Língua vietnamita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vietnamita (Tiếng Việt)
Falado em: Vietnã, Estados Unidos, Camboja e vários outros
Região: Sudeste da Ásia
Total de falantes: 70–73 milhões nativos; 80 milhões total
Posição: 13–17
Família: Austro-asiática
 Mon-khmer
  Viet-muong
   Vietnamita
Estatuto oficial
Língua oficial de: Vietnã
Códigos de língua
ISO 639-1: vi
ISO 639-2: vie

O vietnamita (tiếng Việt, tiếng Việt Nam, ou Việt ngữ), uma língua tonal, é a língua nacional e oficial do Vietnã (Việt Nam). É a língua materna do povo vietnamita (người Việt or người kinh), que constitui cerca de 87% da população do Vietnã e de cerca de dois milhões de emigrantes vietnamitas, incluindo um número significante de vietnamitas nos Estados Unidos. É também falada como a segunda língua das minorias da população do Vietnã. Apesar de conter muitos vocábulos emprestados do chinês e ter sido originalmente escrita usando caracteres chineses, é considerada por linguistas como sendo uma língua mon-khmer.

Alfabeto[editar | editar código-fonte]

Originalmente, a língua vietnamita utilizou caracteres derivados da língua chinesa para escrita, a escrita do alfabeto latino começou com a colonização francesa no século 17, sendo sua adoção oficial em 1910. A língua vietnamita atualmente usa para a escrita o alfabeto latino sem as Letras F, J, W, Z, usando muitos ditongos e diversas outras combinações especiais de letras. Apresenta diacríticos nas vogais A, E, I, Y, O, U, mais o "D" barrado. Além do tom não marcado pelas vogais simples, há 5 Tons de cada vogal que são sinalizados com outros diacríticos.

Mais detalhes:

Alfabeto Vietnamita
Letra Nome IPA
A a a /aː˧/
Ă ă á /aː˧˥/
 â /əː˧˥/
B b bê; bờ /ɓe˧, ɓəː˧˩/
C c xê; cờ /se˧, kəː˧˩/
D d dê; dờ /ze˧, zəː˧˩/
Đ đ đê; đờ /ɗe˧, ɗəː˧˩/
E e e /ɛ˧/
Ê ê ê /e˧/
G g giê; gờ; ghê /ze˧, ɣəː˧˩, ɣe˧/
H h hắt; hờ /hat˦˥, həː˧˩/
I i i; i ngắn /i˧, i˧ ŋan˧˥/
K k ca; kờ /kaː˧/
L l e-lờ; lờ /(ɛ˧)ləː˧˩/
M m em-mờ; mờ /(ɛm˧)məː˧˩/
N n en-nờ; nờ /(ɛn˧)nəː˧˩/
O o o /ɔ˧/
Ô ô ô /o˧/
Ơ ơ ơ /əː˧/
P p pê; pờ; bê phở (coloq.) /pe˧, pəː˧˩/
Q q cu; quy; quờ /ku˧, kwi˧, kwəː˧˩/
R r e-rờ; rờ /ɛ˧ɹəː˧˩, ʐəː˧˩/
S s ét-xì; sờ; xờ mạnh; xờ nặng /ɛt˦˥si˧˩, ʂəː˧˩/
T t tê; tờ /te˧, təː˧˩/
U u u /u˧/
Ư ư ư /ɨ˧/
V v vê, vờ /ve˧, vəː˧/
X x ích xì /ik˦˥si˧˩, səː˧˩/
Y y i dài; i-cờ-rét /i˧zaːj˧˩, i˧kəː˧ɹɛt˦˥/

Nota: Chamar b 'bê bò' e p 'bê phở' ié para evitar confusão em alguns dialetos ou contextos, idem para s 'xờ mạnh (nặng)' e x 'xờ nhẹ', i 'i ngắn' e y 'i dài'.

Q, q é sempre seguida por u em qualquer palavra ou frase do Vietnamita. Ex.: quang (luz), quần (calças), quyến rũ (atrair), etc.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Como as demais línguas do Sudeste Asiático, o Vietnamita tem uma grande quantidade de sons vogais. A seguir, um diagrama dos sons vogais do vietnamita de Hanoi.

  Anterior Central Posterior
Fechada i [i] ư [ɨ] u [u]
Meio Fechada ê [e] ơ [əː] ô [o]
Meio Aberta e [ɛ] â [ə] o [ɔ]
Aberta ă [a] / a [aː]

Vogais anteriores, centrais e baixas (i, ê, e, ư, â, ơ, ă, a) são não-arredondadas, enquanto que vogais posteriores (u, ô, o) são arredondadas. As vogais â [ə] e ă [a] são pronunciadas de forma bem curta, bem mais curtas do que as demais vogais. Assim, ơ e â têm basicamente a mesma pronúncia, exceto no caso de ơ [əː] que tem duração normal e â [ə] que é curta. O mesmo vale para a vogal longa a [aː] e a curta ă [a].

