La casa de papel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
La casa de papel
Informação geral
Também conhecido(a) como Money Heist
Formato Série
Gênero
Duração 41–70 minutos
Criador(es) Álex Pina
País de origem Flag of Spain.svg Espanha
Idioma original espanhol
Produção
Produtor(es) executivo(s)
  • Álex Pina
  • Sonia Martínez
  • Jesús Colmenar
  • Esther Martínez Lobato
  • Nacho Manubens
Editor(es)
  • David Pelegrín
  • Luis Miguel González Bedmar
  • Verónica Callón
  • Raúl Mora
  • Regino Hernández
  • Raquel Marraco
  • Patricia Rubio
Cinematografia Migue Amoedo
Câmera Câmera única
Distribuída por Netflix
Elenco
Tema de abertura "My Life Is Going On" por Cecilia Krull
Compositor da música-tema Manel Santisteban
Iván Martínez Lacámara
Empresa(s) de produção Vancouver Media
Atresmedia
Exibição
Emissora de televisão original
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio 5.1
Transmissão original 2 de maio de 2017 – presente
N.º de temporadas 2 [1]
N.º de episódios 23 (lista de episódios)

La casa de papel é uma série de televisão espanhola do gênero de filmes de assalto. Criada por Álex Pina para a rede televisiva espanhola Antena 3, a série estreou em 2 de maio de 2017, sendo protagonizada por Úrsula Corberó, Álvaro Morte, Itziar Ituño, Paco tous, Pedro Alonso, Alba Flores e Miguel Herrán. A série foi adicionada internacionalmente no catálogo da Netflix no dia 25 de dezembro de 2017 com uma nova edição e diferente quantidade de episódios.[2]

Em 18 de abril de 2018, a Netflix renovou a série para uma terceira parte.[3] Em 1 de abril de 2019, a Netflix anunciou a data de estreia da terceira parte, marcada para 19 de julho de 2019.

A série recebeu críticas positivas e ganhou em 2018 o Emmy Internacional de melhor série dramática.[4][5][6]

Enredo[editar | editar código-fonte]

1ª temporada: Partes 1 e 2 (2017)[editar | editar código-fonte]

A Parte 1 começa com o resultado de um assalto a banco por uma mulher chamada "Tóquio", pois um homem chamado "Professor" a salva de ser pega pela polícia e propõe um assalto incomparável a ela. Após uma breve descrição do assalto planejado, a história salta para o início de um ataque de vários dias à Casa da Moeda da Espanha, em Madri. Os oito ladrões têm o nome de código das cidades: Tóquio, Moscou, Berlim, Nairóbi, Rio, Denver, Helsinque e Oslo. Vestido com macacões vermelhos com uma máscara do pintor espanhol Salvador Dalí, o grupo de ladrões leva 67 reféns como parte de seu plano de imprimir e escapar com 2,4 bilhões de euros através de um túnel de fuga construído por ele. O Professor encabeça o assalto de um local externo. Flashbacks ao longo da série mostram os cinco meses de preparação em uma propriedade de caça abandonada no interior de Toledo; os assaltantes não devem compartilhar informações pessoais nem se envolver em relacionamentos pessoais, e o assalto será sem derramamento de sangue.

Nas partes 1 e 2, os ladrões dentro da Casa da Moeda têm dificuldades em seguir as regras predefinidas e enfrentam violência, isolamento, motim e uma crescente falta de sono. Denver persegue um caso de amor com a refém Mónica Gaztambide, enquanto outro refém, Arturo Román, elabora vários planos de fuga, eventualmente libertando 16 reféns à custa da vida de Oslo. Por fora, a inspetora Raquel Murillo negocia com o Professor e inicia um relacionamento íntimo com sua falsa identidade, "Salva". A identidade do professor está repetidamente próxima de ser descoberta. Raquel percebe sua verdadeira identidade, mas é emocionalmente incapaz e não quer entregá-lo à polícia. No final da parte 2, após 125 horas na Casa da Moeda, os ladrões escapam com sucesso da Casa da Moeda com € 984 milhões impressos, às custas da vida de Moscou e Berlim. Um ano após o assalto, Raquel analisa os cartões postais dados anteriormente pelo Professor, que ela decodifica para um local em Palawan, nas Filipinas, onde se reúne com ele.

