee Suzanne

Referências

  1. a b «Dá-Me Um Beijo». IMDB. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  2. «Kiss Me Kate». IBDB. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  3. «Kiss Me Kate». IBDB. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  4. Pye, Michael (1984). ”From Stage to Screen” in Movies of the Forties (em inglês). Londres: Orbis. ISBN 9780856136610 
  5. a b c Erickson, Hal. «Kiss Me Kate» (em inglês). AllMovie. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  6. Eames, John Douglas (1982). The MGM Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 0904230147 
  7. Maltin, Leonard (2010). Classic Movie Guide, segunda edição (em inglês). Nova Iorque: Plume. ISBN 9780452295773 
  8. Finler, Joel W. (1985). The Movie Directors Story (em inglês). Nova Iorque: Crescent Books. ISBN 0517480794 
  9. Bozzola, Lucia. «Kiss Me Kate» (em inglês). AllMovie. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  10. Wlaschin, Ken (1985). The World's Great Movie Stars and Their Films (em inglês). Londres: Peerage Books. ISBN 1850520046 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kiss Me Kate