Língua daza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Daza (Dazaga)
Falado em: Chade, Níger, Sudão, Líbia
Região: Borkou-Ennedi-Tibesti; leste do Níger - região Bahr el Ghazal
Total de falantes: 380 mil (2006–2007)
Família: Saariana
 Ocidental
  Daza
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: dzg

Daza (também chamada Dazaga) é uma língua Nilo-Saariana falada pelos dazas que habitam o norte do Chade.

Falantes[editar | editar código-fonte]

Os dazas também são conhecidos como goranes no país. O daza é falado por cerca de 380 mil pessoas, principalmente na região de do deserto de Djuran e em Borcu, localmente chamado Haya ou Faya-Largeau, centro-central do Chade, a capital dos dazas. O daza é falado nas montanhas Tibesti do Chade (330 000 falantes), no leste do Níger perto de N'guigmi e ao norte (50 000 falantes). Também é falado em menor extensão na Líbia e no Sudão, onde existe uma comunidade de 3 mail falantes na cidade de Ondurmã. Há também uma pequena comunidade da diáspora trabalhando em Jedá, Arábia Saudita.

Línguas tubus

Classificação[editar | editar código-fonte]

Dazaga é uma língua nilo-saariana e um membro do ramo do Saara Ocidental do subgrupo das Saarianas] que também contém as línguas canúri, canembu e tubu.[1] As línguas Tebu se dividem em Tedaga e Dazaga. O ramo do Saara Oriental inclui as línguas zagaua e berti.[2]

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Os dois dialetos primários da linguagem dazaga são daza e cara, mas existem vários outros dialetos mutuamente inteligíveis, incluindo Kaga, Kanobo, Taruge e Azza. Está intimamente relacionada com a língua tega, falada pelos tedas e por dois grupos tubus, que residem principalmente nas montanhas Tibesti do norte de Chade e no sul da Líbia, perto da cidade de Saba (Líbia).

Influências[editar | editar código-fonte]

Os dialetos falados no Chade e no Níger têm influência da língua francesa, enquanto os dialetos falados na Líbia e no Sudão têm mais uma influência do árabe. A linguagem Dazaga não é uma língua literária e tem um vocabulário limitado. Ele se ajusta a isso tomando palavras outras línguas, como árabe ou francês. Por exemplo, a palavra "obrigado" não existia em Dazaga, então a palavra árabe shokran foi incorporada na língua e geralmente é seguida pelo sufixo -num que reconhece a segunda pessoa. A maioria dos falantes de Dazaga são bilíngues em sua língua nativa, juntamente com árabe, francês, zagaua, hauçá, Zarma, canúri ou línguas tuaregues.

Vocabulário[editar | editar código-fonte]

As tabelas a seguir contêm palavras do dialeto Daza falado em Ondurmã, no Sudão. Essa romanização não é padrão. Tebu é dividido em Tedaga e Dazaga. O ramo do Saara Oriental inclui a língua zagaua e língua berti

Números[editar | editar código-fonte]

Português Dazaga Português Dazaga
Um Tron Onze Murdai sa Tron
Dois Jow Doze Murdai sa Jow
Três Aguzo Treze Murdai sa Aguzo
Quatro Twzo Quatorze Murdai sa Twzo
Cinco Foo Quinze Murdai sa Foo
Seis Disi Dezesseis Murdai sa Disi
Sete Troso Dezessete Murdai sa Troso
Oito Woso Dezoito Murdai sa Woso
Nove Yisi Dezenove Murdai sa Yisi
Dez Murdum Vinte Digiram
Trinta Murtta Aguzo Cinquenta Murtta Foo
Quarenta Murtta Twzo Cem Kidri

Palavras e frases[editar | editar código-fonte]

Português Dazaga Português Dazaga
Homem Anji Bom dia Wasa Nisira
Mulher Ari Boa noite Kalar Dizoo
Família Ama Yaga Muito grato Shukran Num
Irmão Dagi Meu nome é... Tan Sortango
Irmã Duroo Como é teu nome? Sornuma Jaa?
Pai Abaa Como vai você? Inta wWsura?
Mãe Ayi Eu vou bem Kala Layy or Tan Wasu
Amigo Sardu Por favor jinda
Vida Dina País Ni
Morte Noso Religião Din

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Daza usa o alfabeto latino sem as letras Q, V, X. Usa as formas adicionais Ẹ, Ɛ, Ə, Ny, Ŋ, Ọ, Ɔ, Š

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Labial Alveolar Palatal Velar Glotal
Plosiva b t d tʃ dʒ k ɡ
Fricativa f s z (ʃ) h
Nasal m n ɲ ŋ
Vibrante ɾ
Lateral l
Aproximante w j

Vogais[editar | editar código-fonte]

Frontal Central Posteior
Fechada i u
ɪ ʊ
Media e o
ɛ ɔ
Aberta a

[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Greenberg, Joseph H. 1963. The languages of Africa. International Journal of American Linguistics 29.1. Repr. The Hague: Mouton, 1966.
  2. Cyffer, Norbert. 2000. Linguistic properties of the Saharan languages. Areal and Genetic Factors in Language Classification and Description: Africa South of the Sahara, ed. by Petr Zima, 30-59. Lincom Studies in African Linguistics 47. Munique: Lincom Europa
  3. Walters, Josiah (2016). A Grammar of Dazaga. [S.l.: s.n.] 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]