Há outras descrições para as vogais Hanoi, tal como essa de Thompson (1965):

Anterior Central Posterior
não arredondada arredondada
Fechada i [i] ư [ɯ] u [u]
Vogal meio Fechada ê [e] ơ [ɤ] ô [o]
Vogal meio Aberta e [ɛ] â [ʌ] o [ɔ]
Aberta a [a] ă [ɐ]

Essa descrição distingue quatro graus de altura (frequência) para vogais um crontaste de arredondamento (arredondada vs não arredondada) entre vogais posteriores. A relativa pouca extensão das vogais ă e â seria, aim, uma característica secundária. Thompson descreve a vogal ă [ɐ] como sendo ligeiramente mais alta (quase aberta) que a [a].

Em adição a essas vogais isoladas (monotongos), o Vietnamita tem ditongos (em Vietnamita, âm đôi) e tritongos . Os ditongos consistem numa vogal principal seguida por uma semivogal, uma posição de frontal alta[ɪ̯], uma posterior alta [ʊ̯] ou uma central [ə̯].

Os ditongos e tritongos conforme Thompson podem ser vistos abaixo:

</ref>

Núcleo vogal Ditongo com semivogal anterior Ditongo com semivogal posterior Ditongo com semivogal central Tritongo com semivogal anterior Tritongo com semivogal posterior
i iu [iʊ̯] ia~iê~yê [iə̯] iêu [iə̯ʊ̯]
ê êu [eʊ̯]
e eo [ɛʊ̯]
ư ưi [ɨɪ̯] ưu [ɨʊ̯] ưa~ươ [ɨə̯] ươi [ɨə̯ɪ̯] ươu [ɨə̯ʊ̯]
â ây [əɪ̯] âu [əʊ̯]
ơ ơi [əːɪ̯]
ă ay [aɪ̯] au [aʊ̯]
a ai [aːɪ̯] ao [aːʊ̯]
u ui [uɪ̯] ua~uô [uə̯] uôi [uə̯ɪ̯]
ô ôi [oɪ̯]
o oi [ɔɪ̯]

Os ditongos centrais são formados somente com as vogais alta (i, ư, u) junto à vogal principal. Têm geralmente as formas ia, ưa, ua quando no final de palavra e , ươ, , respectivamente quando seguidas por consoante. There are also restrictions on the high offglides: the high front offglide cannot occur after a front vowel (i, ê, e) nucleus and the high back offglide cannot occur after a back vowel (u, ô, o) nucleus.[1]

A correspondência entre a grafia e pronúncia é complicada. Por exemplo , a semivogal [ɪ̯] é geralmente escrita como i; no entanto, também pode ser representado com y. Além disso , nos ditongos [aɪ̯] e [aːɪ̯] as letras y e i também indicam a pronúncia da vogal principal: ay = ă + [ɪ̯], ai = a + [ɪ̯]. Assim, tay "mão" é [taɪ̯] enquanto que tai "ouvir" é [taːɪ̯]. Similarmente, u e o indicam pronúncias diferentes da vogal principal: au = ă + [ʊ̯], ao = a + [ʊ̯]. Assim, thau "latão" é [tʰaʊ̯] enquanto que thao "seda" é [tʰaːʊ̯].

Os quatro tritongos são formados pela adição semivogais posteriores a ditongos centrais. Do mesmo modo. Da mesma forma que as restrições envolvendo ditongos, um tritongo de núcleo anterior não pode ter uma semivogal anteriore frente (a partir do deslocamento do centro ) e um tritongo com núcleo anterior não pode ter uma semivogal posterior.

Sobre as semivogais anteriores e posteriores [ɪ̯], [ʊ̯], muitas descrições fonológicas analisam os mesmos como sendo as consoantes /j/, /w/. Assim, uma palavra como đâu "onde", foneticamente [ɗəʊ̯], poderia ser analisada fonemicamente como /ɗəw/.

Consoantes[editar | editar código-fonte]

As consoantes que ocorrem em vietnamita estão listadas abaixo conforme a ortografia da língua com informação fonética à direita.

