Krill antártico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaKrill antártico
Antarctic krill (Euphausia superba).jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Ordem: Euphausiacea
Família: Euphausiidae
Género: Euphausia
Espécie: E. superba
Nome binomial
Euphausia superba
Dana, 1850

Krill antártico (Euphausia superba) é uma espécie de krill que vive nas águas do Oceano Antártico. Trata-se de um invertebrado que vive em grandes grupos, por vezes atingindo densidades de 10 000 a 30 000 indivíduos por metro cúbico.[1] Alimentam-se directamente do fitoplâncton, usando assim energia de produção primária que o fitoplâncton inicialmente obteve a partir da luz solar, para manter o seu ciclo de vida pelágico.[2] Crescem até uma dimensão de 6 cm, pesando até 2 gramas e podem viver até 6 anos. São uma espécie-chave no ecossistema antártico, sendo provavelmente, em termos de biomassa, a mais bem sucedida das espécies animais do planeta (500 milhões de toneladas).[3]

Referências

  1. Hamner, W. M., Hamner, P. P., Strand, S. W., Gilmer, R. W. (1983). «Behavior of Antarctic Krill, Euphausia superba: Chemoreception, Feeding, Schooling and Molting'». Science [S.l.: s.n.] 220: 433–435.  Parâmetro desconhecido |quotes= ignorado (|titulolivro=) (Ajuda)
  2. Kils, U., Klages, N (1979). «Der Krill». Naturwissenschaftliche Rundschau [S.l.: s.n.] 10: 397–402.  Parâmetro desconhecido |quotes= ignorado (|titulolivro=) (Ajuda)
  3. Nicol, S., Endo, Y. (1997). Fisheries Technical Paper 367: Krill Fisheries of the World FAO [S.l.]