La matriarca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
La matriarca
O Mando É das Mulheres[1][2] (BRA)
 Itália
1968 •  cor •  92 min 
Direção Pasquale Festa Campanile
Roteiro Nicolò Ferrari
Elenco Jean-Louis Trintignant, Catherine Spaak
Género comédia
Idioma italiano

La matriarca é um filme italiano de 1968, do gênero comédia, dirigido por Pasquale Festa Campanile.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma bela viúva descobre que seu marido tinha um apartamento secreto onde ele a traía em vida. Ele, então, decide usar o mesmo apartamento para explorar sua própria sexualidade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Catherine Spaak..... Margherita (Mimi)
  • Jean-Louis Trintignant.... Dr. Carlo De Marchi
  • Gigi Proietti.... Sandro Maldini
  • Luigi Pistilli.... Otto Frank (Mr. X)
  • Renzo Montagnani.... Fabrizio
  • Fabienne Dali.... Claudia
  • Nora Ricci.... mãe de Mimi
  • Edda Ferronao.... Maria
  • Vittorio Caprioli
  • Gabriele Tinti.... homem no carro
  • Venantino Venantini.... Aurelio
  • Frank Wolff.... Dr. Giulio, o dentista
  • Paolo Stoppa.... Professor Zauri
  • Philippe Leroy.... instrutor de tênis

Referências

  1. CinePlayers (BRA)
  2. José Lino Grünewald (11 de outubro de 1969). «O Mando É das Mulheres». Correio da Manhã. Consultado em 7 de novembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.