Koji Yamamuro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Koji Yamamuro
Informações pessoais
Apelido "Yamamu"
Modalidade Ginástica artística masculina
Especialidade Individual geral
Representante Japão
Nascimento 17 de janeiro de 1989 (30 anos)
Koga, Ibaraki
Nacionalidade Japão japonesa
Compleição Peso: 58 kg Altura: 1,59 m
Nível Sênior
Treinador Hiroyuki Kato (clube)
Hisashi Mizutori (seleção)
Clube Konami Sports Club
Período em atividade 2006 – atualidade
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Equipes
Prata Londres 2012 Equipes
Campeonatos Mundiais
Prata Roterdã 2010 Equipes
Prata Tóquio 2011 Equipes
Bronze Tóquio 2011 Individual geral
Bronze Tóquio 2011 Argolas

Koji Yamamuro (em japonês: 山室光史 Yamamuro Kōji?) (Koga, 17 de janeiro de 1989) é um ginasta japonês que compete em provas de ginástica artística.

Representou o Japão em duas edições de Jogos Olímpicos, conquistando a medalha de prata por equipes em Londres 2012 e o ouro no mesmo evento em 2016, no Rio de Janeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Yamamuro se interessou pela ginástica após assistir a uma competição pela televisão e em 2006 já competia na categoria sênior.[1] Em 2010 disputou seu primeiro Campeonato Mundial, em Roterdã, Países Baixos, e ajudou a equipe japonesa a ganhar a medalha de prata.[2] Ainda alcançou a final das argolas, mas ficou em quarto lugar a apenas uma posição de conseguir uma medalha individual.[3] Um ano depois, no Campeonato Mundial de Tóquio, conquistou novamente a medalha de prata por equipes juntamente com os companheiros Kenya Kobayashi, Makoto Okiguchi, Kohei Uchimura, Yusuke Tanaka e Kazuhito Tanaka.[4] Competindo em casa, ainda obteve outras duas medalhas, ambas de bronze, no individual geral e nas argolas.[5][6]

Nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, integrou a equipe japonesa com Ryōhei Katō, Uchimura, Yusuke e Kazuhito Tanaka, onde conquistaram a medalha de prata na competição por equipes com uma pontuação final de 271,952, atrás apenas da China.[7] No entanto, durante sua apresentação no salto sobre a mesa ele machucou o tornozelo e teve que retornar ao Japão onde passou por duas cirurgias no pé esquerdo.[1][8] Ele estava classificado para a final do individual geral, mas devido à lesão não pôde competir e deu lugar para Kazuhito Tanaka.[9]

Quatro anos depois, Yamamuro retornou as Olimpíadas ao ser convocado para os Jogos do Rio Janeiro. Ao lado de Uchimura, Katō, Yusuke Tanaka e Kenzō Shirai conquistou o título olímpico com uma vantagem de quase três pontos para a Rússia, segundo colocada,[10] com Yamamuro competindo no cavalo com alças (13,900) e nas argolas (14,866).[11]

Referências

  1. a b «YAMAMURO Koji (JPN) – Biography» (em inglês). FIG. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  2. «42nd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Rotterdam (NED) – MEN'S TEAM FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 21 de outubro de 2010. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  3. «42nd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Rotterdam (NED) – MEN'S RINGS FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 23 de outubro de 2010. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  4. «43rd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Tokyo (JPN) – MEN'S TEAM FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 12 de outubro de 2011. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  5. «43rd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Tokyo (JPN) – MEN'S ALLAROUND FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 14 de outubro de 2011. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  6. «43rd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Tokyo (JPN) – MEN'S RINGS FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  7. «Japan takes silver medal again as China wins men's gymnastics team gold» (em inglês). Japan Times. 31 de julho de 2012. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  8. «Japan's Yamamuro injured in vault» (em inglês). Reuters. 30 de julho de 2012. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  9. «Injury forces gymnast Yamamuro out of men's all-around» (em inglês). Japan Times. 1 de agosto de 2012. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  10. «Japão leva ouro na ginástica por equipe; Brasil faz 1ª final». Terra. 8 de agosto de 2016. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  11. «Rio 2016 – Artistic Gymnastics – Men's Team» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 8 de agosto de 2016. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 7 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]