La Frontera (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

La Frontera é um grupo de rock espanhol, criado em meados dos anos oitenta, liderado por Javier Andréu e Toni Marmota.

Javier Andreu (La Visión), Tony Marmota (Los Porkys), José Bataglio (Los Esqueletos), Quino Hernández (Reprises) e Rafa Hernández (Octubre) conheceram-se na Faculdade de Ciências da Informação de Madrid. Quando Rafa foi com Tony inscrever-se nos Octubre, na Villa de Madrid, lembraram-se de criar um grupo com todos os amigos da faculdade. O nome escolhido seria Las Muñecas Repollo, que felizmente foi rapidamente substituído pelo nome de uma das primeiras canções, La Frontera. Depois de participarem no Festival de Rock de Madrid com o seu "Duelo al Sol" e de conseguirem o primeiro prémio, Rafa Hernández abandonou o grupo para fundar com os seus companheiros dos Octubre e os ex-Números Rojos Guille e Fernando Martín o grupo Desperados. Os La Frontera editaram em 1985 o seu primeiro LP intitulado "La Frontera", um disco trepidante e cheio de grandes canções como "La ley de la horca", "Pobre tahur" ou "Cuatro Rosas Estación", para além de uma grande adaptação de "Viva las Vegas".

Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.