L.A. Story

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
L.A. Story
Viver e Amar em Los Angeles[1] (PRT)
L.A. Story[2][3] (BRA)
 Estados Unidos
1991 •  cor •  98 min 
Direção Mick Jackson
Produção Daniel Melnick
Mario Kassar
Roteiro Steve Martin
Elenco Steve Martin
Victoria Tennant
Richard E. Grant
Marilu Henner
Género comédia dramática
comédia romântica
fantasia
sátira
Música Peter Melnick
Cinematografia Andrew Dunn
Edição Richard A. Harris
Greg Le Duc
Companhia(s) produtora(s) Carolco Pictures
StudioCanal
Distribuição TriStar Pictures
Lançamento Estados UnidosBrasil 08 de fevereiro de 1991
Idioma inglês
Receita US$ 28.862.081[4]

L. A. Story (pt Viver e Amar em Los Angeles/br L. A. Story) é um filme dos gêneros comédia dramática, comédia romântica, fantasia e satírica de 1991, dirigido por Mick Jackson, produzido por Daniel Melnick e escrito e estrelado por Steve Martin como um meteorologista tentando encontrar o amor em Los Angeles. Foi lançado em 8 de fevereiro de 1991, e recebeu críticas geralmente positivas dos críticos de cinema.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Conta a história de um "homem do tempo" da TV, Wacky Harris Telemacker, que acaba de perder o emprego, o seu agente e sua namorada (que tinha um caso com o agente) e passa a ser guiado por um amigável e carente painel de trânsito.

Elenco[editar | editar código-fonte]

participações especiais não creditadas por Chevy Chase, Woody Harrelson, Paula Abdul, Martin Lawrence, Rick Moranis (este seria o quarto e último filme em que Moranis apareceu com Martin), e Terry Jones. John Lithgow e Scott Bakula filmaram cenas - como um agente de cinema e vizinho de Harris, respectivamente - que não apareceram na versão final (embora as referências ao personagem de Lithgow permaneçam na cena na rodovia e nas cenas de almoço da Cozinha da Califórnia).

Martin e Tennant eram marido e mulher na vida real na época da produção do filme.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

L.A. Story foi um sucesso de bilheteria. O filme arrecadou US$6,6 milhões durante seu fim de semana de estreia,[5] e terminou sua exibição nos cinemas com uma arrecadação de US$28 milhões.[4]

Resposta crítica[editar | editar código-fonte]

No site agregador de críticas Rotten Tomatoes, o filme tem uma taxa de aprovação de 94% com base em 35 avaliações, com uma classificação média de 7.4/10.[6] No Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 66 de 100, com base em 11 críticos, indicando "críticas geralmente favoráveis".[7] O público pesquisado pelo CinemaScore deu ao filme uma nota média de "B" em uma escala A+ para F.[8]

Em 2008, L.A. Story foi votado por um grupo de escritores e editores do Los Angeles Times como o 20º melhor filme ambientado em Los Angeles nos últimos 25 anos — com dois critérios: "O filme teve que comunicar alguma verdade inerente sobre a experiência de Los Angeles, e apenas um filme por diretor foi permitido na lista".[9]

Referências

  1. «Viver e Amar em Los Angeles». no CineCartaz (Portugal) 
  2. L.A. Story no CinePlayers (Brasil)
  3. «L.A. Story». no AdoroCinema 
  4. a b «L.A. Story (1991)». Box Office Mojo. IMDb. Consultado em 25 de agosto de 2015 
  5. Broeske, Pat H. (12 de fevereiro de 1991). «WEEKEND BOX OFFICE : 'Sleeping,' 'L.A.' Knock 'Home' Out». Los Angeles Times. Tribune Publishing. Consultado em 11 de janeiro de 2011. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2015 
  6. «L.A. Story (1991)». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 5 de julho de 2020 
  7. «LA Story Reviews». Metacritic. Consultado em 5 de julho de 2020 
  8. «Find CinemaScore» (Type "LA Story" in the search box). CinemaScore. Consultado em 5 de julho de 2020 
  9. Boucher, Geoff; Lee, Chris; Olsen, Mark; Abramowitz, Rachel; Timberg, Scott; Day, Patrick; Turan, Kenneth (31 de agosto de 2008). «The 25 best L.A. films of the last 25 years». Los Angeles Times. Tribune Publishing. Consultado em 31 de agosto de 2008. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]