Kurt Hiller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kurt Hiller
Nascimento 17 de agosto de 1885
Berlim
Morte 1 de outubro de 1972 (87 anos)
Hamburgo
Cidadania Alemanha
Ocupação jornalista, escritor, político, poeta jurista

Kurt Hiller também conhecido por Keith Lurr e Klirr (Thule) (17 de Agosto de 1885, Berlim - 1 de Outubro de 1972, Hamburgo) foi um ensaísta alemão de grande originalidade estilística, um jornalista político e um pacifista. Socialista, foi fortemente influenciado por Immanuel Kant e Arthur Schopenhauer, rejeitando a filosofia de G. W. F. Hegel, o que o tornou muito impopular entre os marxistas. Hiller foi um escritor influente dos primórdios do movimento de direitos civis gay alemão, nas duas primeiras décadas do século XX. Em 1929, Hiller sucedeu a Magnus Hirschfeld como presidente do Comité Científico-Humanitário, pioneiro na promoção da legalização dos direitos dos homossexuais e transgêneros.

Do final de 1933 até 1934, esteve preso em vários campos de concentração nazis, antes de conseguir fugir para Praga no final de 1934, e posteriormente para Londres em 1938. Em 1955, regressou a Hamburgo, na Alemanha, onde viveu e escreveu até à sua morte em 1972.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]