Língua tártara da Crimeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tártaro da Crimeia (Qırımtatar tili)
Falado em:  Rússia (Crimeia)
 Turquia
 Uzbequistão
 Roménia
 Bulgária
Região: Mar Negro
Total de falantes: 2,400,000
Família: Altaica (controverso)
 Turcomana
  Kipchak/Oghuz
   Tártaro da Crimeia
Escrita: Alfabeto latino
Regulado por: sem regulação oficial
Códigos de língua
ISO 639-1: nenhum
ISO 639-2: crh
ISO 639-3: crh

A língua tártara da Crimeia (Qırımtatar tili, Qırımtatarca), também conhecida como crimeu (Qırım tili, Qırımca) e turco crimeu (Qırım Türkçesi) é a língua dos tártaros da Crimeia. Essa língua é falada na Crimeia, Ásia Central (principalmente no Uzbequistão), e a diáspora crimeana na Turquia, Romênia, Bulgária. O tártaro da Crimeia não deve ser confundido com a língua tártara.

Número de falantes[editar | editar código-fonte]

Distribuição geográfica dos falantes do tártaro da Crimeia

Hoje, por volta de 260 000 crimeu-tártaros vivem na Crimeia, e aproximadamente 150 000 vivem exilados na Ásia Central (principalmente no Uzbequistão). Estima-se que 2 milhões de pessoas de origem crimeana vivam na Turquia, descendentes daqueles que emigraram no século XIX e início do século XX. Pequenas comunidades são encontradas na Romênia (24 000), Bulgária (3 000), Polônia, Finlândia, e nos Estados Unidos.

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Cada um dos três grupos sub-étnicos dos crimeus tártaros possuem seus próprios dialetos. O dialeto dos noğays – antigos habitantes das estepes crimeanas (não confundir com os nogais) é de origem kypchak, os yalıboylus, que viviam na costa meridional da Crimeia antes de 1944, falam um dialeto oghuz muito próximo ao turca, e o dialeto central dos tats das montanhas Crimeanas (não confundir com o povo tats) é uma mistura dos dois. Esse dialeto é um derivado direto da língua cumana, mas têm sido fortemente influenciado pelo turco-oghuz. A moderna língua escrita do tártaro da Crimeia é baseada no dialeto central pois os tats compreendem a aproximadamente 55% do total dos tátaros da Crimeia e é igualmente inteligível para os falantes de outras línguas.

História[editar | editar código-fonte]

A formação dos dialetos do tátaro da Crimeia começou com as primeiras invasões turcomanas na Crimeia e terminaram com durante o período do Canato da Crimeia. No entanto, as línguas oficiais escritas do Canado da Crimeia eram o chagatai e turco. Após a islamização, os tártaros da Crimeia adotaram uma escrita baseada no árabe-persa.

Em 1876, os diferentes dialetos do turco da Crimeia foram convertidos em uma única língua escrita por İsmail Gaspıralı. A preferência foi dada ao dialeto oghuz dos yalıboylus para não quebrar a ligação entre os crimeus e os turcos do Império Otomano. Em 1928, a escrita foi reorientada e passou a ser baseada no dialeto central.

Em 1928, o alfabeto foi substituído pelo alfabeto turcomano uniforme baseado no alfabeto latino. O alfabeto turcomano uniforme foi substituído em 1938 por um alfabeto cirílico modificado. Desde os anos 90, iniciou se um processo de substituição da escrita pelo alfabeto latino, mas o cirílico ainda é amplamente usado (principalmente nos jornais). O atual alfabeto do tátaro da Crimeia baseado no latim é o mesmo que o alfabeto turco com dois caracteres adicionais: Ñ ñ e Q q.

O tártaro da Crimeia é a língua nativa do poeta Bekir Çoban-zade.

