Kraśnik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kraśnik
Kraśnik
POL Kraśnik COA.svg
Voivodia Lublin
Powiat Kraśnicki
Gmina Kraśnik
Área 25,29 km²
População (2011) 35 262 habitantes
Densidade 1420 hab/km²
Código telefônico (+48) 81
Matrículas de automóveis LKR
Localização
Localização de Kraśnik na Polónia 50° 55' N 22° 13' E
Cidade da Polónia Flag of Poland.svg

Kraśnik é uma cidade da Polónia, na voivodia de Lublin e no condado de Kraśnicki. Estende-se por uma área de 25,29 km², com 35 262 habitantes, segundo os censos de 2011[1], com uma densidade 1420 hab/km².

Localização[editar | editar código-fonte]

Kraśnik divide-se em duas zonas principais localizadas a uns quilómetros uma da outra: O Bairro Industrial e o Bairro Velho, situados nas colinas do vale do rio Wyżnica. Os outros bairros são: Piaski, Budzyń, Koszary e Stacja Kolejowa. A região de Roztocze Oeste começa perto da cidade. Krasnik é o ponto de encontro de duas vias nacionais: 19 (Białystok - Lublin - Kraśnik - Rzeszów) e 74 (Kielce - Kraśnik - Zamość)

Superfície[editar | editar código-fonte]

Kraśnik ocupa uma área de 25,28 km², incluindo:

  • Terrenos agrícolas: 45%
  • Florestas: 17%
  • A cidade ocupa 2,51% da superfície do condado.

História[editar | editar código-fonte]

Kraśnik fica perto da antiga rota que ia desde as Montanhas Świętokrzyskie e Silésia até Volodimir e Kiev. Na segunda metade do século XIV foi propriedade da família Gorajski. Em 1377, o rei Luís I da Hungria confirmou a propriedade e introduziu o direito de Magdeburg. Em 1403, existia lá uma igreja paroquial de São Paulo. Antes de 1410, sendo dote da Anna de Goraj, a cidade passou para a família Tęczyński, que contribuíram para o seu crescimento. Desde 1558 a cidade pertenceu aos príncipes Olelkowicz-Słucki e, depois, Radziwiłł. Em 1604, o hetman Jan Zamoyski comprou a cidade e passou a fazer parte de Ordynacja Zamojska (uma propriedade rural dele) até 1866. A cidade foi destruída muitas vezes por fogos dos quais o maior foi causado pelos suecos em 1657. Em 1813, os incêndios consumiram 75% dos edifícios. Desde o século XIV a cidade foi rodeada de um baluarte. No lugar deste, por volta de 1465, Jan Teczynski mandou elevar uma parede de tijolos e pedra com duas portas: para Lublin e para Sandomierz. Foram desmontadas na segunda metade do século XIX. Outras fortificações foram a igreja (rodeada de um muro alto) e um castelo do século XIV no monte perto da cidade. Tinha quatro lados e foi construído de pedra e madeira. Na praça central do castelo havia uma capela de Nossa Senhora de Loreto. Já em 1646 o castelo estava em má condição e em 1657, os suecos destruíram-no completamente. O que ficou dele foi desmontado na primeira metade do século XVIII. Em 1878, Krasnik perdeu os privilégios de cidade por ter participado na Revolta de Janeiro. Em 1914 e 1915, perto da cidade, houve batalhas entre austríacos e russos (a chamada Batalha de Kraśnik). Para melhorar o abastecimento da frente, os russos construíram uma linha de caminho de ferro entre Lublin e Rozwadów que foi inaugurada no dia 31 de dezembro de 1914. Depois de recuperação da independência da Polónia, Krasnik voltou a ter privilégios de cidade. Nos anos 1937–38 na floresta de Budzyn, ao norte da cidade, construiu-se uma fábrica de armas. Ia produzir munições de artilharia, mas nunca começou a funcionar plenamente. Quando a fábrica foi ocupada pelos alemães, produzia peças de avião Heinkel. Em 1975, as duas cidades: Kraśnik Lubelski e Kraśnik Fabryczny assim como as aldeias próximas, foram convertidas numa só cidade: Kraśnik.

Monumentos[editar | editar código-fonte]

O complexo da igreja paroquial da Assunção de Maria e do mosteiro dos Cónegos Regulares Lateranenses composto pelos seguintes edifícios:

  • A igreja paroquial da Assunção de Maria
  • O mosteiro barroco com elementos góticos e renascentistas
  • O campanário construído antes de 1682 com sinos de 1758 e 1845
  • A capela classicista de São Jacinto construída no fim do século XVIII
  • O muro em torno do mosteiro (primeira metade do século XVII)
  • Igreja barroca do Espírito Santo dos anos 1758–1761 e o edifício de madeira do antigo hospital
  • A Sinagoga Maior e a Sinagoga Menor de 1654 e do século XIX, com fragmentos de policromias preservados
  • O cemitério judeu novo (havia também dois mais antigos)
  • As ruínas do castelo (século XIV/XV)
  • Elementos do baluarte original (rua Podwalna)
  • Cemitério Municipal (ruas Kościuszki e Cmentarna) com lápides do século XIX

Educação e recreação[editar | editar código-fonte]

Na cidade há várias escolas de todos os graus, primárias e secundárias. Há também sucursais da biblioteca municipal. Existem museus (Museu Regional, Museu do 24 Regimento de Ulanos, Museu dos Bombeiros), e um centro cultural Centrum Kultury i Promocji que organiza vários acontecimentos culturais durante o ano todo. Krasnik goza também da existência de um cinema, uma piscina, campos de futebol, basquetebol etc.

Indústria e economia[editar | editar código-fonte]

Kraśnik é uma cidade cuja economia põe mais ênfase na indústria do que nos serviços, devido à existência da Fábrica de Rolamentos e Tsubaki-Hoover, uma empresa que elabora vários produtos metálicos. Entre todas as pessoas empregadas, 52% trabalha no setor industrial. Existe uma predominância de empresas pequenas; há também uns produtores significativos, especialmente na área da agricultura (cerejas, framboesas, morangos). Historicamente, Kraśnik estava relacionada com a tijolaria; o barro e o loesse que se encontram em muitos lugares desta região da Polónia, permitiam a elaboração de tijolo e a proximidade dos rios (Bug, San, Wisła) fornecia uma maneira fácil de o transportar.

Cidades geminadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 26 de maio de 2012. Arquivado do original (PDF) em 18 de setembro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Polónia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.