Saltar para o conteúdo

Língua mogholi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mogholi
Falado(a) em: Afeganistão
Região: Herat
Total de falantes: 200 de 2 mil da etnia (2003) [1]
Família: Mongólica
 Mogholi
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: mhj

Moghol (ou Mogholi; Dari: مُغُلی) é uma língua mongol uma vez falada na região de Herat, Afeganistão, nas aldeias de Kundur e Karez-i-Mulla. Os falantes foram os Mogholis, que contavam com 2.000 membros na década de 1970. Eles descendem dos remanescentes do exército mongol de Genghis Khan estacionado no Afeganistão no século 13.[2]

Na década de 1970, quando o estudioso alemão Michael Weiers fez um trabalho de campo sobre o idioma, poucas pessoas o falavam, a maioria o conhecia passivamente e a maioria tinha mais de 40 anos. Não se sabe se ainda há falantes do idioma.[3]

A língua foi fortemente influenciada pelo persa em sua fonologia, morfologia e sintaxe, fazendo com que Weiers afirme que tem a aparência de uma "verdadeira língua crioula asiática interno".[3]

Historicamente, a língua Moghol foi escrita usando a escrita árabe.[4] A literatura Mogholi existente incluía textos islâmicos, poesia, vocabulários Mogholi-Persa e gramáticas Mogholi.[5]

ح چ ج ث ت پ ب ا
ش س ژ ز ر ذ د خ
ق ف غ ع ظ ط ض ص
ی و ه ن م ل گ ك

A gramática Moghol mostra uma influência substancial das línguas persas, tendo emprestado até mesmo classes de palavras não encontradas em outras línguas mongólicas: os tipos de palavras são são substantivos, verbos, adjetivos, pronomes, preposições, advérbios e conjunções.

Os substantivos são marcados por número e caso. Os verbos são marcados por pessoa, número, aspecto de tempo e modo. Adjetivos flexionam para o grau comparativo e superlativo com os sufixos persas -tar e -tariin, mas não para número e caso.

A fonologia de Moghol é influenciada pela língua persa.

Possui um sistema de seis qualidades vocálicas sem contraste de extensão /i e a u o ɔ/.[3]
Consoantes
Labial Alveolar Pós-alveolar/
Palatal
Velar Uvular Glotal
Plosiva/
Africada
surda p t t͡ʃ k q ʔ
sonora b d d͡ʒ ɡ
Fricativa surda f s ʃ h
sonora z ʒ
Nasal m n
Aproximante l j w
Vibrantel r ʀ

Os numerais Mogholi são (cf. Janhunen - 2003):

Português Moghol[3] Proto-Mongol[6] Língua Mogol atual
1 um nikah ~ nika/n *nike/n neg
2 dois qeyår ~ qiar *koxar ~ *koyar khoyor
3 três ghorbån ~ qurban *gurba/n gurav
4 quatro dorbån ~ durba/n *dörbe/n döröv
5 cinco tåbun ~ tabun *tabu/n tav
6 seis åsun ~ essun ~ jurghan ~ shish *jirguxa/n zurgaa
7 sete dålån ~ húft *doluxa/n doloo
8 oito sålån ~ húshtu *na(y)ima/n naym
9 nove tåsån ~ no *yersü/n yös
10 dez arbån ~ arban ~ dá *xarba/n arav

Os pronomes pessoais mgholi são:[3]

perssoa singular plural
bi bidah ~ bidat (inclusivo);
mån (exclusivo)
ci tå ~ tåd
i ~ ih tid ~ tit

Os pronomes demonstrativos são:[3]

  • inah ~ enah 'isto'
  • inat ~ enad 'estes'
  • mun ~ munah ‘isso’
  • munat ~ mutah ~ mutat 'aqueles'

Os pronomes interrogativos são:[3]

  • emah ~ imah ~ imas 'o que'
  • ken ~ kiyan 'quem'
  • kenaiki 'cujo'
  • emadu ~ imadu ~ emaji ~ imaji ~ emagalah 'por que'
  • emaula- 'fazer o que'
  • ked ~ keddu 'quanto'
  • keja 'quando'
  • oshtin 'como'

Os pronomes reflexivos são:[3]

  • orin 'eu'
  • orindu-nah 'para si mesmo'
  • usa-nah 'eu'

Amostras de textos

[editar | editar código-fonte]

Weiers noted down the following poem by the Moghol poet Abd Al-Qadir.

Texto Moghol conforme Weiers:
Dotanamni dog baina
Hawoi ukini aimag baina
Nesoni ugunambi agar toni baiji
Mota giri qara qurgani baina.
Ekimni dard kina halmini geibe
Bemoor boljambi kam khormini geibe
Bemoor boljambi kam khormini khodai jaan
Ena bemoreztu parwoimini geibe.
Tradução inglesa do alemão de Weiers:
Dentro do meu coração há uma ferida
A garota que eu procuro e desejo é da tribo Aimaq
Um sinal que eu te dou, se por acaso você estiver perto dela
Saiba que em seu ger (yurt) há um cordeiro preto

Minha cabeça dói, minha condição é ruim

Eu estou doente e não me importo
Estou doente, mas minha preocupação é o amor de Deus
Esta doença eu dou (portanto) nenhuma atenção.

Outro poema ou canção Moghol de Abd Al-Qadir escrito em alfabeto árabe (de Weiers):

Texto Moghol conforme Weiers:
Argun-i kulkah utalat Cingiz kulkah ulu’at
Nirah-ci-du kulkah gahat ya gaut al-a’zam gar bari
Karyas-du-ci kibah nudun lar-i dazam iz abatun
Mun abd qadir gai urun ya gaut al-a’zam gar bari

' Tradução inglesa do alemão de Weiers:

Senhor dos senhores Arghun de antigamente, Gêngis rei dos reis
Sob seu nome estão todas as coisas velhas oh supremo mediador segure (minha) mão
Na sua cerca (acampamento) os olhos dos amigos sofredores descansarão
Esse mesmo Abd Qadir descansa pacificamente oh supremo mediador segure (minha) mão

|}

  1. «UNESCO Atlas of the World's Languages in danger». www.unesco.org (em inglês). UNESCO. Consultado em 1 de janeiro de 2018 
  2. Sayed Zaki Faqerzai (n.d.). «Language of Speaking in Afghanistan». AsiaFront.com. Consultado em 12 de abril de 2014. Arquivado do original em 13 de abril de 2014 
  3. a b c d e f g h Weiers, Michael. 2003. "Moghol," The Mongolic Languages. Ed. Juha Janhunen. Routledge Language Family Series 5. London: Routledge. Pages 248–264.
  4. Mogholi alphabet is in Omniglot shown: https://www.omniglot.com/writing/mogholi.htm
  5. Sanders, Alan J. K. (2017). Historical Dictionary of Mongolia. [S.l.]: Rowman & Littlefield. 530 páginas. ISBN 978-1-5381-0227-5 
  6. Janhunen, Juha. 2003. The Mongolic Languages, p.16. Routledge Language Family Series 5. London: Routledge.

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]