La Vendetta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La Vendetta
La Vendetta (PT)
A vendetta (BR)
Autor (es) Honoré de Balzac
Idioma Francês
País  França
Género Ficção francesa, contos franceses
Ilustrador Édouard Toudouze
Editora Mame et Delaunay-Vallée
Lançamento 1830
Edição portuguesa
Tradução Bulhão Pato
Editora Ernesto, Eugenio Chardron
Lançamento 1874
Páginas 144
Edição brasileira
Tradução William Lagos
Editora L&PM
Lançamento 2006
Páginas 199
ISBN 852541476X
Cronologia
Último
Albert Savarus
Une double famille
Próximo

La Vendetta (em português A Vendeta) é o título de um romance de Honoré de Balzac publicado em 1830 nas edições Mame et Delaunay-Vallée. Faz parte das Cenas da vida privada da Comédia Humana.

A ação começa em Paris em 1800 e termina no mesmo lugar em 1830.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • Bartholoméo di Piombo (Bartolomeu na edição brasileira organizada por Paulo Rónai), velho compatriota de Napoleão;
  • Ginevra di Piombo, a filha de Bartolomeu;
  • Amélie Thirion (Amélia), rival de Ginevra na pintura;
  • Servin, o professor de pintura de Ginevra;
  • Luigi Porta, marido de Ginevra.
  • Mme Servin, esposa de Servin
  • Elisa, esposa de Bartolomeu

Resumo[editar | editar código-fonte]

Depois de matar todos os Porta por vingança, Bartolomeu di Piombo vai embora da Córsega para Paris em 1800. Desse massacre sobrevive apenas Luigi Porta, desde então proscrito. É no atelier do célebre pintor Servin que Ginevra, a filha de Bartolomeu, encontra pela primeira vez Luigi, por quem se apaixona. Apesar da proibição de seu pai, ela parte para viver com ele e fica grávida.

Eles mergulham na miséria e na pobreza. A criança morre, seguida de sua mãe, feliz, apesar de tudo, por ter vivido seu amor até o fim. "Fui tão feliz, que se tivesse de recomeçar a vida, aceitaria outra vez nosso destino." É a consumação da Vendeta.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (fr) Claudie Bernard, « Raison et déraison vendettales dans La Vendetta de Balzac et Les Frères corses de Dumas », Stendhal, Balzac, Dumas : un récit romantique ? Toulouse, PU du Mirail, 2006, p. 265-81.
  • (fr) Pierrette Jeoffroy-Faggianelli, « De Paoli à La Vendetta », L'Année balzacienne, 1975, p. 307-10.
  • (fr) Franc Schuerewegen, « La Toile déchirée : texte, tableau et récit dans trois nouvelles de Balzac », Poétique, fév. 1986, n° 17 (65), p. 19-27.
  • (pt) Honoré de Balzac. A comédia humana. Org. Paulo Rónai. Porto Alegre: Editora Globo, 1954. Volume II.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]