LGA 1156

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
LGA 1156
Asus P7P55-M LGA 1156.jpg
Soquete H, ou LGA 1156
Conectividade 1156
CPU
Memória DDR3
Antecessor LGA 775(desktops e servidores low-end)
LGA 771(servidores low e mid-end)
Sucessor LGA 1155


LGA 1156 (land grid array 1156), também conhecido como Socket H[1][2] ou H1, é um soquete de CPU de desktop Intel. Seu sucessor incompatível é LGA 1155.

Os últimos processadores que o suportavam cessaram a produção em 2011.

O LGA 1156, junto com o LGA 1366, foram projetados para substituir o LGA 775. Enquanto os processadores LGA 775 se conectam a uma ponte norte usando o barramento frontal, os processadores LGA 1156 integram os recursos tradicionalmente localizados em uma ponte norte dentro do próprio processador. O soquete LGA 1156 permite que as seguintes conexões sejam feitas do processador para o resto do sistema:

  • PCI-Express 2.0 x16 para comunicação com uma placa gráfica. Alguns processadores permitem que essa conexão seja dividia em duas vias x8 para conectar duas placas gráficas. Alguns fabricantes de placas-mãe usam o chip NF200 da Nvidia para permitir o uso de ainda mais placas gráficas.
  • DMI para comunicação com o Platform Controller Hub (PCH). Isso consiste em uma conexão PCI-Express 2.0 x4.
  • FDI para comunicação com o PCH. Isso consiste em duas conexões DisplayPort.
  • Dois canais de memória para comunicação com DDR3 SDRAM. A velocidade do clock da memória suportada dependerá do processador.

Os soquetes e processadores LGA 1156 e LGA 1366 foram descontinuados em algum momento de 2012,[3] tendo sido substituídos pelo LGA 1155 e LGA 2011, respectivamente.

Dissipador de calor[editar | editar código-fonte]

No LGA 1156 os 4 furos para fixação do dissipador na placa-mãe são colocados em um quadrado com comprimento lateral de 75mm. Essa configuração foi mantida para os soquetes LGA 1155, LGA 1150 e LGA 1151 posteriores, o que significa que as soluções de resfriamento geralmente devem ser intercambiáveis.

Processadores com suporte[editar | editar código-fonte]

µArch Nome de código Marca Modelo (lista) Frequência Cores/threads Max. velocidade da memória
Nehalem
(45 nm)
Lynnfield Core i5 i5-7xx 2.66–2.8 GHz 4/4 DDR3-1333
Core i7 i7-8xx 2.8–3.07 GHz 4/8
Xeon L34xx 1.86 GHz 4/4 ou 4/8
X34xx 2.4–3.07 GHz
Westmere
(32 nm)
Clarkdale Celeron G1xxx 2.26 GHz 2/2 DDR3-1066
Pentium G6xxx 2.80 GHz 2/2
Core i3 i3-5xx 2.93–3.33 GHz 2/4 DDR3-1333
Core i5 i5-6xx 3.2–3.6 GHz 2/4
Xeon L34xx 2.0–2.27 GHz 2/4 DDR3-1066

Todos os processadores LGA 1156 e placas-mãe fabricados até o momento são interoperáveis, tornando possível alternar entre um Celeron, Pentium, Core i3 ou Core i5 com gráficos integrados e um Core i5 ou Core i7 sem gráficos. No entanto, usar um chip com gráficos integrados em uma placa-mãe P55 (além de provavelmente exigir uma atualização do BIOS) não permitirá o uso do processador gráfico on-board e, da mesma forma, usar um chip sem gráficos integrados em uma H55, H57 ou Q57 a placa-mãe não permitirá o uso das prontas gráficas da placa-mãe.[4]

CHipsets suportados[editar | editar código-fonte]

Os chipsets de desktop que oficilamente suportam LGA 1156 são H55, H57, P55 e Q57 da Intel. Os chipsets de servidor que suportam o soquete são 3400, 3420 e 3450 da Intel.

Alguns pequenos fabricantes chineses estão produzindo placas-mãe LGA 1156 baseadas no chipset H61, e a ASRock, por muito pouco tempo, produziu placas-mãe LGA 1156 baseadas no chipset P67, o tranformador P67. Ele suportar exclusivamente processadores Lynnfield e foi descontinuado após a revisão B2 dos chipsets da série 6 ser cancelada, não recebendo uma versão com a revisão B3 do chipset P67.

Nome[5] H55 P55 H57 Q57
Overclocking Sim Não
Permite o uso de GPU integrado com Intel Clear Video Technology Sim Não Sim
Máximo de portas USB 2.0[a] 12 14
Máximo de portas SATA 2.0/3.0 6
PATA (IDE)[b] Não
Configuração PCIe principal 1 × PCIe 2.0 ×16
PCIe secundário 6 × PCIe 2.0 ×1 8 × PCIe 2.0 ×1
Suporte a PCI convencional Sim
Intel Rapid Storage Technology (RAID) ?
Smart Response Technology ?
Intel VT-d, Active Management, Trusted Execution, Anti-Theft, e vPro Technology Não Sim
Data de lançamento Q1'10 Q3'09 Q1'10
TDP máximo 45 W
Litografia de chipset 65 nm

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. USB 3.0 não é compatível com nenhum desses chipsets. Os fabricantes de placas-mãe podem usar hardware externo para adicionar suporte a USB 3.0.
  2. PATA (IDE) não é mais suportado na Série 5, mas a maioria dos fabricantes de placas-mãe optou por incluir suporte por meio da adição de um controlador IDE de terceiros.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]