Labial Alveolar Retroflexa Palatal Velar Glotal
Nasa oclusival m [m] n [n] nh [ɲ] ng/ngh [ŋ]
Oclusiva surda p [p] t [t] tr [ʈʂ~ʈ] ch [c~tɕ] c/k/q [k]
sonora b [ɓ] đ [ɗ]
aspirada th [tʰ] kh [x~kʰ]
Fricativa surda ph [f] x [s] s [ʂ] h [h]
sonora v [v] d [z~j] r [ʐ~ɹ] gi [z~j] g/gh [ɣ]
Aproximante u/o [w] l [l] y/i [j]

Alguns sons consonantais são escritos com apenas uma letra (como "p"), outros sons consonantais são escritos com duas letras (dígrafos - como " ph" ) e outros são escritos com mais de uma letra ou dígrafo (a velar oclusiva pode ser escrita de várias formas como "c" , "k" , ou "q" ) .

Nem todos os dialetos de vietnamitas têm o mesmo som consoante em uma determinada palavra (embora todos dialetos usem a mesma grafia na língua escrita).

As análises dos finais de palavra ch e nh no Vietnamita de podem apresentar diferentes resultados. Alguns avaliam os finais ch, nh como sendo os fonemas /c/, /ɲ/ contrastando com o final t, c /t/, /k/ e n, ng /n/, /ŋ/, identificando o final ch com o início de sílaba ch /c/. Outros avaliam que os finais ch e nh como variantes alofônicas previsíveis de fonemas velares como /ŋ/ que ocorre antes de vogais “superiores” anteriores i /i/ e ê /e/.

Tons[editar | editar código-fonte]

contornos de frequência e duração dos seis tons do Vietnamita do norte como falado por falante masculino ) . A Freqüência Fundamental é traçada ao longo do tempo. de Nguyen & Edmondson (199 )

As vogais vietnamitas são todas pronunciadas com um tom inerente. [2] Diacríticos indicam o tom da sílaba (palavra monossilábica) centrado na vogal ou grupo de vogais principais, enquanto que acentos qualificam a vogal. Os tons se diferenciam por:

  • Comprimento (duração)
  • Contorno de frequência (isto é, passo, variação, melódica)
  • Altura (frequência básica)
  • Fonação

O tom é indicado por sinais diacríticos escritos acima ou abaixo da vogal (5 dos 6 diacríticos de tom aparecem acima da vogal , no entanto, o diacrítico de tom Nang, um ponto, fica abaixo a vogal ) . [3] Os diacríticos são oriundos, obviamente, de alguns do alfabeto latino. Os seis tons nas variedades do norte (de Hanoi ), com os respectivos nomes vietnamitas auto-referenciados , são .

nome descrição diacrítico exemplo
'Ngang' , "nível" Nível médio (sem marca ) ' ' Ma' ' ; 'fantasma'
'Huyen'  ; 'suspenso' Baixo em queda (muitas vezes ofegante ) (acento grave ) ' ' Ma ' ' ; ', mas'
'Sắc'  ; 'afiado' Crescente acento agudo )  ; ' bochecha , mãe (no sul ) "
'Hoi'  ; 'pedindo ' Médio, desce e sobe ' ; ̉ ' (gancho (diacrítico) ' ' Ma ' ' ; ' túmulo, sepultura '
' Nga' ; ' caindo ' Subindo –c/ interrupção ' ~ ' ( til) ' ' Ma ' ' ; "cavalo (sino-vietnamita) , código '
'Nang'  ; "pesado" Em queda (curta duração) ';' ( ponto sob a letra ) ' ' Ma ' ' ; 'mudas de arroz '

Outros dialetos de vietnamitas têm menos tons (normalmente apenas cinco).

Na poesia Vietnamit , os tons são classificados em dois grupos :

Grupo Tons do grupo
'Bang' "nível , plano" Ngang e Huyen
Trac "oblíquo, agudo" Sac, Hoi, Nga e Nang

Palavras com tons pertencentes a um grupo tom particular devem ocorrer em determinadas posições num texto de poesia .

O Catolicismo do Vietnã pratica um estilo distinto de oração recitação chamado đọc kinh, no qual a cada tom é atribuída uma nota ou seqüência específica de notas musicais.

Parentesco[editar | editar código-fonte]

Em vietnamita os termos referentes a parentesco e afins são muito usados, mesmo não havendo tais relações entre os interlocutores. Namorados, por exemplo, tratam-se por "irmão mais velho" ou "irmãzinha", sem nenhuma conotação incestuosa. São termos de utilização complexa, havendo flexibilidade no uso dessas denominações entre estranhos, havendo também, porém, regras rígidas para usos no ambiente familiar.

Essas palavras referentes a parentescos são como que "herdadas" e respeitam certas hierarquias familiares, ditos Graus. Por exemplo, dois primos cujas mães são irmãs irão chamar-se mutuamente como se fossem em verdade irmãos. Aquele cuja mãe for mais jovem irá ser considerado de Grau inferior como "em" (irmão mais novo), do que aquele cuja mãe for mais velha, que será "chị, anh" (irmão ou irmã mais velho), independente de suas próprias idades. Pessoas mais velhas assumem o Grau de seus filhos quando em referência a terceiros. Isso ocorre ao chamar, por exemplo, uma mulher um pouco mais jovem de "cô" (irmã do pai) e um homem mesmo mais jovem de "chu" (pai).

