Kundun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Este artigo está para revisão desde outubro de 2012.

Kundun
 Estados Unidos
1997 •  Cor •  134 min 
Direção Martin Scorsese
Produção Barbara de Fina
Roteiro Melissa Mathison
Género Drama
Música Philip Glass
Cinematografia Roger Deakins
Edição Thelma Schoonmaker
Distribuição Touchstone Pictures
Idioma Inglês, tibetano

Kundun é um filme americano de 1997 escrito por Melissa Mathison e dirigido por Martin Scorsese, baseado na vida de Tenzin Gyatso, o 14º dalai-lama.

Nação ocupada há décadas pelo governo da China, o Tibete proibiu Scorsese e Mathison de gravar o filme em seu território.

O filme foi indicado ao Óscar de Melhor Banda Sonora Original.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.