Kun'yomi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A leitura kun ou kun'yomi (訓読み, leitura semântica ou leitura por preceito) é a leitura de um Kanji em japonês, yamatokotoba, sobre sua pronúncia em chinês.[1] Um kanji pode ter uma, várias ou nenhuma leitura kun.[2]

Por exemplo, a palavra para o ponto cardeal leste (東) tem a leitura on'yomi (leitura chinesa) "tō". Os japoneses sem embargo sempre tiveram uma palavra para o conceito de leste que se pronuncia "higashi" e algumas vezes "azuma". Pelo que o kanji 東, assumiu a pronúncia "higashi" ou "azuma".

As leituras kun geralmente apresentam uma estrutura alternada consoante-vogal, com sílabas curtas. Geralmente constituem-se de uma ou duas sílabas, mas tampouco é infrequente encontrar leituras kun de três ou mais sílabas.[3][2] Não se incluí na conta o okurigana, ou seja, a desinência dos verbos e outras palavras, que se escreve em hiragana.


Referências

  1. «訓読み - kun'yomi». jisho.org. Consultado em 3 de janeiro de 2021 
  2. a b Dexter, Kristen (5 de setembro de 2017). «On'yomi And Kun'yomi in Kanji: What's the Difference?». Tofugu (em inglês). Consultado em 3 de janeiro de 2021 
  3. «Quando ler um kanji em Onyomi ou Kunyomi?». Como Aprender Japonês. 7 de janeiro de 2009. Consultado em 3 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]