2ª temporada: Parte 3 (2019)[editar | editar código-fonte]

A parte 3 começa de dois a três anos após o assalto na Casa da Moeda da Espanha, mostrando os ladrões curtindo suas vidas emparelhados em diversos locais. No entanto, quando a Europol captura Rio com um telefone interceptado, o Professor retoma os antigos planos de Berlim de invadir o Banco da Espanha para forçar a Europol a entregar Rio. Ele e Raquel (agora "Lisboa") juntam a gangue incluindo Mónica (agora "Estocolmo") e recrutam três novos membros: Bógota, Palermo e Marselha. Os ladrões disfarçados esgueiram-se para o banco fortemente protegido, tomam reféns e, eventualmente, obtêm acesso aos segredos de ouro e de Estado, enquanto o Professor e Lisboa estão em uma van em movimento para se comunicar com os ladrões e a polícia. Uma brecha no banco é impedida, forçando a polícia, liderada pelo coronel Luis Tamayo e pela inspetora grávida Alicia Sierra, a liberar Rio para os ladrões. A parte 3 termina com Lisboa sendo capturada, e o Professor interpreta tiros à distância como sua execução. Quando Palermo envia uma mensagem para o Professor, informando que Nairobi foi gravemente ferida por um atirador no peito infligido pela polícia e que a polícia está prestes a iniciar outro ataque ao banco, o Professor perturbado e abalado declara DEFCON 2. Os momentos finais revelam ao público que a execução de Lisboa foi falsificada, e que ela está viva e sob custódia. Tóquio narra que o Professor havia caído em sua própria armadilha e que "a guerra havia começado".

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Parte
1 2 3
Elenco Principal
Úrsula Corberó Silene Oliveira (Tokio) Principal
Itziar Ituño Inspetora Raquel Murillo (Lisboa) Principal
Álvaro Morte Salvador (Salva) Martín/Sergio Marquina (El Profesor) Principal
Pedro Alonso Andrés de Fonollosa (Berlín) Principal
Alba Flores Ágata Jiménez (Nairobi) Principal
Miguel Herrán Aníbal Cortés (Rio) Principal
Jaime Lorente Ricardo Ramos (Denver) Principal
Paco Tous Agustín Ramos (Moscú) Principal Participação
Esther Acebo Mónica Gaztambide (Estocolmo) Principal
Enrique Arce Arturo Román Principal
María Pedraza Alison Parker Principal Ausente
Darko Peric Yashin Dasáyev (Helsinki) Principal
Kiti Mánver Mariví Principal Participação
Najwa Nimri Alicia Sierra Ausente Principal
Hovik Keuchkerian Bogotá Ausente Principal
Rodrigo de la Serna Martín (Palermo) Ausente Principal
Elenco Recorrente
Roberto García Ruiz Radko Dragic (Oslo) Recorrente Participação
Anna Gras Mercedes Colmenar Recorrente Ausente
Fran Morcillo Pablo Ruiz Recorrente Ausente
Clara Alvarado Ariadna Cascales Recorrente Ausente
Fernando Soto Subinspector Ángel Rubio Recorrente
Juan Fernández Coronel Prieto Recorrente
Mario de la Rosa Suárez Recorrente
Miquel García Borda Alberto Vicuña Recorrente Ausente
Naia Guz Paula Vicuña Murillo Recorrente
Antonio Cuéllar Rodríguez Francisco Torres Recorrente Ausente
Xavi Ortuzar Gómez Ausente Recorrente Ausente
Luka Peros Marsella Ausente Recorrente
Fernando Cayo Coronel Tamayo Ausente Recorrente
José Manuel Poga Gandía Ausente Recorrente
Nuevos Ministerios, local onde o enredo da parte 3 se passa.

Episódios[editar | editar código-fonte]

TemporadaParteEpisódiosOriginalmente exibidoNotas sobre lançamento internacional
Estreia da temporada Final da temporada Emissora
111592 de maio de 2017 (2017-05-02)27 de junho de 2017 (2017-06-27)Antena 3Reeditado em 13 episódios e lançado em 20 de dezembro de 2017 na Netflix
2616 de outubro de 2017 (2017-10-16)23 de novembro de 2017 (2017-11-23)Reeditado em 9 episódios e lançado em 6 de abril de 2018 na Netflix
2316[7]819 de julho de 2019 (2019-07-19)NetflixLaçamento mundial simultâneo
48[7]TBA

Aquisição da Netflix[editar | editar código-fonte]

