L'Osservatore Romano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
L'Osservatore Romano
L'Osservatore Romano
Periodicidade Diariamente em italiano

Semanalmente em outras línguas

Formato Berlinense
Sede Vaticano
Slogan unicuique suum (a cada um o seu) e no praevalebunt ("Os portões do Inferno" não prevalecerão)
Fundação 1 de julho de 1861 (157 anos)
Fundador(es) Marcantonio Pacelli
Diretor Giovanni Maria Vian


L'Osservatore Romano (em português O Observador Romano) é um jornal diário da Cidade do Vaticano que relata as atividades da Santa Sé e os eventos que ocorrem na Igreja e no mundo.[1][2] É de propriedade da Santa Sé, mas não é uma publicação oficial, um papel reservado para a Acta Apostolicae Sedis, que atua como um diário oficial.[3][4][2] As opiniões expressas no Osservatore são de autores individuais, a menos que apareçam sob os títulos específicos "Nostre Informazioni" ou "Santa Sede".[5][6]

Em 27 de junho de 2015, o papa Francisco, em uma carta apostólica, estabeleceu a Secretaria de Comunicações, uma nova parte da Cúria Romana, e incluiu o L'Osservatore Romano sob sua gestão.[7][8]

Editores-chefes[editar | editar código-fonte]

  • Nicola Zanchini e Giuseppe Bastia (1861-1866)
  • Augusto Baviera (1866-1884)
  • Cesare Crispolti (1884-1890)
  • Giovan Battista Casoni (1890-1900)
  • Giuseppe Angelini (1900-1919)
  • Giuseppe Dalla Torre di Sanguinetto (1920-1960)
  • Raimondo Manzini (1960-1978)
  • Valerio Volpini (1978-1984)
  • Mario Agnes (1984-2007)
  • Giovanni Maria Vian (2007–2018)[9]
  • Andrea Monda (2018–atualmente)[9]

Referências

  1. Home Page of Vatican City State. «Osservatore Romano». Vatican City State. Consultado em 14 de junho de 2019 
  2. a b John Hooper (20 de julho de 2009). «Behind the scenes at the pope's newspaper». The Guardian 
  3. «L'Osservatore Romano». Catholic World News. Trinity Publications. Consultado em 14 de junho de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2008 
  4. Burkle-Young, Francis A. (2000). Papal Elections in the Age of Transition, 1878-1922. [S.l.]: Lexington Books. p. 72. ISBN 978-0-73910114-8 
  5. Matthew Bunson, The Pope Encyclopedia: Crown Publishing, 1995 pp 229.
  6. Philippe Levillain, The Papacy, An Encyclopedia Routledge Publishers 2002 pp 1082
  7. Pope Francis (27 de junho de 2015). «Apostolic Letter Issued Motu Proprio by the Supreme Pontiff Francis for the Establishment of the Secretariat for Communication». Libreria Editrice Vaticana. Consultado em 14 de junho de 2019 
  8. McElwee, Joshua (27 de junho de 2015). «Francis creates Secretariat to elevate, consolidate Vatican communications». Vatican Insider. La Stampa. National Catholic Reporter. Consultado em 14 de junho de 2019. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2018 
  9. a b Glatz, Carol (18 de dezembro de 2018). «Pope names Italian journalists to key posts in Vatican communications». National Catholic Reporter. Catholic News Service. Consultado em 14 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.