Língua mainatari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mainatari
Falado em: Venezuela
Total de falantes:
Família: Arawak
 Médio Rio Negro
  Mainatari
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

O mainatari (ou maihanatari) é uma língua extinta da família linguística arawak falada no Castaña-Paraná, um afluente do rio Siapa na Venezuela.[1]

52 palavras foram coletadas por Johann Natterer em 1831.[1]

Vocabulário[editar | editar código-fonte]

Vocabulário mainatari segundo Natterer (1831: 331-333)[2] (em Ramirez 2019[1]/2020[3]):

Português Mainatari
cabeça -júhu-dau
cabelo -ʃehi
orelha -tehĩn
olho -awi
nariz -ti
boca -numa
dente -aida
-eti
coxa -hohi
mão -kapi
barriga -paga
carne -ʃné
branco (pessoa) jalanai
irmão baaba, -iejú
irmã meme, -tegau
anta ama-hingo
peixe maʃatʃi
sol kamóhu
lua kamu (?)
estrela siwi
água uni
casa paigü
fogo ikatʃe
eu no-
quê? maĩna
cão; animal de criação biga-di
anta amáhingo
queixada hapitʃa
veado anhinga
onça ʃawü
mutum tumuku
urumutum ʃahimahin
cujubim koragü
urubu wagu
arara itihĩn
jabuti ʃanaʃu
peixe maʃatʃi
jamaru (cabaça) kakuhida
mandioca kehi / keʃi
beiju kai
milho tʃono
banana banala
arco kurapa
canoa iʃaa
caxiri ʃaraki
machado ʃipala
pote orusu
rede mengü
zarabatana watahũn

Referências

  1. a b c Ramirez, Henri (2019). Enciclopédia das línguas arawak: acrescida de seis novas línguas e dois bancos de dados. (no prelo)
  2. Natterer, Johann (s.d.). Wortlisten von Indianersprachen in Brasilien (1817-1835).
  3. Ramirez, Henri (2020). Enciclopédia das línguas arawak: acrescida de seis novas línguas e dois bancos de dados. 4 1 ed. Curitiba: Editora CRV. 254 páginas. ISBN 978-65-251-0231-3. doi:10.24824/978652510231.3 

Ver também[editar | editar código-fonte]