A série foi lançada no catálogo da Netflix em 25 de dezembro de 2017. No entanto, ao invés de manter o número original de 9 episódios e a duração de 70 minutos de cada episódio, a Netflix reeditou a primeira parte da série em 13 diferentes episódios sem título. Cada um dos episódios foi limitado a 45–55 minutos de duração. A segunda parte da série, originalmente contendo 6 episódios, foi lançada em 6 de abril de 2018, sendo reeditada em 9 episódios.[8][9]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2017 Premios Ferroz Mejor serie dramática La Casa de Papel Indicado[10]
Melhor ator protagonista de uma série Álvaro Morte Indicado
Melhor atriz protagonista de uma série Úrsula Corberó Indicado
Melhor ator coadjuvante de uma série Paco Tous Indicado
Melhor atriz coadjuvante de uma serie Alba Flores Indicado
Premios IRIS Melhor roteiro Álex Pina
Esther Martínez Lobato
David Barrocal
Pablo Roa
Esther Morales
Fernando Sancristóbal
Javier Gómez Santander
Venceu[11]
Premios MiM Series Melhor Direção Jesús Colmenar
Alejandro Bazzano
Miguel Ángel Vivas
Álex Rodrigo
Venceu[12]
FesTVal Melhor Direção de Ficção Jesús Colmenar
Alejandro Bazzano
Miguel Ángel Vivas
Álex Rodrigo
Venceu[13]
Melhor Ficção (pela crítica) La Casa de Papel Venceu
2018 46th International Emmy Awards Melhor Série Dramática La Casa de Papel Venceu
Unión de actores Melhor ator secundário de televisão Pedro Alonso Venceu[14]
Melhor atriz secundária de televisão Alba Flores Indicado
Melhor ator protagonista de televisão Álvaro Morte Indicado
Melhor ator coadjuvante de televisão Jaime Lorente Indicado
Melhor atriz revelação Esther Acebo Indicado
Premio Fénix Melhor série La Casa de Papel Venceu
Premios IRIS Melhor atriz Úrsula Corberó Venceu

Referências

  1. Rosado, Juan Carlos (19 de julho de 2019). «'La casa de papel': ocho artículos que hay que leer en el estreno de la tercera parte». El País (em espanhol). Consultado em 30 de julho de 2019 
  2. Rosado, Juan Carlos (1 de maio de 2017). «Antena 3 convierte un robo en una serie en 'La casa de papel'». elperiodico (em espanhol). Consultado em 23 de setembro de 2018 
  3. Tartaglione, Nancy (18 de abril de 2018). «'Money Heist': Netflix Confirms Season 3 Of Spanish-Language Phenomenon». Deadline.com. Consultado em 18 de abril de 2018 
  4. Marafon, Renato (6 de janeiro de 2018). «Crítica | La Casa de Papel – Série de assalto da Netflix é SENSACIONAL | CinePOP». cinepop. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  5. Gonzaga, Rafael (30 de janeiro de 2018). «La Casa de Papel - 1ª parte | Crítica». Omelete. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  6. Budowski, Jade (20 de dezembro de 2017). «Netflix's 'La Casa de Papel' Is A Top-Notch Spanish Heist Thriller That Keeps You Guessing». Decider (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2018 
  7. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome elcomercio_190808
  8. Thiago Muniz (17 de janeiro de 2018). «2ª parte de 'La Casa de Papel' chega na Netflix dia 6 de Abril; Assista ao trailer!». CinePOP. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  9. Gonzaga, Rafael (25 de janeiro de 2018). «La Casa de Papel, série sobre assalto épico, conquista público com trama ágil e pitadas de novela». Omelete. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  10. «La lista completa de ganadores de los premios Feroz 2018». Huffpost (em espanhol). 22 de janeiro de 2018. Consultado em 2 de março de 2018 
  11. «Listado completo de ganadores de los Premios Iris 2017». FormulaTV (em espanhol). Consultado em 16 de dezembro de 2017 
  12. «'La Casa de Papel' gana el premio a Mejor Serie Dramática en el Festival de Montecarlo». La Razón. 20 de junho de 2018. Consultado em 16 de setembro de 2018 
  13. Televisión, FesTVal. «FesTVal Vitoria · Festival de la Televisión». www.festval.tv (em espanhol). Consultado em 16 de dezembro de 2017 
  14. «Los actores de 'La casa de papel' se llevan la mayoría de las nominaciones de los Premios de la Unión de actores». Cultura en serie. 13 de fevereiro de 2018. Consultado em 16 de setembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]