Língua ruainga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Língua rohingya)
Ruainga

Ruáingga

Falado em: Arracão, Mianmar e sudeste de Chitagongue, Bangladexe
Total de falantes: 1,8 milhões (2012) [1]
Família: Indo-europeia
 Indo-iraniana
  Indo-ariana
   Indo-ariana oriental
    Bengali–assamesa
     Ruainga
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: rhg

Ruainga (Ruáingga) é uma língua indo-ariana falada pelos ruaingas (rohingyas) em Bangladexe e Mianmar. É muito próxima à língua chitagoniana que é falada Chitagongue em Bangladexe.[2][3]

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Consoantes[editar | editar código-fonte]

O rihingya apresenta 25 fonemas consoantes originais. Há alguns outros fonemas oriundos de línguas estrangeiras com o árabe, bengali, birmanês, urdu.

Consoantes Rohingya[4]
Bilabial Labio-dental Dental/
Alveolar
Retroflexa Palatal Velar Glotal
Plosiva surda p ʈ k ʔ
sonora b ɖ ɟ ɡ
Nasal m n ɲ ŋ
Fricativa surda f s ʃ x h
sonora z
Oclusiva ɾ ɽ
Aproximante central w j
lateral l

Vogais[editar | editar código-fonte]

Anterior Posterior
Fechada i u
Meio fechada e o
Meio aberta ɔ
Aberta a

São seis as vogais e há muitos ditongos em ruainga. Eles se contrastam entre "O aberto" ([ɔ]) e "O fechado-o" ([o]) pelo uso de diferentes grafias /o/ - /ó/ e /ou/ e /óu/, respectivamente.

Toes[editar | editar código-fonte]

Vogais marcadas por acentos indicam vogais "fortes". A duplicação de uma vogal indica o alongamento da mesma.[4] Assim, os tons são marcados pela arranjo da localização de uma vogal acentuada num par alongado:⟨aá⟩ e ⟨áa⟩.[4]

Sistema de escrita[editar | editar código-fonte]

Muitos sistemas de escrita foram usados, como o árabe, o hanifi e o latino.

Alfabeto árabe[editar | editar código-fonte]

Os primeiros textos em ruainga no alfabeto árabe foram escritos por volta do século XVIII,[5] prática incentivada pelo extenso uso de urdu pela população.

Hoje, há esforços para codificar em Unicode a versão do alfabeto árabe usada para o ruainga.

Alfabeto hanifi[editar | editar código-fonte]

Um alfabeto especial foi criado com base no árabe, também usando letras do latino e do birmanês. Embora muito criticado por ser de difícil leitura, é frequentemente usado, inclusive estando em processo de codificação em Unicode.[6]

Alfabeto latino[editar | editar código-fonte]

Usa-se uma adaptação do alfabeto latino, com presença do acento agudo podendo atingir as cinco vogais e as letras adicionais ç e ñ.

Referências

  1. http://www.ethnologue.com/language/rhg
  2. Cópia arquivada, RohingyaLanguage.com, consultado em 15 de novembro de 2016, arquivado do original em 31 de julho de 2012 
  3. Cópia arquivada, WorldLanguage.com, consultado em 15 de novembro de 2016, arquivado do original em 25 de março de 2012 
  4. a b c «Archived copy». Consultado em 4 de julho de 2010. Arquivado do original em 12 de junho de 2011 
  5. http://www.dkuug.dk/jtc1/sc2/wg2/docs/n3882.pdf
  6. http://std.dkuug.dk/JTC1/SC2/WG2/docs/n4283.pdf

Ligações externas[editar | editar código-fonte]