Kombato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Kombato é um sistema de segurança, defesa pessoal e arte marcial brasileira, calcado nos princípios das forças militares. Foi fundado em 1989, e desde então é liderado pelo Masguro Paulo Albuquerque. Utiliza uma combinação de chutes, socos, projeções, alavancas, torções e muito treinamento com armas, inclusive de fogo e improvisadas, mas especialmente facas e bastões; é utilizado por muitas companhias privadas, unidades policiais e militares.

Utilização[editar | editar código-fonte]

O sistema é utilizado por guarda-costas para proteger autoridades, empresários e celebridades. Existe um programa de Kombato adaptado para os civis, visando a auto-defesa e a da própria família, ministrados em academias, clubes e por meio de aulas particulares. Outro programa é específico ao trabalho policial, e a essência do Kombato é o combate militar, modalidade de luta muito pouco conhecida e pouco utilizada por forças militares. O objetivo do sistema Kombato é fazer com que seus praticantes estejam preparados para poder reconhecer e neutralizar ameaças. O sistema ensina movimentos com e sem armas, tanto em pé, quanto no chão. Para compreender melhor o sistema de segurança que o Kombato propõe, os professores ensinam os alunos por meio de mnemônicos.

Novas técnicas e aperfeiçoamento das antigas acontecem periodicamente. Todas as técnicas são checadas por simulações pelo seu time de instrutores, e somente após muito estudo, são repassadas aos alunos.

Sistema de graduação[editar | editar código-fonte]

É semelhante ao de outras artes marciais, mas também se assemelha a hierarquia militar. O estudantes iniciam com o título de iniciante, avançam por três graduações de verde (I, II e III), duas de Vermelha (I e II) e uma de marrom e preta (1 a 10). Para crianças, existe a graduação de Amarela. Em cada graduação, há uma dose grande de aprendizado: verde é para combate corpo a corpo (lutar em e no chão) e defesa pessoal; vermelha para instrução de segurança e proteção VIP; e marrom para técnicas de combate militar.

Aliados[editar | editar código-fonte]

Atualmente é lecionado Kombato nas seguintes organizações:

Marinha do Brasil[editar | editar código-fonte]

É também módulo do curso de especialização de guerra anfíbia e do curso de segurança a embaixadas.

Força Aérea Brasileira[editar | editar código-fonte]

  • Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial do Galeão
  • Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica

Polícia Civil do Estado de Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Outras Organizações[editar | editar código-fonte]

  • ONU - Para treinamento das tropas envolvidas na MINUSTAH (sigla em francês - Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti).

O Kombato é praticado por diversas outras organizações no Brasil e já existe em outros países, como EUA, Itália e Moçambique.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]