La Banda del Parque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
La Banda del Parque no clássico Nacional vs. Peñarol disputado no estádio Centenário.

La Banda del Parque é a principal barra brava do Club Nacional de Football, de Montevidéu.

Foi uma das primeiras barras bravas (nome dado às torcidas em parte da América Latina) criada no mundo. É também muito famosa pela violência que certas vezes nela irrompe e por exercer grande pressão nos adversários do Nacional, cantando o jogo inteiro, mesmo quando o time tricolor está perdendo[1], prática comum à grande maioria das barras latino-americanas.

Foi na torcida do Nacional que surgiu o termo "hinchada". Antes mesmo das barras oficialmente existirem, um senhor funcionário do próprio Club Nacional de Football comparecia a todos os jogos e não parava de incentivar o time tricolor. Pelo seu costume de inflar (no dialeto platense, "hinchar") bolas de encher em todos os jogos, ele ficou conhecido como o "hincha" - um termo que se espalharia por todo o mundo do futebol, especialmente o hispanófono, para designar o torcedor (e "hinchada", a torcida).

Nacional vs Gremio Libertadores de 2014.

Cultua uma grande e já duradoura amizade com a torcida do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense Geral do Grêmio, amizade esta que inclui a presença constante de membros de ambas torcidas nos estádios da outra e confraternizações sociais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Torcida é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.