Línguas daco-romenas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa dos Balcãs com regiões habitadas por falantes Daco - romeno em verde

O Daco-Romeno (Romeno: limba dacoromână, Latim: lingua Daco-Romana) ou, mais precisamente, um grupo de Línguas Daco-Românicas é um termo utilizado para identificar a língua romena nos contextos nos quais é preciso, porém, distinguir diversas línguas românicas orientais (Romeno, Arromeno], Istrorromeno e Romeno meglesita. Alguns especialistas classificam essa quatro línguas como dialetos de uma maior língua romena,[1] por isso, aqui se diferenciam.

A origem do termo "Daco - romeno" pode ser rastreada até o primeiro livro impresso da gramática romena,[2] escrito por Samuil Micu e Gheorghe Şincai. Nessa obra, o dialeto romeno falado ao norte do rio Danúbio é chamado de língua Daco-Romana, enfatizando o conceito dos autores sobre sua origem e sua área de uso, o que inclui a antiga província [[Roma Antiga|romana da Dácia (embora fosse também falada ao sul do Danúbio, em Dobruja, pelos Vlachs da Sérvia Central e no norte da Bulgária).

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Encyclopaedia Britannica article on "Romanian" http://www.britannica.com/eb/article-9083828
  2. Samuil Micu, Gheorghe Şincai, Elementa linguae daco-romanae sive valachicae, Vienna, 1780.