Kubo Shunman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partida para um concurso de poesia à noite, 1787

Kubo Shunman (窪俊満?) (1757-1820) é um artista ukiyo-e, autor de pinturas e gravuras , durante o período Edo no Japão.[carece de fontes?]

Sua obra mais conhecida é a coleção de seis peças Os Seis Rios de Cristal (Os seis Tamagawa), uma cópia, da antiga coleção de Camondo, está no Museu Guimet.[carece de fontes?]

O seu estilo, muito semelhante ao de Kiyonaga[1], é marcada pelo impacto da censura após as reformas Kansei, o que limita o número de cores que são permitidas nas impressões, resultando em imagens que dão uma certa impressão de preto e branco pelo uso de tons sutis de cinza, como se vê em uma de suas obras-primas,de cerca de 1787, Partida noturna para um concurso de poesia[2].

Mas, independentemente das restrições decorrentes da censura, sua pesquisa sobre a atmosfera o levou de qualquer forma, para o uso de cores suaves, dominada por verdes, amarelos pálidos e cinzentos[1]. Richard Lane disse que seus melhores trabalhos são "uma espécie de Kiyonaga sofisticado, principalmente através do seu poder de evocação de uma atmosfera"[1].

Mulheres fumando sob cerejeira em flor, ukiyo-e por Kubo Shunman (1757-1820), no Museu Nacional de Tóquio.

Referências

  1. a b c Richard Lane (1962). L'estampe japonaise (em francês). [S.l.]: Aimery Somogy , p. 212
  2. Nelly Delay 2004, p. 111-113

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Louis Aubert (1930). Les Maîtres de l'Estampe japonaise - Image de ce monde éphémère (em francês). Paris: Librairie Armand Colin 
  • Richard Lane (1962). L'estampe japonaise (em francês). Paris: Éditions Aimery Somogy 
  • Nelly Delay (2004). L'estampe japonaise (em francês). [S.l.]: Éditions Hazan. ISBN 2-85025-807-5 
  • Hélène Bayou (2004). Images du Monde Flottant - Peintures et estampes japonaises XVIIe - XVIIIe siècles (em francês). [S.l.: s.n.] ISBN 2-7118-4821-3 
  • Sous la direction de Gisèle Lambert et Jocelyn Bouquillard (2008). Estampes japonaises, Images d'un monde éphémère (em francês). [S.l.]: BnF. ISBN 978-2-7177-2407-3 
  • Edwin O. Reischauer (1973). Histoire du Japon et des Japonais (tome I) (em francês). [S.l.]: Éditions du Seuil. ISBN 2-02-000675-8 
  • James Albert Michener (1983). The floating world (em inglês). [S.l.]: University of Hawaii Press. 453 páginas. ISBN 9780824808730 
  • Howard Hibbett (2001). The floating world in Japanese fiction (em inglês). [S.l.]: Tuttle Publishing. ISBN 9780804834643 
  • Tadashi Kobayashi, Mark A. Harbison (1997). Ukiyo-e: an introduction to Japanese woodblock prints (em inglês). [S.l.]: Kodansha International. ISBN 9784770021823 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]