Situação atual[editar | editar código-fonte]

De acordo com a constituição da República Autônoma da Crimeia, publicada em russo no Verkhovna Rada (parlamento da Crimeia) (ver Конституция Автономной Республики Крым), o russo e o tátaro da Crimeia possuem o status de lingual "protegida" (russo - обеспечивается ... защита); todo cidadão é intitulado, nesse requerimento (russo - ходатайство), a receber documentos governamentais, tais como "passaporte, certidão de nascimento" em tártaro da Crimeia. De acordo com a constituição da Ucrânia, no entanto, o ucraniano é a única língua oficial de toda a Ucrânia, assim o reconhecimento das línguas minoritárias é uma questão de debate político e legal.

Escrita[editar | editar código-fonte]

Alfabeto latino[editar | editar código-fonte]

A a B b C c Ç ç D d E e F f G g
Ğ ğ H h I ı İ i J j K k L l M m
N n Ñ ñ O o Ö ö P p Q q R r S s
Ş ş T t U u Ü ü V v Y y Z z

 â não são consideradas letras separadas.

IPA
а b c ç d e f g ğ h ı i j k l m n ñ o ö p q r s ş t u ü v y z
[a] [b] [ʤ] [ʧ] [d] [e] [f] [g] [ɣ] [x] [ɯ] [i], [ɪ] [ʒ] [k] [l] [m] [n] [ŋ] [o] [ø] [p] [q] [r] [s] [ʃ] [t] [u] [y] [v], [w] [j] [z]

Alfabeto cirílico[editar | editar código-fonte]

А а Б б В в Г г Гъ гъ Д д Е е Ё ё
Ж ж З з И и Й й К к Къ къ Л л М м
Н н Нъ нъ О о П п Р р С с Т т У у
Ф ф Х х Ц ц Ч ч Дж дж Ш ш Щ щ Ъ ъ
Ы ы Ь ь Э э Ю ю Я я

гъ, къ, нъ e дж são letras separadas.

Comparação com outras línguas[editar | editar código-fonte]

Devido à sua história, essa língua tem sido frequentemente considerada como sendo derivada da língua kypchak. De fato, o tártaro da Crimeia é similar tanto ao kypchak quanto oghuz. Um falante do tátaro da Crimeia é capaz de entender tanto o kypchak quanto o oghuz. Dentre as atuais línguas turcomanas, as mais próximas ao tártaro da Crimeia são o turco, o urum do grupo oghuz, o calmuco, e o karachay-balkar do grupo kypchak. As línguas karaim e krymchak são geralmente classificadas como variantes do tártaro da Crimeia.

Tártaro da Crimeia e a língua turca[editar | editar código-fonte]

O seguinte artigo de um jornal compara o tátaro da Crimeia e a língua turca:

Crimean Tatar Turkish English
Meclis Haberleri 10.09.2003// Qırımtatar Milliy Meclisiniñ 120-cı toplaşuvı olıp keçti

2003 senesi sentâbr 7 künü Aqmescitteki İslâm Merkeziniñ binasında Qırımtatar Milliy Meclisiniñ 120-cı toplaşuvı olıp keçti. Toplaşuvda...

Meclis Haberleri 10.09.2003// Kırım Tatar Millî Meclisi’nin 120. toplantısı gerçekleşti

7 Eylül 2003 günü Akmescit’teki İslâm Merkezi'nin binasında Kırım Tatar Millî Meclisi’nin 120. toplantısı gerçekleşti. Toplantıda...

Assembly News 10.09.2003// 120th meeting of Crimean Tatar National Assembly was held

On 7th of September 2003, 120th meeting of Crimean Tatar National Assembly was held at the Islamic Centre building in Simferopol. At the meeting...

Tártaro da Crimeia e o tártaro[editar | editar código-fonte]

Devido ao nome em comum, o tártaro da Crimeia às vezes é erroneamente tido como um dialeto da língua tártara. Apesar de essas línguas estarem relacionadas (são línguas turcomanas), as línguas kypchak mais próximas ao tártaro da Crimeia são (como já foi mencionado acima), o kumyk e o karachay-balkar, e não a língua tártara.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]