Cônjuges estão sempre no mesmo Grau para parentes de ambos os lados. Se duas pessoas tem relações entre si em mais de um modo (exemplo – casamento), a relação mais próxima se sobrepõe e define o Grau. As hierarquias podem levar a situações estranhas onde uma pessoa de mais idade pode se referir a uma pessoa jovem como se em verdade essa fosse mais velha, usando o termo “ông”. Um provérbio vietnamita diz “pequeno como uma batata, trate-o, porém, conforme o Grau”.

Alguns dos termos dessa natureza são:

Termo Significado literal uso não parentesco Nota
cha pai padre diversos outros termos podem ser usados, dependendo do dialeto: ba, bố, tía, thầy
mẹ mãe mẹ é usado Norte, no Sul. Outros termos podem ser usados, dependendo do dialeto: u, bầm, mạ
anh irmão mais velho homem um pouco mais velho, o homem namorado
chị irmã mais velha mulher um pouco mais velha
em irmão ou irmã mais novos uma pessoa um pouco mais jovem, criança, a mulher namorada
con descendente criança pequena
cháu neto (a), sobrinho (a) criança pequena
ông avô homem de meia idade avôs Paterno e Materno são diferenciados respectivamente como ông nội e ông ngoại, que significam avô Interno e Externo, também respectivamente;
tia por parte de pai professora, mulher da idade aproximada do pai de quem fala, mulher jovem, em geral solteira (formal) em alguns dialetos o significado literal se restringe à tia mais jovem por parte de pai;
chú tio mais jovem por parte de pai homem mais velho de idade aproximada do pai de quem fala, homem um pouco mais jovem (formal) em alguns dialetos o significado literal se restringe ao tio mais jovem por parte de pai;
thím esposa de chú'
bác tio mais velho por parte de pai, sua esposa um homem mais velho do que o pai de quem fala em alguns dialetos, pode também se referir à irmã mais velha do pai e também a irmão ou irmã mais velhos da mãe;
irmã da mãe, madrasta uma mulher da idade da mãe de quem fala em alguns dialetos vale somente para irmã mais nova da mãe;
cậu irmão da mãe um homem da idade da mãe de quem fala, amigo próximo (no Norte) em alguns dialetos vale somente para irmão mais novo da mãe;
mợ esposa de cậu' em alguns dialetos assim o homem se refere a sua esposa, os filhos se referem à mãe, os sogros se referem à nora;
dượng marido de ou , padrasto
cụ/cố bisavós alguém bem velho
trisavós
họ clã eles terceira pessoal do plural para grupos de pessoas;

Classificadores[editar | editar código-fonte]

O idioma Vietnamita utiliza bastante um sistema de Classificadores para indicar certas Classes de Substantivos. Podem ser considerados com Coletivos em português. No uso dessas palavras o Vietnamita apresenta similaridades com a língua Chinesa. Aqui são apresentados alguns dos Classificadores mais usados. Observar que aspectos de cultura, burocráticos e documentais apresentam vários casos de Classificação:

  • cái : para a maioria dos objetos inanimados; Este também pode ser usado em conjunto com qualquer dos outros que se seguem;
  • chiếc: usado como cái, porém com mais conotações (ex. objetos bonitos
  • con: para animais e crianças, também para alguns inanimados como ruas, facas, parafusos, etc;
  • bài: para obras tais como canções, desenhos, pinturas, poemas, ensaios, etc..
  • câu: também para obras, mais aquelas com sentenças – versos, letras de músicas, listagens, regulamentos, etc.
  • cây: para objetos com pontas, delgados, longos – plantas, armas, bengalas, paus, etc.
  • tòa: para prédios públicos, de autoridades, governamentais;
  • quả/trái: para objetos esféricos ou similares;
  • quyển/cuốn: para algo como livros, jornais, revistas;
  • tờ: objetos como folhas feitos em em papel – folhas, calendários, gravuras, folhas de jornal
  • : idem acima, porém menores – cartas, cartas de baralho;
  • việc: para eventos, fatos ocorrendo;
  • chuyện: tópicos, negócios, assuntos gerais;

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.




  1. The lack of diphthong consisting of a ơ + back offglide (i.e., [əːʊ̯]) is an apparent gap.
  2. Chamado Thanh điều em vietnamita
  3. Notar que o nome de cada tom tem o diacrítico tonal correspondente na vogal