Língua puelche

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Puelche (Gününa Küne (Gennaken))
Falado em: Argentina
Região: La Pampa, Puelches
Total de falantes: 5 [1]
Família: Chonana (?)
 Puelche–Het (?)
  Puelche
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: pue

Puelche é uma língua quase extinta falada pelos Puelches na região de La Pampa da Argentina. Também é chamada Gününa Küne, Gennaken (Guenaken), Pehuenche, Northern Tehuelche, Gününa Yajich, Ranquelche, Pampa. Conforme Ethnologue, tem cinco falantes ou já deve ser uma língua extinta.[1]

Classificação[editar | editar código-fonte]

A Puelche foi por muito tempo considerada como umalíngua isolada. Com base em poucas evidências, Viegas Barros (1992) sugeriu que a puelche pudesse ter uma relação próxima a língua dos Querandí, um dos povos Het. O mesmo Viegas Barros (2005) defendeu que era relacionada às línguas chon.[2] Mais adiante foi sugerido que fizesse parte das línguas Macro-Jibaras.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Puelche tem sete vogais:[3]

Anterior Posterior
Não-Arredondada Não-Arredondada Arredondada
Fechada i u
Meio-fechada e ɤ o
Meio-aberta ʌ
Aberta a

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Puelche tem 25 Consoantes:[3]

Bilabial Alveolar Post-alveolar Palatal Velar Uvular Glotal
Nasal oclusiva m n
Plosiva Surda p t k q ʔ
Ejetiva
Sonora b d ɡ
Africade Surda t͡s t͡ʃ
Ejetiva t͡sʼ t͡ʃʼ
Fricativa Central s ʃ x h
Lateral ɬ
Aproximante l j w

Puelche tem um fonema adicional /r/, mas não boas descrições de sua fonética.[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b Ethnologue
  2. Campbell, Lyle. (in preparation) "The classification of South American languages; Campbell & Grondona (eds.), South America. Mouton de Gruyter.
  3. a b c Clairis, Christos (1997). «Lingüística Fueguina 1997». Onomázein. 2: 421–450 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Rodolfo M. Casamiquela – 1983 - Nociones de gramática del gününa küne – “French National Centre for Scientific Research” (Paris)
  • Willem Adelaar – 2004 - The Languages of the Andes – “Cambridge University Press - ISBN 978-0-521-36275-7}}

Referências externas[editar | editar código-fonte]