Knut Frænkel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Knut Frænkel
Nome nativo Knut Hjalmar Ferdinand Frænkel
Nascimento 14 de fevereiro de 1870
Karlstad
Morte outubro de 1897 (27 anos)
Ilha Kvit
Sepultamento Norra begravningsplatsen
Cidadania Suécia
Etnia Suecos
Alma mater Instituto Real de Tecnologia
Ocupação explorador, engenheiro, balonista

Knut Hjalmar Ferdinand Frænkel (Karlstad, 14 de fevereiro de 1870Ilha Kvit, outubro de 1897) foi um engenheiro e explorador sueco, membro da fracassada expedição polar de S. A. Andrée de 1897.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Karlstad, Frænkel era filho de um major do corpo de engenheiros do exército, e cresceu na montanhosa Jemtlândia, onde cultivou um interesse por atividades ao ar livre e esportes. Frequentou posteriormente a Escola Palmgren em Estocolmo, graduando-se engenheiro civil pelo Instituto Real de Tecnologia em 1896. Enquanto preparava-se para entrar para o corpo de engenheiros do exército, vislumbrou uma oportunidade de integrar a equipe de S. A. Andrée para uma expedição de balão para o Pólo Norte. Ele acabou sendo escolhido para substituir Nils Gustaf Ekholm, que desistira pois não estava seguro da qualidade do balão.[1]

Durante a expedição, Frænkel era o responsável por escrever detalhados protocolos de todos os procedimentos empregados. Após o balão ser forçado a pousar no gelo, ele passou a escrever um diário meteorológico. Tendo ficado à deriva por semanas, o grupo alcançou a ilha Kvitøya em outubro de 1897, firmando acampamento no local e morrendo ali pouco tempo depois.[1]

Os restos da expedição foram encontrados por acidente pelo navio Bratvaag em 6 de agosto de 1930. Os corpo de Andrée e Strindberg foram recuperados primeiro, enquanto o de Frænkel só foi encontrado mais tarde, quando a neve e o gelo derreteram ainda mais. Os três receberam um funeral com honras de estado e, após a cremação, foram sepultados juntos no cemitério Norra begravningsplatsen em Estocolmo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Lundström, Sven (1997). "Vår position är ej synnerligen god…" Andréexpeditionen i svart och vitt. Borås: Carlssons förlag